Pular para o conteúdo principal

Um exemplo de arquiteto de primeira



Casa da Vila - Projeto de reforma de Oscar Muller
O que faz um arquiteto de primeira? Projeta obvio. Mas o como projeta e o que lhe desperta o interesse é que faz toda a diferença. Tive a oportunidade de conhecer alguns durante a minha vida profissional. Admirava suas personalidades, sua tenacidade, sua criatividade. Alguns foram referências profissionais. Outros se tornaram bem mais. Antes de Arquitetos são seres humanos de primeira. Um deles em especial é o Oscar Müller

Oscar Müller Kato, neto de Bunzo Kato e Deolinda Kato e filho de Elisete Müller e Oscar Kato. Faz parte dessa incrível miscigenação nacional que Domenico de Masi aponta como uma das lições que o Brasil tem para compartilhar com o mundo (e que espero, não desaprendamos). Somos todos meio mestiços nessa terra brasilis e isso faz a nossa riqueza em forma de cultura diversa e convivência com as diferenças.
Interiores da Casa da Vila - Projeto de Oscar Muller
Tive o privilégio de acompanhar, via internet, o projeto de reforma de sua casa namorada, a casa da vila onde mora com a sua eterna musa, Sil, formando um dos casais mais bonitos e harmoniosos que tive a honra de conhecer. Sua casa foi garimpada em demolições, foi projetada a partir de achados como bancos escolares em uma loja de sobras, foi feita com amor, invenção e muita alegria. No seu interior é impossível imaginar que se encontra ao lado de uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, tal a tranquilidade e sensação de interior que se sente lá. Do banheiro se vê uma mata, uma cortina verde que serve de proteção acústica e climática
 
Oscar Muller

Suas palavras falam sobre ele melhor do que ninguém. Pincei algumas delas do seu currículo, e espero que ele não se importe. O Oscar é daqueles arquitetos apaixonados pelo que faz. E ele atenta para um ponto fundamental no ato de projetar: o conceito. Compreender o cliente, saber o que quer, captar o que nem ele sabe expressar. Função de arquiteto. Aliás função básica. Sem conceito, arquitetura não existe.

 Vejam o que escreveu em Armadilhas do bem, sobre a leitura precoce e a influência das estantes:  "Na casa dos meus avós, onde passei muito tempo na minha infância, também havia uma estante que tinha três prateleiras baixas, que circundavam duas das paredes na sala de estar. O descortinar daqueles livros, bem na altura dos olhos, tão certinhos e organizados em grupos com a mesma cor e tamanho, talvez seja uma das mais antigas memórias que guardei."Quando falo de arquiteto de primeira, falo do ser humano integral, o que se forma da infância, o curioso que monta casinhas, o que inventa, o que se preocupa com o outro ser humano, com o seu país. O que busca soluções. O que propõem. Um arquiteto de primeira não é apenas o que faz bons projetos e/ou ganha prêmios (embora sim o Oscar os faça e tenha ganho prêmios). Um arquiteto de primeira é o que pensa a Arquitetura de forma integral e como solução para a vida das pessoas.

 

É dele também o curso Arquitetura, espaço e estímulo, que "aborda o como os espaços interagem conosco, como podem ser terapêuticos, como podem influenciar em nosso humor e no nosso bem viver".    

 
"Ainda acredito que nosso papel é fazer arquitetura inteligente, e não apenas definir no projeto a geladeira que descongela pela Internet, o portão automático, ou entupir edifícios com webcams. Uma atitude é produtiva, outra apenas conivente. Claro que assumir a primeira depende de responsabilidade, capacidade e talento, enquanto que assumir a outra é fácil, quase que apenas aleatória, só uma questão de "jeitinho".

O caminho mais fácil, e acho que isso todos já perceberam, não serve a ninguém, não adianta nada fazer de avestruz e tentar tapar o sol com a peneira. Por mais que pareça confortável empurrar os problemas e responsabilidades para o dia de amanhã, o tempo segue inexorável, o amanhã se torna hoje, a noite cai, e o risco do apagão se torna certeza.

Há momentos em que a solução é fugir, mas também há outros em que fugir de nada adianta.
"

Oscar Muller


E como hoje é o seu aniversário, deixo minha homenagem na voz de Joan Baez - Gracias a la Vida que nos há dado tanto!

Comentários

  1. Gemtem!
    Receber esta homenagem e comentários assim, de figuras que eu admiro tanto, não é pouca porcaria, não há mastercard que pague este presentão!
    Obrigado, amigos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

O que seria o tal conceito no projeto de arquitetura?

Uma das coisas mais importantes para que uma edificação possa ser considerada arquitetura é ter um conceito, uma proposta. E isso só é possível se existir um programa para AQUELE problema, AQUELE cliente, AQUELE terreno. É a partir desses condicionantes que o arquiteto pode gerar uma solução que seja a mais adequada possível. Elenara Leitão - arquitetura é mais que desenho.Tenho para mim que um dos maiores desafios da profissão arquitetura seja definir com consistência um conceito e segui-lo com coerência até o resultado final. 
Mas o que seria exatamente o conceito de um projeto arquitetônico?Há quem o defina como a ideia mestra que vai nortear as decisões projetuais. Aquela ideia que surge da reflexão sobre os condicionantes estudados para muitos. Ou um insight milagroso que surge da mente do projetista e que vai gerar formas ou padrões que tragam algum significado, para outros.

Podemos ver pelas frases de arquitetos muitas de suas ideias mestras que geraram os conceitos de seus proje…