Pular para o conteúdo principal

Um exemplo de arquiteto de primeira



Casa da Vila - Projeto de reforma de Oscar Muller
O que faz um arquiteto de primeira? Projeta obvio. Mas o como projeta e o que lhe desperta o interesse é que faz toda a diferença. Tive a oportunidade de conhecer alguns durante a minha vida profissional. Admirava suas personalidades, sua tenacidade, sua criatividade. Alguns foram referências profissionais. Outros se tornaram bem mais. Antes de Arquitetos são seres humanos de primeira. Um deles em especial é o Oscar Müller

Oscar Müller Kato, neto de Bunzo Kato e Deolinda Kato e filho de Elisete Müller e Oscar Kato. Faz parte dessa incrível miscigenação nacional que Domenico de Masi aponta como uma das lições que o Brasil tem para compartilhar com o mundo (e que espero, não desaprendamos). Somos todos meio mestiços nessa terra brasilis e isso faz a nossa riqueza em forma de cultura diversa e convivência com as diferenças.
Interiores da Casa da Vila - Projeto de Oscar Muller
Tive o privilégio de acompanhar, via internet, o projeto de reforma de sua casa namorada, a casa da vila onde mora com a sua eterna musa, Sil, formando um dos casais mais bonitos e harmoniosos que tive a honra de conhecer. Sua casa foi garimpada em demolições, foi projetada a partir de achados como bancos escolares em uma loja de sobras, foi feita com amor, invenção e muita alegria. No seu interior é impossível imaginar que se encontra ao lado de uma das avenidas mais movimentadas de São Paulo, tal a tranquilidade e sensação de interior que se sente lá. Do banheiro se vê uma mata, uma cortina verde que serve de proteção acústica e climática
 
Oscar Muller

Suas palavras falam sobre ele melhor do que ninguém. Pincei algumas delas do seu currículo, e espero que ele não se importe. O Oscar é daqueles arquitetos apaixonados pelo que faz. E ele atenta para um ponto fundamental no ato de projetar: o conceito. Compreender o cliente, saber o que quer, captar o que nem ele sabe expressar. Função de arquiteto. Aliás função básica. Sem conceito, arquitetura não existe.

 Vejam o que escreveu em Armadilhas do bem, sobre a leitura precoce e a influência das estantes:  "Na casa dos meus avós, onde passei muito tempo na minha infância, também havia uma estante que tinha três prateleiras baixas, que circundavam duas das paredes na sala de estar. O descortinar daqueles livros, bem na altura dos olhos, tão certinhos e organizados em grupos com a mesma cor e tamanho, talvez seja uma das mais antigas memórias que guardei."Quando falo de arquiteto de primeira, falo do ser humano integral, o que se forma da infância, o curioso que monta casinhas, o que inventa, o que se preocupa com o outro ser humano, com o seu país. O que busca soluções. O que propõem. Um arquiteto de primeira não é apenas o que faz bons projetos e/ou ganha prêmios (embora sim o Oscar os faça e tenha ganho prêmios). Um arquiteto de primeira é o que pensa a Arquitetura de forma integral e como solução para a vida das pessoas.

 

É dele também o curso Arquitetura, espaço e estímulo, que "aborda o como os espaços interagem conosco, como podem ser terapêuticos, como podem influenciar em nosso humor e no nosso bem viver".    

 
"Ainda acredito que nosso papel é fazer arquitetura inteligente, e não apenas definir no projeto a geladeira que descongela pela Internet, o portão automático, ou entupir edifícios com webcams. Uma atitude é produtiva, outra apenas conivente. Claro que assumir a primeira depende de responsabilidade, capacidade e talento, enquanto que assumir a outra é fácil, quase que apenas aleatória, só uma questão de "jeitinho".

O caminho mais fácil, e acho que isso todos já perceberam, não serve a ninguém, não adianta nada fazer de avestruz e tentar tapar o sol com a peneira. Por mais que pareça confortável empurrar os problemas e responsabilidades para o dia de amanhã, o tempo segue inexorável, o amanhã se torna hoje, a noite cai, e o risco do apagão se torna certeza.

Há momentos em que a solução é fugir, mas também há outros em que fugir de nada adianta.
"

Oscar Muller


E como hoje é o seu aniversário, deixo minha homenagem na voz de Joan Baez - Gracias a la Vida que nos há dado tanto!

