Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Julho, 2013

Projetando para a criança - Montessori

Criar espaços que estimulem as crianças de modo que possam aprender com os seus sentidos e experiências. Esse o desafio de quem vai projetar espaços usando como base o método Montessori. Já falei sobre isso AQUI . Segundo ele, nascemos preparados para nos adaptar ao nosso meio ambiente e a maneira como nosso cérebro irá aprender a fazer isso é criada durante a primeira infância. Por isso o cuidado em oferecer às crianças condições para que possam experenciar o mundo por si mesmas, embora com a supervisão de adultos, que são facilitadores nessa descoberta. Kindergarten Fuji, Tachikawa, Tokyo - Japão Em um dos textos que li para escrever esse post me deparei com essa frase de A lvin Toffler: "Os analfabetos do século 21 não serão aqueles que não sabem ler e escrever, mas aqueles que não conseguem aprender, desaprender e reaprender." E é exatamente essa capacidade de adaptação e re-adaptação que deve ser estimulada em um ambiente de aprendizado. Essa a

Reforma em casa de campo com muita economia

Uma reforma em uma construção rural feita com muita criatividade e economia. Como? Usando como material básico painéis de OSB. O OSB é muito usado em estruturas de steel frame, em construção efêmera e em obras, tendo o mesmo uso da madeira compensada. Ele atraí pelo seu custo relativamente baixo. Já falei sobre ele e seus usos AQUI . E já usei em projetos de móveis, como esse balcão de muitos anos atrás, e o material resiste mesmo. Vejam AQUI o projeto e AQUI imagens do móvel pronto. E os autores usaram e abusaram do material. Para o meu gosto abusaram um pouco demais, gosto de um pouco mais de contrastes nos materiais, mas o custo deve ter sido um fator determinante e o efeito final não desagrada.

Uma luminária, vários tipos de material

O mesmo desenho, um soquete mas vários tipos de acabamento. Desde terracota até mármore ou concreto, essa luminária, a Material Pendant, pode surpreender pela simplicidade e beleza.    Designer: Noergaard & Kechayas

Reforma revitaliza casa japonesa

  Uma reforma transforma uma casa comum de cerca de 30 anos em uma pequena, leve e contemporânea casa fluída e segmentada por fora. E enorme por dentro, como é do feitio dos projetos japoneses que me agradam. Vide os muitos que já mostrei AQUI. Projetos dos arquitetos Mizuki Imamura e Isao Shinohara, do escritório miCO de Tokyo.   Segundo os próprios arquitetos o uso da madeira permitiu uma maior criatividade na estrutura, aumentando a possibilidade de usos e ambientes que respondessem às necessidades dos clientes. Fonte

Brinquedos (arte) feitos com reciclagem

Já que o assunto é criança e criatividade, olhem que bacana esse trabalho de Lisa Rupp , usando material reciclado como latas, bambu, pedaços de madeira. Divertidos, bonitos e exercitando o aproveitamento. Adorei! Fica a dica.    Conheça mais o trabalho de Lisa no seu site http://www.mixedmediamax.com/ Quer comprar? AQUI

Projetando espaços para crianças

Projetar para crianças sempre exige uma dose de criatividade em lidar com o espaço. Além dos cuidados com segurança, acessibilidade, cuidado com pontas agudas, entre outros, os ambientes devem ser lúdicos exatamente para aguçar a imaginação e criatividade inatas dos pequenos. As vezes nem tão pequenos mais...  Vivemos em uma época muito virtual. Nossas crianças são acostumadas à estímulos visuais e de informações desde muito pequenos. E por isso a oferta de ambientes que os chamem à atenção e despertem sua curiosidade se torna muito, muito importante. Fonte Fonte Na primeira foto lá de cima vemos o provador de uma loja infantil. Adorei a referência à Mondrian. Unir arte de forma sutil educa as crianças no aspecto estético e artístico.  O centro infantil da foto seguinte é absolutamente maravilhoso. Oferece livros e brinquedos em um local de descobertas e cor! Eu me senti em um mundo de fantasia. Formas e cores se mesclam ao branco das paredes e estruturas de madeira bem

Roof House - uma proposta urbana

Do escritório francês BETILLON / DORVAL‐BORY uma interessante proposta para um conjuntos de casas em um quarteirão de uma cidade japonesa. Esse projeto participou de uma competição internacional para uma série de oito casas. Com a proposta de um telhado de duas águas, aparentemente simples, eles lançam a ideia de casas elevadas, mantendo o chão livre como se fosse uma grande praça, permitindo visibilidade e vagas para estacionamento. Rasgos de iluminação mantém a luz natural dentro das casas com variadas tipologias.  Fonte :  betillon / dorval-bory  

