Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2009

Visitando o Iberê

-->Todos já ouviram falar do prédio premiado do Museu Iberê Camargo. Esse prédio é projeto do arquiteto português Alvaro Siza e foi premiado com o Leão de Ouro na Bienal de Arquitetura de Veneza em 2002.

Assisti a uma explanação do Siza sobre o projeto desse museu, onde ele explicava os conceitos que nortearam a sua concepção, desde a implantação em um terreno muito estreito, limitado por uma rua que margeia o rio e uma predreira, até os condicionantes das seguradoras para as obras de arte.

Arquitetura é antes de qualquer coisa, um conceito materializado. Que pode suscitar uma série de emoções e sensações. Essa é uma obra polêmica, que até pode causar uma certa estranheza, mas é sem dúvida uma obra com conteúdo. Algo que está se tornando um pouco raro em nossas cidades.
Vamos então a algumas considerações sobre uma visita a ele. Acesso e sinalizações: meu pai sempre dizia que as sinalizações de acesso de uma cidade ou local sempre deviam ser feitas por alguém de fora. Ao meu ver …

Lar

Essa nossa ligação com o lar é uma coisa muito forte. Porque não só são paredes ou nuvens, é ninho. É aconchego, sonho, recordação, futuro. Por isso mexe tanto com a gente. Mexe com as nossas emoções mais profundas.

Me lembro que eu sempre me mudei muito e por isso não tinha turma. Esses amigos que a gente conhece na infância e nos acompanham por toda a vida. As minhas coisas eram embaladas muitas vezes e quem disse que as encontrava no novo lar ? Em compensação tinham novas descobertas. novos desafios. Enfim, perdia de um lado, ganhava de outro.

Com a maturidade fui aprendendo que a maneira de olhar o mundo faz toda a diferença. Em vez de olhar pelo lado da perda, procuro olhar pelo lado do desafio, da descoberta. Do novo. Do que achar melhor olhar.

Somos bichinhos carentes, feito gatinhas que gostamos de fazer ronron e nos aninhar perto de um fogo quentinho. Se soubermos fazer de nosso lar esse cantinho, teremos achado o caminho das estrelas. Teremos feito nossa cas…

Ciclovias

Umas de minhas maiores frustrações é não saber andar de bicicleta. Quando eu era pequena e ainda usava as bikes de rodinhas, nos mudamos para Porto Alegre, em um lugar movimentado. Resultado: nunca pude me expandir. Tentei aprender uns anos depois, mas acabei desistindo. Para meu consolo(?) minha irmã e minha mãe também não sabem pedalar. É genético...

Mas isso não me impede de reconhecer que a Bici é um meio altamente civilizado de transporte. Econômico, não agride o meio ambiente e ainda nos ajuda a manter a forma. Mas andar de bicicleta em uma cidade como Porto Alegre é algo extremanete perigoso. Já tivemos vários acidentes graves porque as bicis dividem o espaco com os carros. Ou seja: faltam ciclovias. Há maquiagens. Uma vez pintaram faixas separando os carros das bicicletas em uma via altamente movimentada...E agora fizeram uma ciclovia bonitinha, ligando nada a coisa nehuma. Mas melhor do que nada.

Foi por isso que achei genial esse conceito da faixa que viaja junto com a Bike !
C…

Arquitetura dinâmica

Comecei a ler um livro bem interessante, Arquitetura e Filosofia, de Mauricio Puls. Uma leitura acadêmica, densa, onde o autor, que não é arquiteto - mas sociólogo , procura entender através do olhar filosófico o que faz com que alguns edifícios sejam considerados belos. E como essa percepção de beleza depende da visão de quem o vê.

Em geral tendemos a admirar aquilo que reflete nossos valores, nossas visões de mundo. A arquitetura, ao contrário das artes plásticas. tem uma finalidade de uso, ela envolve, ela serve de abrigo. Como definir então uma obra que transmita um signo, que seja significativa para uma comunidade, uma classe social, uma nação ?

Quando eu te encarei frente a frente não vi o meu rosto Chamei de mau gosto o que vi, de mau gosto, mau gosto É que Narciso acha feio o que não é espelho (Sampa- Caetano Veloso)

Nós, arquitetos, temos uma visão do que seria o belo para uma obra arquitetônica. E mesmo assim existem várias viézes sobre isso. E quem não é arquiteto ? O que…

Energia solar em móveis de jardim

Adorei essa mesa de jardim, cuja superfície é coberta por células fotovoltaicas altamente eficientes, que captam a energia do sol e a transformam em energia para a casa. Diz o site Yanko Design que não há necessidade de instalações complicadas e que, ela, no seu desenho clássico é um eficiente meio de ajudar a poupar energia. Há a previsão de mais objetos nessa linha, que devem incluir um banco, a luz e o pólo de bandeira.

Me agradam objetos utilitários que consigam reunir um desenho agradável e uma finalidade sustentável. Parabéns ao criador, Afroditi Krassa. Pena que ainda seja apenas um protótipo, mas é resultado de 8 anos de pesquisa e assim que a patente sair, existe a possibilidade de comercialização em escala.

Pensamentos para 2009

SE EU QUISER QUEMEUS SONHOS SE REALIZEM, NÃO POSSODORMIR DEMAIS.
Não trate comoprioridade, quem te trata comoopção.

Essas duas frases, lidas em mensagens de e-mails me marcaram. Gostei delas e resolvi adota-las como princípios para esse meu 2009. Não dormir demais e acertar nas prioridades. Espero conseguir...

Casa de bonecas

Não, nada a ver com a peça de Ibsen, que aliás é maravilhosa, mas com essa estilosa casa em miniatura, do designer francês Paris Renfroe.

Toda baseada no conceito de construção modular , a M112 Podhouse já vem toda mobiliada e decorada com as últimas tendências do design.

Descobri no site Blog de Brinquedos e me lembrei com saudade das minhas casinhas de boneca da infância. Eu mesma montava meus móveis com caixas de fósforo. Tinha mobílias completas! Um prato branco fazia as vezes de banheira e a casa ocupava um quarto de serviço de minha casa...Mas confesso que nunca imaginei algo tão cool como essa casinha aí da figura.

Outras dicas interessantes do Blog de Brinquedos são esses brinquedos ecológicos. E acho que bem mais em conta que o mimo aí de cima, que é único e deve ter sido leiloada pela módica quantia de U$ 1.500,00....

Um 2009 cheio de grandes momentos para todos, nunca esquecendo de ousar e manter o espírito da nossa criança interior bem vivo !