Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2010

De como a sustentabilidade pode ser lúdica

Muitas vezes a ideia da sustentabilidade é vista como algo muito alternativo, como se fôssemos viver eternamente de reciclagem, ou morando em casas de garrafa pet com telhados de feios painéis feitos de embalagens tetra pack. Todos já ouvimos falar dos eco-chatos e de como se enfatiza o menos (menos gastos, menos uso de água, etc, etc). Não deixa de ser um banho de lirismo arquitetônico ouvir esse jovem arquiteto vindo de uma região tão gelada vir com ideias - e atos- tão lúdicos e interessantes. Uma arquitetura que brinca, ao mesmo tempo que age ecologicamente "bloqueando o vento, coletando energia solar... e criando visões impressionantes."

"Historicamente o campo da arquitetura tem sido dominado por dois elementos opostos, extremos :
De um lado, uma avant-garde cheia de idéias malucas. Originária da filosofia mística, com um fascínio do potencial formal de visualizações de computador são muitas vezes tão distantes da realidade que não conseguem se tornar algo diferente…

E o sol cai

Tarde de domingo preguiçosa, sol lindo que se vai. Hoje o dia foi de descanso da mente e convivência em família. Tenho aproveitado muito os fins de semana para pesquisar ou adiantar o trabalho, mas não é a toa que os fins de semana foram criados. A mente precisa de um período de ócio, de parada para poder assimilar e se regenerar.
Então hoje foi dia de carregar as baterias. E aproveitar a vida.

Arquitetura chilena - Olisur: Olive Oil factory

--> Gosto de aproveitar essa época de Copa do Mundo para pesquisar e conhecer mais sobre a arquitetura dos países que são nossos adversários ou que sediam a Copa. Já fiz uma postagem sobre a Africa do Sul, os estádios da Copa em 3D e sobre o design coreano. (Tudo bem, eu sei que o Brasil jogou contra a Coréia do Norte, mas é difícil achar matérias sobre eles.) Tentei achar alguma matéria sobre a arquitetura da Costa do Marfim, mas foi quase impossível, mas minha amiga Ada fez uma bela pesquisa sobre esse pais que eu recomendo a leitura. Vejam AQUI
O Chile, nosso vizinho, tem uma série de bons exemplos para serem mostrados. Dentre eles gostei desse projetode linhas simples, uma reinterpretacão da arquitetura anônima encontrada no vale central chileno. A fábrica utiliza energia geotérmica, iluminação e ventilação natural. Segundo os arquitetos, todos os materiais utilizados na produção do azeite são biodegradáveis. Esta obra obteve a Medalha de Ouro na Bienal de Miami 2009 nos Estad…

Trazendo calor para dentro de casa

--> Chove lá fora e faz frio. Nessas horas é bom contar com um ambiente quentinho, quem sabe uma boa lareira ou algum outro tipo de aquecimento para casa. A Maria Alice Miller fez uma ótima postagem sobre biolareiras em seu blog e me conclamou a falar sobre pisos radiantes. Vou tentar. 
Pois é, os pisos radiantes são um sistema de aquecimento onde tubos que fazem a circulação e distribuição do calor são colocados abaixo do assoalho. Não ocupam espaço, não geram fumaça, seu calor é gradual e uniforme, não precisando de muita manutenção. Mas precisam ser colocados antes do piso e são relativamente caros. Válidos para quem como eu mora em clima frio como Porto Alegre, costuma ser mais usado em pecas maiores. Mas permite o conforto de andar de pés descalços no inverno. Podem ser hidráulicos ou elétricos Saiba mais AQUI Alguns fabricantes Giacomet Broilo E foi lançado também no mercado o painel aquecedor elétrico ECONO-HEAT. Feito de fibra de cimento sem amianto e com uma resistência elét…

Contemporaneu Revista digital feita por arquitetos

Mais uma revista virtual, a Contemporaneu - arquitetura contemporânea é, segundo o seu site, a primeira revista brasileira dedicada à arquitetura contemporânea nacional e mundial. A revista é feita por arquitetos e abre espaco para que profissionais e estudantes possam enviar suas obras e projetos.A proposta me pareceu muito interessante e o conteúdo também. A conferir. Fica a dica.