Luz "aumenta" espaço em flat de 20 m²

Um pequeno espaço em Paris foi realmente bem aproveitado nesse belo projeto do Escritório de arquitetura francês BETILLON / DORVAL‐BORY.  Um dos recursos que esse escritório usa de maneira ousada é a iluminação que consegue setorizar e "ampliar" o espaço de maneira bem consistente. Leia mais sobre a iluminação AQUI e AQUI Usando cores e contrastes entre noite e dia, o projeto minimalista consegue criar ambientes de aconchego e setorização com economia de divisórias e mobiliário. Fonte

Inspiração do dia - Fotografar com alma

Não sei quanto a vocês, mas eu sou uma apaixonada por fotografia. Principalmente a que revela um olhar de sensibilidade, aquele olhar que nos faz ver algo além de nossa percepção comum. E por isso (também) me encantei com esse fotógrafo holandês chamado Jeroen van der Spek . Selecionei algumas fotos de sua galeria e elas me passam uma riqueza de ambientes e mais que esses, me passam uma riqueza de vida, de sustentabilidade afetiva, de lugar onde se vive, onde se ama, onde se cria. Elas são a minha inspiração do dia. E compartilho com vocês. Espero que gostem tanto quanto eu. http://www.jeroenvanderspek.com/

Garimpando na web - evolução urbana de NY em 3D

Estava testando o Good Nows que é uma agregador de notícias por assuntos (e até é bem interessante) e encontrei esse canal Web Urbanist . Fui pesquisar e olhem o que achei ! Uma postagem de uma empresa que faz, através Google Earth, uma amostra da evolução urbana de algumas cidades. Coloquei abaixo a amostra de Manhattan que começa no final do século XIX até os nossos dias. A gente sabe que as cidades se adensaram, mas visto assim, em uma animação, nos damos conta o quão rápido (em termos históricos) isso aconteceu . Procurei algum vídeo semelhante de cidades brasileiras, mas não achei. Alguns anos atrás eu tinha postado aqui um site com a Evolução Urbana do Rio de Janeiro que já era bem interessante, mas não tinha ainda essa agilidade dos vídeos como o abaixo. E ele me chamou mais a atenção porque li no jornal de hoje uma matéria sobre como o desenvolvimento urbano deve estar cada vez mais voltado para as pessoas e fiquei pensando o quanto o adensamento sem limites aca

Água emagrece

Pinterest Confesso a vocês que nem sempre tanta água quanto seria necessária. Apesar de já estar consciente da importância de ingerir bastante líquidos ( em especial água ), a minha rotina diária nem sempre me ajuda. No escritório eu tenho uma caneca que está sempre cheia na minha mesa. A cada pausa lá vai um gole. Minha irmã tem um aplicativo no computador que a lembra de beber água a cada meia hora, ou coisa assim.  Água faz super bem para nossa saúde, nos limpa por dentro, nos hidrata e nos ajuda a emagrecer. Minha caneca para beber água Ultimamente minha rotina de vida tem me obrigado a usar muito o home office (meu quarto que virou escritório). E mesmo em casa, estava me passando na água....Por isso adorei a moringa que ganhei semana passada! Talha de água, talha de barro, também conhecido como bilha, pote, purrão, quartinha, quartião moringa ou muringue é um vaso geralmente de barro, cerâmica ou porcelana de grande bojo, vários tamanhos e formatos, onde normalmente

Esculturas que revelam leveza

Oscar Vautherin Villar . Esse é o nome do artista dessas belas esculturas que me encantaram sobremaneira. Elas brincam com a impermanência  , com a terna mudança das coisas. Talvez pelo momento tão denso em que vivemos, precise de uma leveza que me leve ao belo, ao ideal, ao que se move e vive. IMPERMANÊNCIA Há pensamentos que vêm e vão. Há amores que vêm, ficam e passam. Na vida, tudo é transitório, nada é fixo. Há coisas que ficam por um tempo, outras por um tempinho, e outras mais por um tempão. Porém, tudo passa. O traço característico da existência terrestre é a impermanência. Logo, o apego a algo é uma ilusão, pois nada nos pertence para sempre. As pessoas dão muita importância a coisas que não valem a pena. Na verdade, nada é importante, a não ser a experiência da vida que passa. No Universo só há três coisas permanentes: Deus, o Amor (que faz a magia da luz acontecer) e os espíritos (que também somos nós). - Wagner Borges –