Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2013

Usando tijolo na decoração

O tijolo, seja bruto, seja com um bom acabamento é um material que confere um ar rústico e muito aconchegante a um ambiente. Separei algumas fotos que tinha aqui no meu arquivo (e elas saíram dos google, dos Pinterest e dos Tumblr da vida).

Eu gosto muito da união do tradicional com o tijolo. Uma herança de casas gaúchas eu creio, mas elas me lembram casa da vó da gente. Uma janela de vitrô, uma luminária em ferro, a estrutura aparente. Tudo isso casa bem com o material. 
Adorei esse aproveitamento de um antigo fogão usado para a lareira! Ficou muito charmoso! Esses aquecedores em que se podia aquecer a chaleira do chimarrão fazem parte de minha memória afetiva.

E nem sempre é preciso usar o tijolo de verdade, seja descascando as paredes, seja usando plaquetas. Já existem papéis de parede com imagens de tijolos que podem ser usados. 

Esse relógio nessa meia parede de tijolos ficou extremamente charmoso. 

Essa é uma linguagem que fecha perfeitamente com a ideia de um loft que sempre lembra …

Casa Jardim em Tóquio

Mais uma casa japonesa que alia transparência e verde em plena perspectiva urbana. A imagem ao lado nos pega pela surpresa, acostumados que estamos ao padrão de construção das cidades.


O arquiteto ryue nishizawa projetou a House & Garden em Tóquio. Uma união de lajes em concreto, fechamentos transparentes e muita vegetação.








fotos © iwan baan

Veja mais fotos da House & Garden AQUI.
E outro projeto do mesmo arquiteto AQUI 

Processo da Arquitetura

Como é o processo projetual de um/a Arquiteto/a? 

Difícil de mensurar. Me lembro quando estava no mestrado, tinha gente pesquisando os tais processos de qualidade. Para mim, mensurar quantitativamente o processo de projetar, na época, me parecia surreal. 

Já escrevi aqui um chamado sobre "Como você projeta? "   onde expliquei mais ou menos como funciona o meu processo. 
E agora achei um guia rápido falando sobre isso nesse site, descrevendo exatamente o Processo de Projetar. Vale a visita para visualizar a quantidade de material gerado por um projeto.

Vamos passear por ele?Passo 1: Entrevista e discussões iniciais Esse passo é fundamental. Na minha experiência profissional já posso até dizer quando um projeto vai dar certo ou não. É preciso empatia com o proprietário. Não, não se precisa pensar igual, nem quer dizer que vamos ficar amigões, mas é preciso uma cumplicidade e empatia para atingir um objetivo comum. E, fundamental, é a etapa onde vai se compreender o problema alvo. Se…

Tragédias anunciadas

Desdequeacordei no domingo acompanhei via redes sociais, rádio e TV, tudo o que acontecia em Santa Maria/RS. Santa Maria é uma cidade adorável, tenho lindas lembranças de lá desde a minha época de estudante. Me lembro de ir para lá de trem (!) e chegar direto para as baladas. Impossível não se comover com tantas mortes que aconteceram na casa noturna. Primeiro e sempre pelas vidas que se foram. E pela dor dos que ficaram. E aí um post que li da Samantha me fez refletir bastante. Leiam AQUI.

Outra pelo lado profissional. E desculpem se também aqui não coloco informações técnicas. Ainda estou impactada por tudo o que houve e não tenho conhecimento das perícias e das reais condições de tudo o que aconteceu. Mas algumas coisas são basicas e não acontecem apenas ali. 

Saídas de emergência: é fundamental que sejam dimensionadas para uma rápida evacuação. Existem códigos que orientam os tamanhos mínimos, elas devem ser bem sinalizadas e não haver obstáculos.Exaustão. É preciso que esses locais…

Um novo olhar sobre as cidades- ruas sustentáveis

Fui conferir uma dica que o amigo Gustavo Lisboa postou no facebook e topei com esse site super interessante - DOC VERDADE - documentários por um mundo mais justo.