Comentários

  1. Gemtem!
    Receber esta homenagem e comentários assim, de figuras que eu admiro tanto, não é pouca porcaria, não há mastercard que pague este presentão!
    Obrigado, amigos!

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Casa Kiah, um santuário sustentável forte e positivo com home office

Uma herança que a pandemia de 2020 nos lega é uma maior consciência com os nossos espaços residenciais. Fomos obrigados a conviver full time em nossas casas, as usando como local de trabalho e não apenas como dormitórios. Isso fez com que o olhar se tornasse muito agudo para as necessidades e as deficiências a corrigir. Não a toa o boom de reformas e mudanças daqueles que podem se dar a este luxo no período após muitos meses isolados. Eu mesma tenho escrito menos no blog e isso é consequência direta de toda a gama de emoções que afloraram neste período onde portas se fecham e janelas se abrem .  Por isso achei interessante como assunto de volta, trazer esta casa australiana que contempla exatamente essa necessidade de focar em espaços de qualidade em uma casa de campo. Um casal, seus três gatos e a vontade de um "santuário forte e positivo" que incluiu, na reforma da residência, um dormitório que fosse mais que um local de dormir e um espaço para trabalhar com conforto e aleg

Transparência e estrutura em madeira na nova loja da Apple na Tailândia

Uma grande árvore em madeira cercada por um fechamento em vidro é a aparência da maior loja da Apple na Tailândia. Projetada pelo renomado estúdio de  Foster + Partners  foi inaugurada em julho de 2020, em plena pandemia. Batizada de Apple Central World, a loja tem um diâmetro de 25 metros e sua forma foi gerada por uma curva de Bezier 360 °, uma curva paramétrica usada em computação gráfica. Veja AQUI mais detalhes de como foi feito. Todos sabemos que a Apple segue o conceito de se diferenciar em inovação e as suas lojas representam esse modo de se posicionar no mercado. Na nova loja asiática são usados 1461 perfis de carvalho branco europeu no revestimento da coluna de suporte do telhado.  A aparência interna é de um grande tronco que sustenta a copa de madeira em balaço. Uma escada de aço inoxidável serve de conexão para os andares. O prédio tem um fechamento totalmente envidraçado o que permite a visão da cidade e a transparência externa para quem vê o prédio que se mostra e convi

Calungas, a representação da escala nos desenhos

Fonte Embora as fotografias de Arquitetura raramente tenham seres humanos, as representações gráficas dos projetos as tem. As calungas. Este nome esquisito foi o que aprendi a nominar a representação humana nos desenhos, a tal da escala humana, que mostra de maneira mais clara como os espaços se conformam em proporção aos nossos corpos.  Fonte Hoje é muito comum que tenhamos blocos de seres humanos, animais e plantas em todos os programas gráficos. E há sites onde podemos buscar figuras das mais diversas etnias e movimentos para humanizar nossas plantas e perspectivas. Me lembrei das calungas ao falar com um colega arquiteto, bem mais jovem que eu, que me mostrou fotos de projetos da década de 80, com simpáticas figuras, simulando movimentos. E, para minha surpresa, ele nunca tinha ouvido falar do termo calunga. Como eu nunca tinha parado para pensar sobre isso, fui dar uma rápida pesquisada e achei que o termo tem origem africana  e talvez tenha vindo em função das b

Banheiros na China: um problema que o governo quer atacar

Acordo de manhã e faço algo quase automático. Vou ao banheiro. Ao dar descarga no vaso e usar a água que sai das torneiras para lavar o rosto e escovar os dentes, não lembro que este é um privilégio que 60% da população mundial não tem. Segundo dados da ONU  cerca de 4,5 bilhões de pessoas não tem o luxo de ter um banheiro em boas condições para usufruto. Foi criado inclusive um Dia Mundial dos Banheiros, em 19 de novembro, para marcar o alerta sobre o tema. Nem sempre lembramos disso. Nossas preocupações com banheiros são mais estéticas e nossos maiores problemas são com um maior ou menor tamanho dessas peças. Nos damos ao requinte de termos vários espaços sanitários em nossas casas. Mas e se não fosse assim? Lembro de minha mãe contando sobre as casinhas de sua infância, os locais que ficavam afastados das casas e onde as pessoas satisfaziam suas necessidades fisiológicas. Em muitos locais do planeta essa ainda é a realidade. Mesmo naquela que todas as previsões apontam como