Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Abril, 2017

Capela da Floresta para encerrar (e encarar) a dor da perda

A morte e toda tristeza que ela encerra. As cerimônias de despedida e o sentir dos que ficam. Como lidar com esses momentos e esses sentimentos na hora de projetar espaços para a Arquitetura da Morte? Ou que lidem com esse momento? 
Antes de ser abrigo, a Arquitetura se caracterizou como um "símbolo de crenças comunitárias" (1), mormente o respeito aos mortos. Uma das características que nos diferem dos animais. Pranteamos quem parte antes de nós. E mesmo os que não creem em forças superiores, deuses ou explicações mais etéreas, também se quedam perplexos ante a finitude. Como tratar então esses espaços onde se possa estar com a dor, a tristeza, o recolhimento consigo que a perda traça em cada um de nós? No cemitério Sayama Lakeside, encontra-se a Capela da Floresta, projeto do estúdio NAP Architects de Hiroshi Nakamura. A imagem que me chamou mais a atenção mostra suas entranhas, a estrutura em madeira laminada que, segundo os projetistas, lembra o gesto da oração, das mãos q…

Fascínio das miniaturas

Miniaturas...uma fascínio para muitos. 
Nunca me detive a respeito da origem dessa síndrome de Gulliver em Lilipute. Gulliver é um médico que naufraga (coisa comum na literatura dos séculos passados) e vai cair em uma terra onde ele é um gigante e todos são minúsculos. As situações parecem divertidas vendo as dificuldades de se adaptar aos ambientes e utensílios feitos para outra escala que não a dele. Que o digam as pessoas que fogem aos padrões considerados normais pela sociedade...Pois bem essa terra de Lilipute está envolta em uma guerra de duas facções que se digladiam e por aí vai a história que muitos devem fazer uma relação com a vida real. E era para o autor que retratou a disputa vigente na Inglaterra de sua época, entre os "whigs (liberais, que resistiam à ascensão de um rei católico) e os tories (conservadores e defensores do direito divino ao trono)".
Pois é, fugindo da ficção (?) e partindo para a vida real, encontramos muitos desses objetos que parecem vir de Li…

Livraria de sonho cria laços entre os livros e os seres humanos

Iniciei o ano precisando cuidar de mim. E isso significava sincronizar mente e corpo em um esforço de saúde. Uma na verdade não existe sem a outra. E entre caminhadas e Pilates, entre alimentação saudável e uma taça de vinho (duvidam, olhem as pesquisas para confirmar), senti muito premente a necessidade de trabalhar o foco, acalmar a cabeça. Meditar.
Olha que não é brincadeira a gente sobreviver nesse mundo cheio de informações, cheio de obrigações. Cheio de deverias onde a ação e resolução dependem cada dia mais de nós para a sobrevivência. E enquanto não mergulho em um OMMMM de prática meditativa, mergulho naquilo que me faz viajar e acalma a mente. Para mim quase uma meditação: ler.
O que dizer quando entre uma pedalada e outra (sou dessas que lê na bike de exercício) um livro me lembra que nenhuma ilha é desabitada porque hospeda sátiros, górgonas e sereias...e que essas últimas, algumas delas pelo menos, tem a tarefa de "chamar o tempo", criando nos seus locais "aqu…

Casa energeticamente eficiente

Nasci em uma época em que a falta de energia era uma impossibilidade reinante. Mesmo assim cresci com pais que economizavam. Vindos de períodos de vacas magras, um mundo que tinha passado por guerras e eles mesmos oriundos de famílias não ricas, o ato de poupar e economizar era constante prática em minha vida.
Entrei para a faculdade de Arquitetura em 1974 e ainda aprendi muitas aulas sobre como usar a arquitetura para o conforto. Mas eram os anos de abundância. E embora a crise do petróleo de 73 tenha alertado sobre possíveis pedras no caminho da fartura, os projetos podiam se dar ao luxo de serem ambientalmente incorretos já que a tecnologia estava aí mesmo para resolver tudo.
Hoje, décadas passadas e milênio virado, nossa realidade é bem diversa. A procura por soluções que sejam ao mesmo tempo confortáveis e econômicas são altamente procuradas. É nesse objetivo que surge a proposta do professor Wen Tong Chong, da Universidade da Malásia, de uma casa energicamente eficiente dirigida à…

15 dicas de livros de Arquitetura, Design de Interiores e Expressão Gráfica

De tanto ler-te minha alma anda perdida....poderia facilmente descrever parte de minha/nossas vidas. Grande parte de meus dias foram ganhos imersos em palavras em livros das mais diversas formas e conteúdos. Desde sempre cativa de suas armadilhas do bem.