E escolhi esse daqui, sobre as ruas sustentáveis de NY, na visão de Sérgio Abranches. Ele é curto, tem uns 3 minutos e vale o tempo. Em Porto Alegre, como nas cidades brasileiras de modo geral, vê-se muita preocupação com o automóvel e muito pouca com meios de locomoção mais saudáveis como bicicletas. E aqui é temerário optar por uma bike para transporte diário. Não há ciclovias em número suficiente, não há educação do motorista que disputa seu espaço cada dia mais apertado com motos e bikes. Hoje mesmo estava lendo sobre a morte de um estudante de odonto, Cauã Coutinho, atropelado por um carro. Cauã fazia parte da Massa Crítica, um movimento que celebra a bicicleta como meio de transporte.

Ver como a cidade de NY está encarando esse problema, com muito planejamento e resgantando as ruas como espaços de convivência e não ape…

Banquete na Torre de Babel

O que fazer em uma quinta a noite de janeiro em Porto Alegre? 

Conhecer um pouco mais a Babilônia, sua escrita e seu cotidiano. E tudo isso regado a bons vinhos, excelente comida e ainda conhecendo pessoas cultas e interessantes. 

Como? 

Indo a um Banquete Clio.

Quando se fala em Babilônia logo nos vem a mente os jardins suspensos. Ao lado uma representação do que se imagina que tenham sido. Mas não foi sobre eles que a Dra. Kátia Pozzer nos falou e sim sobre a escrita e de como se formavam os verbos ou palavras a partir de outras. Algo assim como pegar os símbolos de boca e mão e gerar o verbo - rezar ou orar. E uma das mais lindas, o que seria a descrição de um chefe de cozinha: aquele que torna uma comida bonita. Perfeito!
E através dessa descrição nos passava um pouco da cultura daquele povo. 

Eu sou uma apaixonada por História, principalmente a história do cotidiano, de como a gente pode sentir que se formavam as sociedades, como elas viviam, o que valorizavam. Não consigo conceber est…

Um bistrô elegante e acessível

Adoro quando recebo dicas legais de locais diferentes e criativos. 

O colega Massimo Castoldi sempre me brinda com várias delas. 

Eu estava aqui, sem ideias do que mostrar e eis que ele me surge com esse maravilhoso bistrô, o Pisacco

Situado na charmosa cidade de Milão, ele é projeto do arquiteto Vudafieri Saverino.

A estrutura original do prédio foi valorizada nos dois andares do restaurante, o que realçou ainda mais a proposta de formas mínimas e design elegante. 

Inusitadas luminárias pendentes, toques de humor no neon (mas dentro de um correto equilíbrio), mobiliário funcional e aproveitamento da luz natural fazem desse restaurante um ambiente contemporâneo e ousado.

Um lugar onde desfrutar de boa comida milanesa, com conforto e sem ostentação. Do jeito que eu gosto.  




Fotos © Santi Caleca
Fonte

Caminhos da Arte

Hoje eu precisava um assunto ameno. Algo que me fizesse descansar a mente. Mais que isso, algo que me fizesse transcender e ver que a Vida é bela, é sublime. E nada como a Arte para nos mostrar que a somos mais que sobreviventes.

Nesse belo video acompanhamos a trajetória de uma jovem pelo Museu do Louvre. Me lembro minha primeira visita a ele. O fascinio da História que sabia ter acontecido ali, reunido a imensa e bela coleção de estátuas, pinturas, legendas. Ver a Vênus de Milo ao vivo, a Vitória de Samotrácia, a Mona...tudo isso me resgata uma emoção que perdura.


Path of Beauty from Florent Igla on Vimeo.

Madeira de Demolição - moda ou atitude

Falei aqui sobre vários projetos utilizando madeira de demolição. 

Ela tem um efeito super charmoso e é um aproveitamento bem legal de algo que poderia ir parar no lixo ou no fogo. 

Mas...

Tudo tem dois lados. A Maria Alice Miller, do blog Casa com Design  trouxe a baila em um grupo do Facebook um texto bem polêmico que alerta para um lado do uso da madeira de demolição. 

