Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Maio, 2014

Casa de baixo custo - Vo Trong Nghia

O trabalho do escritório VoTrongNghiaArchitects é muito interessante. E variado. Já mostrei aqui um café sustentável em bambu, uma casa que tem uma cortina verde na fachada e um resgate das árvores tropicais na cidade.
Pois agora mostro aqui uma proposta de habitação de baixa renda para a população vietnamita. Usando recursos e materiais naturais e locais e otimizando as funções de espaço, o escritório criou dois protótipos de baixo custo. Um para habitação e outro como escritório. Os dois com a mesma modulação. A construção experimental foi aproveitada como um jardim de infância em uma província daquele país.Veja AQUI mais detalhes do projeto

Gostou? Compartilhe com seus amigos!

Curta no Facebook  Assine no Flipboard

Quero que você me aqueça nesse inverno - lareiras para todos os gostos

Para quem mora na parte meridional desse país dito tropical sabe que lareiras não são um luxo, mas um desejo da maioria das pessoas. O frio quando chega é de lascar. E quase sempre muito úmido.
Daí a vontade de se recolher e ficar vendo o fogo é enorme!!! Além do calor, a sensação de aconchego é reforçada com o movimento das chamas. Diria que elas são quase hipnóticas.
Nem sempre se consegue ter uma lareira convencional seja pela impossibilidade de colocar chaminés ou pela atitude de não gastar muita lenha. Para isso existem as práticas lareiras a etanol
Para quem optar por uma lareira convencional é interessante fazer uma análise do ambiente e da metragem cúbica a ser aquecida. Existem hoje as práticas lareiras pré fabricadas já do jeitinho que é perfeito para aquecer. E podem receber os mais variados revestimentos.
Não esqueça da segurança. Fogo é fogo. Merece todo cuidado ao manusear. Materiais não inflamáveis nos revestimentos e piso próximos são fundamentais. Se tiver crianças ou…

Tornando nosso ambiente construído mais sustentável - livro download gratuito

A sustentabilidade na Arquitetura e na Construção Civil em geral tem se tornado um imperativo cada dia mais necessário. Muitas pessoas pensam, erroneamente, que construir um prédio sustentável é muito mais caro. Mas não, segundo pesquisas do setor, eles em geral custam 2% a mais. E contando com os custos menores de água e energia e os benefícios à saúde, eles acabam por se mostrar bem mais atrativos. 



Um livro muito interessante chamado “Tornando nosso ambiente construído mais sustentável – Custos, Benefícios e Estratégias”, do norte-americano Greg Kats, é disponibilizado para download gratuito pelo SECOVI AQUI .Recomendo a leitura do artigo do link que mostra mais dados sobre as vantagens de se construir pensando e usando critérios de sustentabilidade na construção.

Veja mais sobre o assunto em 

Falando sobre sustentabilidade na Arquitetura

Sustentabilidade onde achar os materiais

Vitrine virtual para a construção sustentável 

Consumidor da construção : seis perguntas pertinentes

Arquitet…

Refúgio urbano com telhado verde e vista deslumbrante

Não seria maravilhoso ter um local como esse para descansar da rotina de nossas grandes cidades? Pois vendo essas imagens do Lakeside retreat nos Estados Unidos, lembrei de uma conversa que tive esses dias com uma amiga. Ela sugeria que pensássemos em uma comunidade cooperativa para os velhinhos solitários (assim como nós, que não temos filhos) poderem passar uma velhice bonita e bem cuidada. Lógico que pensamos em algo bem ecológico e esses tetos verdes e essa natureza me lembraram logo essa conversa. 
Algumas alterações básicas...menos escadas já que barreiras físicas são ruins para quem já passou de algumas primaveras. Mas os locais de lazer! Perfeitos! Local para convivência, muitas festas, local para esportes....uma ideia para se pensar com carinho.  
Sonhos e projetos a parte, esse projeto é deveras interessante como proposta de refúgio comunitário.




Fazer Arquitetura acontecer através de Crowd Funding

Make Architecture Happen ou Fazera Arquitetura Acontecer é uma nova plataforma que pretende "revolucionara nossa forma deconceituar, projetar e financiar osprojetosde amanhã" e tudo isso usando o "potencial ilimitadodeCrowd-Funding" para conectar quem projeta e quem faz acontecer para financiar projetos inovadores pelo mundo. (leia AQUI mais postagens com exemplos de Crowd Funding na arquitetura)

É muito difícil para um jovem arquiteto, e mesmo para os não tão jovens, poder fazer seus projetos serem reconhecidos e tornados realidade. Historicamente muitos de nossos gênios na Arquitetura foram beneficiados por mecenas, sejam políticos, reis ou empresas. Ou seja, quem detém o poder e a chave do cofre. Outros tantos projetos que nem sempre interessam aos interesses comerciais ficaram apenas no papel (hoje nos computadores) e nas boas intenções.   

