Pular para o conteúdo principal

Postagens

Dormente de trem vira piso na economia circular

Um piso modular feito com madeiras garimpadas, no que o estúdio holandês de design de interiores Het Groene Kabinet chama de garimpagem urbana, no caso da foto o produto é feito com dormentes de ferrovias descartadas. O estúdio tem como premissa de trabalhar com conceitos de Economia Circular em seus projetos.  
O QUE É A ECONOMIA CIRCULAR?
A economia circular é um sistema econômico que visa maximizar a reutilização de produtos e matérias-primas e minimizar a destruição de valor. Diferentemente do sistema linear atual, no qual as matérias-primas são convertidas em produtos destruídos no final de sua vida útil. O governo holandês tem um programa que objetiva tornar o país uma economia totalmente circular e sustentável até 2050.
No site do estúdio podemos ver os princípios fundamentais da economia circular:
Reutilização do produto, reutilização de peças e finalmente reutilização de matérias-primas.Produtos projetados e fabricados para serem facilmente desmontados.A produção, uso e processame…
Postagens recentes

Cabana de vidro em bela paisagem

Uma cabana nas montanhas rochosas do Canadá. Um refúgio para alguém privilegiado com a degustação de uma bela natureza protegido por uma cabana, mas em completo contato com o exterior pela amplidão das esquadrias de vidro. Chamada de Rock House (Casa de Pedra) mas que também poderia ser descrita como Glass House ( Casa de Vidro). Projeto de Cutler Anderson Architects.



Fotografia: Bent René Synnevag

Regiollo - do terremoto para a dança

Um local destruído e abalado por um terremoto em Regiollo, na Itália, recebe uma série de construções que visam não apenas reconstruir, mas especialmente propor novos tempos. Esta escola de dança é inspirada nas tradicionais cestas de vime feitas na região e envolve com delicadeza e maestria a arte que se fará dentro de seus espaços.


Formas simples, com estrutura e acabamentos em sua maioria em madeira, a escola é envolvida pelo casulo com estrutura metálica, que transmite a segurança e leveza que a dança encerra em sua arte.

Os pátios trazem a natureza para as aulas, ao mesmo tempo que contribuem para o bem estar ambiental interno.  


Um espaço mágico construído com as técnicas de segurança exigidas pós terremoto de 2012 e com resgate da herança tradicional, possibilitando que a dança possa restituir a leveza e o contato com a renovação da vida. 








Saiba mais AQUI
Projeto Mario Cucinella Architects
fotos : site dos arquitetos Paris Render Studio, Giulia Bellipario

Nos siga também nas redes soc…

TECLA - habitação com desperdício zero

Cidades invisíveis, onde Italo Calvino simboliza a complexidade da existência humana, serviu de inspiração para o nome deste modelo habitacional, que pode ser construído usando impressão 3D com terra local, fazendo com que tenha praticamente desperdício zero. TECLA, uma das cidades do céu, foi o nome escolhido por Mario Cucinella Architects.

Muito semelhante às casas de marimbondos também feitas de barro, o modelo foi fruto de uma pesquisa da escola de sustentabilidade, criada pelo arquiteto, e de alunos de mestrado da Architectural Association School of Architecture em Londres.  O resultado é um modelo bastante flexível a qualquer clima e com uma maior eficiência energética que as habitações normais. 


Um protótipo está sendo construído em Massa Lombardia pela WASP.


Quando se chega a Tecla, pouco se vê da cidade, escondida atrás dos tapumes, das defesas de pano, dos andaimes, das armaduras metálicas, das pontes de madeira suspensas por cabos ou apoiadas em cavaletes, das escadas de corda…

Bunkhouse, um estúdio no meio da mata

Uma pequena cabine para abrigar um estúdio de design do pai e de estudos para sua filha de 11 anos nos jardins de uma residência na ilha de Bainbridge, no estado de  Washington, EUA. Um pequeno projeto de Cutler Anderson Architects.

Um bancada, duas camas dobráveis, lareira, geladeira e até baterias para suprir a falta frequente de energia,  a natureza em frente. Estruturada em madeira de uma empresa local, isolada externamente e recoberta com telhas de aço corten, esse pequeno espaço de 7,5 m quadrados traduz a filosofia de trabalho dos arquitetos. 




Nos siga também nas redes sociais
Twitter Flipboard FacebookInstagramPinterest

Estádio de futebol em madeira para time vegano

O Forest Green Rovers é um time da Inglaterra que foi reconhecido pela FIFA como o clube de futebol mais verde do mundo. Além da opção vegana para a alimentação dos atletas e espectadores, usam 100% de energia verde, a grama é livre de pesticidas e herbicidas, a água usada na irrigação é coletada da água da chuva, entre outras iniciativas. Nada mais coerente que selecionar o projeto do escritório de arquitetura Zaha Hadid Architects para seu novo estádio. Além de outros aspectos de economia de energia, o estádio será o primeiro estádio de futebol em madeira do mundo.
A construção em madeira, um certo tabu em tempos atrás, está se tornando mais comum, inclusive em arranha céus feitos com madeira.

O Eco Park Stadium vai se situar em um grande parque ecológico e prevê que sua estrutura, revestimentos e mobiliário seja feito em madeira sustentável e tratada contra incêndios. Uma membrana transparente cobre o estádio e ajuda no tratamento da grama e conforto de jogadores e torcedores.

Imagens…

RIO Capital Mundial da Arquitetura UNESCO.UIA

A cidade do Rio de Janeiro já foi chamada de Cidade Maravilhosa e olhando onde se localiza, nesta foto de Paulo Stein, entendemos bem o porquê dessa denominação. Agora a capital carioca é também Capital Mundial da Arquitetura, título concedido pela Unesco e pela União Internacional de Arquitetos, para a cidade que é a sede do 27º Congresso Mundial de Arquitetos.

Com uma arquitetura integrada à bela paisagem, o Rio de Janeiro tem mostras de um rico passado arquitetônico com obras que remontam à vinda da família imperial, aliados à parques que valorizam sua privilegiada natureza. Presentemente olha para o futuro com edifícios e intervenções urbanísticas que valorizam sua história e seu potencial turístico.


Com todo este potencial será palco de debates sobre arquitetura, construção, habitação, cidade, infraestrutura, mobilidade, urbanismo, cultura, planejamento urbano, aliados ao tema geral do congresso – Todos os Mundos. Um Só Mundo. Arquitetura 21.

Uma oportunidade única de reunir pro…