Vitrine virtual para construção sustentável

Através do boletim do Instituto Akatuconheci o portal “Construção Eficiente" que é uma espécie de vitrine virtual em que são expostos produtos inovadores sob o ponto de vista de preservação ambiental. Segundo o  site do Instituto AkatuO portal se destina principalmente a engenheiros e arquitetos porque são eles que tomam as decisões quanto aos produtos a serem usados em uma construção”, diz Karina de Souza, sócia da Rudra Tecnologias Sustentáveis, empresa que desenvolveu o portal. “Mas também há pessoas que estão construindo e têm interesse em fazê-lo de forma ecoeficiente. O ‘Construção Eficiente’ é uma ferramenta que atende a todos eles.” Vale a pena dar uma olhada, se cadastrar (é grátis para arquitetos e profissionais) e conhecer vários produtos sustentáveis e já poder pedir orçamento dos mesmos.  Dou os parabéns a toda a iniciativa que facilite a interação entre profissionais e fabricantes, e que ajude o meio ambiente.

Design coreano

Trabalhos do designer coreano Bae se-hwa Gostei muito do trabalho elaborado do material com um resultado plástico limpo, orgânico e belo.

Centro Marítimo - Arquitetura em madeira

Projeto para o Helsinki Seafarers´ Centre, situado na entrada principal do porto de Vuosaari.  Edifício público, deve servir como local de descanso para os marinheiros que chegam de viagem . Para não se perder no meio de armazéns de aço existentes no porto,  foi pensada uma forma  suave, executada em madeira, material que refere  à construção de navios.  O outeiro preservado, com árvores e pedras, é uma parte essencial da arquitetura do edifício.  A estrutura de madeira do edifício e vigas de madeira do folheado laminado foram reforçadas por paredes de concreto fundido no local. De maneira geral o resultado é uma estrutura simples,mas aconchegante com formas orgânicas que acolhem e convidam à permanência.  

Arquitetos: ARK-house Architects
Localização: Helsinki, Finlândia
Equipe do Projeto: Kareoja Pentti, Lee Seung-Ho, Pasi Kinnunen
Projeto Ano: 2009
Fotografias: Tiainen Jussi


Um ventilador estiloso

Eu gosto de ficar pesquisando por aí e vendo as novidades em arquitetura e design. 
Esse ventilador me chamou a atenção pela sua forma limpa e diferente. Esses aparelhos são uteis nos dias de calor, mas em geral são estéticamente muito feios. Segundo o fabricante, o Dyson Air Multiplierusa a tecnologia Air Multiplier ™ para produzir um fluxo ininterrupto de ar suave, sem aquelas desagradáveis batidas dos modelos tradicionais.Além disso como não tem pás ou grades, são seguros e fáceis de limpar. 
As pás dos ventiladores comuns cortam o ar antes de chegar ao ar por isso trazem uma sensação não muito agradável. Já esse modelo amplifica ar circundante, proporcionando um fluxo ininterrupto de ar   suave. Você pode comprar AQUI

Arquitetura viva

Segundo Rachel Armstrong, a superfície dos prédios pode oferecer uma grande oportunidade de interagirmos de maneira natural e saudável com o mundo que nos cerca. Vários exemplos dessa conexão tem sido usados por arquitetos ao longo dos anos. Um exemplo é a ponte viva de Cherrapungi, no nordeste da Índia, que é de ramos naturais guiados pela mão humana. Vence um vão de mais de 30 metros e suporta o peso de 50 pessoas. Outros exemplos : As obras de Gaudí (1852-1926). Através de tecidos recheados de argila suspensos que ganhavam forma gracas a gravidade, ele conseguiu efeitos visuais fantásticos. E o arquiteto americano Matthias Hollwich que trabalha no sentido de que será possível criar cidades com toda a energia fornecida pelas plantas.Rachel projeta em suas pesquisas arquitetônicas o uso das protocélulas. Elas são uma espécie de tecnologia viva, pois se movem, “sentem” e modificam o ambiente a sua volta, isso apesar de não terem nenhum DNA. Um de seus experimentos é  capaz de re…

Daylight by Daniel Rybakken

Fantástico o trabalho do designer noruegues Daniel Rybakken que cria a cria a ilusão da luz do dia, através de efeitos subconscientes de luz natural. Acima um exemplo de sua intervenção em um prédio de escritórios, que não possuia luz natural. Foram colocados painéís iluminados por LEDs na parte traseira.Podemos ver que o resultado final ficou muito interessante.