Mas confesso. Os andei esquecida. Traindo por redes mais modernas (?) com suas iscas de instantaneidade....
Mas por mais promessas de informação que tragam, nada ainda me substitui o prazer de mergulhar em páginas impressas e aprender. E além de todos os benefícios presentes e passados, o fato de durante a leitura ser necessário um foco diferente de todos os outros estímulos me faz um bem danado, ainda mais nessa época de muitas ofertas e pouca densidade na maioria delas. 
E além do mero prazer, a leitura nos acrescenta em conhecimento, bem precioso na profissão e no afazer que escolhemos (ou fomos "escolhidos"). Seguem então alguns dos livros que li e achei relevantes na Arquitetura e que já passaram por esse blog:

Para entende…

O dia a dia de uma arquiteta

No decorrer da vida profissional vamos colecionando histórias. Algumas jocosas, outra tragicômicas, outras tantas ainda beirando mesmo a tragédia. Fazem parte do folclore de todas as profissões. Imaginem uma que envolve um relacionamento muito estreito, tanto que nos faz entrar não apenas na casa dos clientes, mas em suas intimidades e sonhos. 
É essa realidade que a arquiteta Cinthia Liberatori descreve de maneira divertida e leve em uma série de crônicas de seu livro: Somos todos decoradores - o dia a dia de uma arquiteta. Entre histórias divertidas ou coloquiais, sempre seguidas de tópicos explicativos sobre o assunto, ela nos revela sua prática e nos dá algumas dicas de como procedeu na sua vida profissional.

E se tem algo que gosto de ler e conhecer é sobre como o profissional age na prática e o que ele aprendeu com ela. Não apenas a técnica profissional, mas aqueles toques de como enfrentar situações e resolver pendências.

Nem sempre agiria como ela, cada profissional tem a sua visã…

Armazém de tijolos com cobertura em vidro em centro musical

Uma sala de concertos em Hamburgo revitaliza um antigo armazém dos anos 60 feito em tijolos com a colocação de uma impactante cobertura em vidro. É o Elbphilharmonie, com projeto de reforma de Herzog & de Meuron.
A união entre a rusticidade de um elemento, o tijolo cru, com a nova tecnologia que coloca os 1.100 elementos de vidro, curvados com uma desconcertante diversidade que faz com que reflitam a paisagem ora de um jeito, ora de outro, faz desse projeto um marco na paisagem da cidade. 
Internamente o vidro também é usado com a forma arredondada para marcar a circulação e permitir a vista da cidade e do porto. 
A acústica da enorme de concertos, com 2.100 lugares, em forma circular, foi estudada e projetada com Yasuhisa Toyota. Foi usado um sistema de "10.000 painéis de gesso moídos com grande precisão milimétrica, para dividir o som corretamente, com a ajuda de um refletor sob o teto." (Fonte)


Obs: Sobre acústica eu recomendo a leitura do capítulo 5 do livro Entender a A…

Escritório verde e sustentável - projeto barato e criativo

Espaços mortos são aqueles que não tem muito ou nenhum uso. Mas nunca para jovens arquitetos. Principalmente quando eles necessitam conjugar economia, criatividade e sustentabilidade em um local de trabalho. Querem ver como? O desafio era projetar um espaço de escritórios de leasing. O orçamento não era dos mais abonados. A solução foi encontrada na utilização de varandas que não são usadas no local por vários motivos, entre eles segurança e cultural.
Local (onde) encontrado, segunda decisão: Como. 

A proposta do projeto foi utilizar um interessante sistema de estrutura com vergalhões de construção. Esse sistema conforma o espaço, serve de mobiliário, abriga estantes para armazenar de caixas às revistas do escritório. E ao ser usado com um sistema para vegetação cria uma barreira na varanda que protege tanto do clima (sol e chuva) como traz segurança, um dos problemas que geravam a não utilização do espaço.  
Para tanto desenvolveram o sistema ECO-Balcony, que usa princípios de aquaponia,…

Ovos - Inspiração até na Arquitetura

Ovos!!! Símbolo mais difundido da Páscoa. Desde os mais simples e feitos em casa com a inocência pueril da tradição aos mais criativos. Há os extremamente luxuosos, joias que valem algumas cifras cheias de zeros como os Faberge que encantaram Reis e Rainhas pela história.

Os ovos são símbolo da vida. E por isso representam essa ideia de renovação e renascimento que acompanha o imaginário de uma raça que se descobre tão passageira como a nossa. No fundo de nossas almas aspiramos uma perenidade que se mostra pelas nossas sementes espalhadas pelo mundo, sejam filhos, sejam obras, sejam ideias.

Obviamente que os arquitetos não ficariam de fora dessa imensa criatividade que acompanha ovos cada dia mais cheios de surpresas. Um exemplo essa maravilha de chocolate feita por Carter Jones. Tão lindo que nem dá vontade de comer, não é verdade (que os chocólatras não me leiam...). Há vários outros exemplos de ovos de Páscoa feitos por arquitetos (clique no link) que podem ser admirados.  Sendo símbo…

Para entender a Arquitetura - e se deleitar

Não é segredo que adoro ler! E também é fato notório que adoro a Arquitetura. Então é fácil de entender que adorei este livro da Gustavo Gili chamado Entender a Arquitetura: seus elementos, história e significado, de Leland M. Roth. Por que Entender a Arquitetura?Já se disse que a arquitetura consegue reunir em si todas as outras artes e através da harmonia da construção os antigos reproduziam o universo. Desde o primeiro abrigo pensado e erigido às mais grandiosas construções contemporâneas, projetadas com o auxílio de modernos meios tecnológicos, a arquitetura se faz presente na vida das pessoas. E também no nosso dia a dia. Vivemos, trabalhamos e interagimos em espaços, sejam privados ou públicos. É fácil então entender como a Arquitetura tem sido tema de interesse para muitas pessoas. É um campo de estudo que exerce um fascínio e nos leva a querer entender, estudar e vivenciar.  "Arquitetura é a arte que nos envolve" Entendendo seus elementos, história e significadosEntre vi…