Mas hoje, através do Crowd-Funding e da internet, é possível unir projetos inovadores com pessoas dispostas a apostar neles…

Segunda pele renova antiga casa urbana - House with Big Window

Uma reforma muito interessante faz com que uma casa deteriorada do século XIX ganhe uma nova vida e com recursos que garantem eficiência energética.

Projeto dos arquitetos italianos Alessandro Armando e Manfredo Robilant a casa chamada de "House with Big Window" se localiza em Cambridge Massachusetts e foi renovada pelo uso de uma segunda pele, ou seja painéis translúcidos que permitem que a luz natural penetre, mas garantem o isolamento. E segundo eles com um custo acessível.

Acho muito interessante esse tipo de solução porque desde muito tenho a noção de que a sustentabilidade passa pelo reaproveitamento e readequação de nossas cidades e suas construções. Acho bem interessantes soluções pontuais como criar novos bairros, novas cidades e /ou novas construções com toda a tecnologia sustentável que dispomos. Mas não podemos descartar ou implodir o que já existe. Muito mais racional se conseguirmos reaproveitar e readequar, não é verdade?

Segundo o que pude pesquisar em alguns s…

Quem vê fachada não imagina o interior - Case House

Uma casa minimalista. Um espaço amplo e claro como os projetos japoneses.


O programa: um residência pequena para um casal com uma filha pequena. Projeto de Jun Igarashi Arquitetos em Sapporo, uma grande cidade japonesa. Eis a Case House.

A forma? Um retângulo branco com janelas. Mas no interior! Um enorme espaço aberto com sete metros de altura aproximadas e ligados por duas escadas esculturais! 

São três níveis. No primeiro a sala de estar e três pequenos lofts. A do meio para a menina. E o último nível para o dormitório dos pais. 



Observações: Já cansei de dizer que adoro projetos japoneses e como sabem lidar com a fachada e programa externo causando surpresas e encantamento. Mas apesar de todas as belezas do projeto, ele não é obviamente um projeto acessível e nem lá muito seguro para crianças pequenas. Aquele mezanino aberto (eu aposto que ele tem vidros...mas mesmo assim....) me dá arrepios, ainda mais ao ver o tamanho da menina descendo as escadas. Mas vai ver que é o meu lado cuid…

Usando paletes - Dicas

Na verdade os paletes são estrados usados na movimentação de materiais em lojas, super mercados, feiras. Podem ser de madeira, plástico ou metal. Normalmente os que vemos em reaproveitamento na decoração são os de madeira que podem ter as mais variadas reutilizações.

Onde encontrá-los ? Em feiras tipo Ceasas, super mercados, mercadinhos, caçambas de lixo. Ou se preferirem mais comodidade, na internet. Uma boa garimpagem no Google vai mostrar alguns sites onde comprar. Se a opção for pela economia vale a pena procurar nas feiras e mercados antes por que pode-se achar por um preço menor.  

Alguns cuidados na compra ou escolha do palete: veja se estão em bom estado, se não tem cupins ou mofo. Cuide para que sejam lixados para não ter felpas que possam machucar, especialmente se houver crianças. Os de madeira requerem um tratamento cupinicida. É importante checar se não transportavam agrotóxicos ou qualquer mercadoria nociva - e por isso talvez seja mais garantido não recolhê-…

Reforma com critérios de sustentabilidade

Uma reforma para um casal com dois filhos pequenos que levou em conta critérios de sustentabilidade, com o uso de materiais e tecnologias consideradas verdes cria uma casa arejada e aberta ao exterior.
Já tinha mostrado essa casa quando falei em telhados verdes, e agora tenho a oportunidade de mostrar mais fotos do projeto. Pena que não consegui ver como era antes. Gosto desse exercício do antes e depois porque nos dá a dimensão real da mudança.
Projeto do escritório Feldman Architecture que tem como filosofia de trabalho a dedicação à responsabilidade ambiental, tendo recebido prêmios por projetos sustentáveis que primam pelo uso de tecnologias e materiais certificados e com ênfase em sustentabilidade.




A 2 Bar House se localiza na Califórnia e usa materiais como pisos sustentáveis, placas fotovoltaicas, telhado verde e amplas esquadrias deslizantes  que permitem não apenas o contato com o exterior, como o melhor controle da luz e privacidade.

Fotos Joe Fletcher