Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Novembro, 2004

Ciro Perondi

"A arquitetura é um discurso sobre a vida. Você preenche uma folha em branco com aquilo que há dentro de si. Então, se você leva uma vida "pequeno-bruguesa", lê livros medíocres, escuta música ruim e assiste a determinados programas de televisão, seu imaginário será pobre. Logo, sua arquitetura também será pobre. O que fazemos na Escola da Cidade é ensinar o aluno a refletir sobre a arquitetura e, de alguma forma, educar as pessoas para o Brasil, formar cidadãos conscientes da realidade do seu País e do tipo de arquitetura que eles devem ou não praticar."
Entrevista para AU nº128/nov. de 2004

Conselho de Arquitetura e Urbanismo - CAU

O Senado Federal aprovou hoje, 24 de novembro de 2004, por unanimidade, na reunião da Comissão de Assuntos Sociais, o Projeto de Lei nº 347/03 que regulamenta a Arquitetura e Urbanismo e cria os Conselhos de Arquitetura e Urbanismo - CAU

Conselho Diretor do IAB-RS

A tramitação do projeto pode ser acompanhada na página www2.senado.gov.br/sf/

entre em Atividade Legislativa/link Matérias e digite o número do Projeto (347) e o ano (2003)

Cartier-Bresson, os livros e a Praça

Véspera de finados, segunda luminosa de primavera com gosto de ressaca eleitoral. Fazer o quê em um semi-feriado ? Tomar um banho de civilização e correr para a Praça da Alfândega em Porto Alegre para percorrer as barracas da 50º Feira do Livro que acontece todos os anos e torna mais linda essa cidade.
Uma parada aqui e acolá e eis que o bolso fica mais leve e a biblioteca mais apertada. Dois livros do Prof. Ivan Izquierdo, Tempo de Viver e Silêncio por favor ! E ainda O lugar da Crítica da Ruth Verde Zeine Habitat Latino-Americano do Roberto Segre.
E nada para levantar a moral e se sentir em pleno primeiro mundo do que fazer uma visita à exposição de fotos OLHO VIVO com fotográfos brasileiros e as fotos (imperdiveis) de Henri Cartier-Bresson. Está no magnifico prédio do Santander Cultural.

Paulo Mendes da Rocha - Entrevistas

" Essa é uma questão mais particular, porque tudo é público. A idéia de espaço já envolve o público. Não há espaço privado. O conceito de espaço contém a dimensão pública, uma dimensão pública de seja o que for. Você vê a casa da dona Zica, da Mangueira, que fazia a feijoada. A casa dela se tornou pública. Não há espaço privado, é público se é espaço."

A revista Carta Capital está reproduzindo no seu site http://www.carosamigos.com.br/ uma entrevista muito interessante com o arquiteto Paulo Mendes da Rocha. (como o link antigo não existe mais, consegui resgatar a entrevista AQUI)
PS:
Entrevista para o jornal El País (2015) O que está em debate em São Paulo é a estupidez do automóvelEntrevista para o Vitruvius