Veja AQUI o texto completo.  Chama-se Madeira de Demolição, porque não usar de Daniel Maia Marques.

Quando o aproveitamento, mais que um reúso de algo que iria fora, se torna moda e passa a ser especificado por arquitetos e designers e gera demanda, ele acaba subvertendo a ideia de sustentabilidade e pode gerar maior predação da natureza. 

Sem contar que não temos a completa certeza de que o que nos vendem por madeira certificada ou de demolição seja exatamente o que imaginamos que seja. 

E é complicado para quem está na cidade saber se algo é feito realmente com manejo sustentável ( e digo isso por uma mensagem que me aler…

Aproveitando pequenos espaços para armários

Sabe aqueles cantinhos que parecem não ter função? Pois ali podem surgir boas soluções para guardar coisas.

Tudo bem, você não é uma pessoa acumuladora. Mas a não ser que você seja minimalista ao extremo, sempre vai ter uma duas ou três coisinhas que precisarão ficar escondidas. Ou guardadas. 

Por exemplo, uma coleção ou suas bijuterias, ou mesmo joias. Uma nesga de espaço como esse do lado já dá para bolar um porta trecos, sejam esses, ou cintos, ou gravatas. E pode ter chave se forem objetos valiosos. Eu ia adorar ter um assim.




Banheiro é outro lugar onde sempre se precisa de uma gaveta a mais. Gostei das soluçôes que aproveitam a bancada da banheira e da separação do vaso para práticas portas. Podem ser feitas em gesso acartonado para áreas úmidas.

Cozinha. Esse é um local onde é tudo mais um espacinho. Um então que esconda os eletrodomésticos e os deixe a mão e prontos para o uso é um sonho de organização!

Vejam que bons exemplos de porta temperos na bancada e porta com prático quadro…

Brinquedoteca II - Expanda-se

Há tanta ideia legal para se expandir em um espaço de brinquedos que tive que repetir o assunto. Até porque me fascina brincar com o espaço. Brincar literalmente e não apenas nesse jargão decorativo que virou moda.

Gosto da ideia de pegar caixotes de feira, armar um plástico por baixo ou jornal, pegar uma lata de tinta com pincel ou spray e mandar ver. Uns rodizios abaixo, uma inscrição e eis a caixa de brinquedos, super bonita e que acompanha pela sala. 
 Essa ideia me fascinou!!! Quando eu era protótipo de aborrescente eu adorava pregar coisas pelas paredes. Por sorte meus pais deixavam que eu fizesse isso no meu quarto, até que flagrei uma conversa com um psicologo amigo dizendo que não se preocupasse, que era coisa da idade, que ia passar. Lógico que me tolhi e acabei tirando alguma coisa. Mas imagine se tivesse um mural assim, com cara de galeria de arte para ir pregando as obras primas ??!!!

São umas ripas com preguinhos e presilhas presas neles. Assim dá para ir variando de folha…

Quarto de brincar - cor e imaginação

Para quem tem o luxo de poder contar com um espaço para a brinquedolândia, as palavras basicas são em geral: cor e alegria.

Um espaço para a criançada se expandir, poder se espalhar, fazer de conta. O fazer de conta é uma das experiências mais sérias que temos na vida. É no fazer de conta que brincamos de futuro, que o imaginamos, que mimetizamos atos e vontades. Brincamos de fazer de conta que...

E isso é bom demais. Tanto que habita nos sonhos dos adultos desde sempre. Não é a toa que muitas das séries famosas de hoje falam de Once Upon a Time...Era uma vez...

Cores vivas nas paredes, sem muitas regras. Se possível uma tinta quadro negro  . Muitos locais onde armazenar brinquedos, de preferência que a própria criança possa organizar e assim aprender a lidar com as suas coisas.
Pincei no Pinterest algumas ideias bacanas e não muito dificeis de serem feitas. Uma pintura na parede que possa enriquecer as brincadeiras, um balanço preso no forro, quadros divertidos em forma de letras que a…