Revista digital RG Móvel

Revista digital RG Móvel Para quem não conhece, revista digital dirigida ao setor moveleiro e marcenarias. Particularmente acho essas revistas digitais muito interessantes. Economizam papel e espaço em nossas prateleiras e  informam bastante. Essa, por exemplo, conheci através da LUSH  e tem matérias muito boas sobre tendências de tecidos, materiais, pecas e maquinário para o setor moveleiro. Em priscas eras* a gente tinha que pesquisar nos folders e ir atrás de informações, e isso era demorado muitas vezes. Hoje basta um ou dois cliques e o mundo entra em nossas necessidades.

*Significa "tempos antigos. A origem remota é o latim pristinus, antigo, de outrora. A partícula inicial pris, indicadora de estado anterior, caiu em desuso, mas está presente em priscus, muito antigo, sinônimo de pristinus. Daí a expressão “priscas eras”, tempos antigos.
*

Lixo que vira design

Criações de Fernando Nacarato, arquiteto e cenógrafo, que faz arte e móveis com sucatas. Acima, poltrona feita de retalhos de tecidos, mesa de centro em vidro e papelão e mesa de apoio ou pufe usando latinhas de alumínio.

Veja mais no site de sua empresa "Inventi"


Alfabeto - Arquitetônico- da Steingruber

Nas minhas navegadas achei esse maravilhoso alfabeto arquitetônico de Steingruber reunidos em um livro. 

É o "Architectural Alphabet - 1773" de Steingrubber.



Segunda versão da letra 'A' de 1773 "Steingruber de Architectonisches Alphabeth.

Letra 'E' de 1773 "Steingruber de Architectonisches Alphabeth. No alfabeto Steingruber, publicado em 1773, cada letra do alfabeto é transformado em uma planta de um edifício palaciano. Steingruber (1702-1787) era filho de um mestre pedreiro de um lugar chamado Wassertrüdingen an der Wörnitz, perto da cidade de Dinkelsbühl. Depois de um estágio em que trabalhou na construção de palácios de Mannheim e Rastatt, foi a serviço de Friedrich Carl Alexander. Logo foi nomeado inspector judicial e público, e mais tarde foi feito o arquiteto principal do conselho de administração de obras. Além de completar muitos projetos de construção, Steingruber expôs sobre a teoria da arquitetura em seus livros Architeccture Ci…

Arquitetura sul africana - Luyanda Mpahlwa

Aproveitei a Copa do Mundo para pesquisar um pouco sobre a arquitetura da Africa do Sul. Assim como no Brasil existe um monopólio de informações sobre o eixo Rio-São Paulo, a arquitetura africana tem muito pouco espaço na maior parte das nossas revistas e literatura arquitetônicas.
Uma das páginas que pesquisei é sobre Luyanda Mpahlwa, sócio da MMA Architects, na Cidade do Cabo, na Africa do Sul. Eles são responsáveis por um projeto inovador de habitação em Township, que recebeu o Curry Stone Design Prize, um prêmio de U$ 100.000 dedicado aos designers que planejam soluções para populações pobres. Seu projeto de habitação premiado, iniciada pela organização sul-Africano, Design Indaba, a pioneira de novas soluções de habitação acessível, possui paredes exteriores composta de sacos de areia.
O arquiteto sul africano Luyanda Mpahlwa passou duas décadas na prisão e no exílio em função de suas atividades anti-apartheid. Ficou aprisionado na Ilha de Robben, complexo penal onde Mandela fico…

Copa do Mundo

A lembrança mais longínqua que tenho de Copas do Mundo é uma multidão na praça central de Novo Hamburgo, escutando uma transmissão de rádio em um alto falante. A multidão explodiu em gritos. Gol do Brasil. Devia ser em 1962 e eu devia ter uns cinco anos.
1966 passou voando. TRIM no TRI. Foi só um susto.
Marcante foi a de 1970. Morava em Brasília e cada jogo era uma festa comemorada com buzinaço e carreata. Minha bandeira verde e amarela, feita pela mãe, foi roubada por um rapaz em um caminhão. O pai enfrentou a turma e recuperou meu troféu. Meu herói.
Era tempo de bolinhos de Copa. Coisa boa...era tradição a cada quatro anos...
Chegada dos campeões. Fomos de caminhão no Eixão, uma festa popular. Vivíamos numa ditadura, mas éramos TRI campeões do mundo. 90 milhões em ação...Prá frente Brasil, salve a seleção...
1982. Copa do final da faculdade. Trabalho de diplomação. Jogo ? Só de soslaio. Fomos campeões morais, nosso bonito futebol parou na Franca. Mas eu me formei.
1990. Itália. Tin…