Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2016

Onde sobrevive o verde na cidade

Me encanta olhar a cidade pelos seus telhados e alturas. Daquele ponto de vista que não é do pedestre. É de quem olha a sua cidade da sua janela. Devo dizer a vocês que a minha é privilegiada. Da minha janela vejo o mundo.

Primeiramente: a escolha de nosso apartamento já obedeceu à razões de insolação, ventilação, localização e....vista! E análise do entorno que manteve essa vista maravilhosa por esses quarenta anos em que aqui moramos. Então quando forem escolher seus apartamentos ou casas nunca descuidem da insolação. Se puderem levem um profissional arquiteto (ou da área) para ajudar. Se não for possível vejam onde nasce o sol, que horas qual cômodo recebe luz e se existe ventilação adequada. Vocês não vão se arrepender desses cuidados.

Mas eu vejo mais que isso olhando pela janela. Vejo locais onde o verde teima em sobreviver. Talvez pelo cuidado e vontade de quem não se acostuma a uma cidade feita de concretudes e precise do oxigênio que o verde representa. 

Fiz uma brincadeira entã…

Arquitetando ideias e inspirações para o blog

Tenho um hábito que me acompanha desde sempre: questionar. De pequena já queria saber sobre a finitude do universo. Se era finito, como eram as bordas. Se não era, como conceber essa imensidão na cabecinha daquela guria de dez anos. Essa era eu. 
Cresci. Mais para os lados que para cima. Baixinha da casa, me restava continuar questionando. O ARQUITETANDO IDEIAS nasceu dessa busca de respostas. E se não delas, da busca de informações e coisas bacanas que acontecem na área da criação.
Já falei de tanta coisa por aqui. De Arquitetura à Sustentabilidade. Sempre procurei usar uma linguagem coloquial, fugindo dos jargões profissionais que funcionam em pesquisas acadêmicas ou em encontros de arquitetos. Creio que falta falar de arquitetura de maneira simples e direta. 

Arquitetura exerce esse fascínio sobre as pessoas porque é uma das nossas primeiras necessidades: abrigo. Representa para a maioria de nós, mais que formas e coisas bonitas, emoções e lembranças.  E o que o ARQUITETANDO IDEIAS tem…

Café em estilo industrial com reutilização de materiais

Um café bar na Ucrânia reaproveitando madeiras e materiais é projeto do jovem arquiteto  Eugene Meshcheruk. O local era um espaço de 70 m2, de formato triangular, e o programa pedia um ar aconchegante para boas conversas. O resultado: O Penka Coffee Bar.
A solução foi criar uma grande bancada/mesa triangular no centro da sala, reproduzindo o formato da peça. Esta bancada foi marcada por uma cor expressiva. Sobre ela foi criada uma luminária em estilo industrial, com estrutura em ferro tipo treliças e com garrafas cortadas para as lâmpadas.   
Caixas de vinho foram usadas para projetar o mobiliário que criam molduras ao redor das esquadrias, e formam nichos e uma grande parede para ervas e temperos que quebra o ar rústico dos materiais e traz mais vida ao ambiente. Várias outras madeiras e materiais usados foram reutilizados também, como paletes, OSB, madeira compensada e telhas de PVC imitando madeira.

Gostei do resultado por usar materiais relativamente baratos, reaproveitando-os em uma…

Transformando um celeiro em um escritório minimalista

Um projeto super interessante de transformação de um antigo celeiro de 1900, em uma fazenda na Bélgica, em um belo escritório, com cerca de 100 m2, que serve de home office para o proprietário do local. Acompanhe nas fotos como se deu esse processo.

Primeiramente o Stúdio Farris Architects transformou o antigo espaço fragmentado em vários espaços em um amplo espaço vazio onde foram alocados a sala de reuniões, biblioteca, mesas de escritório e um local de descanso e área de leitura.
Para garantir uma melhor eficiência energética o espaço interior, agora vazio, foi "recheado" com um invólucro de concreto com isolamento entre este e os tijolos originais. E o grande gol do projeto foi a forma de divisão dos espaços: Um imensa escultura de enorme vigas de madeira que separam sem tolher a visão nem a percepção de amplidão do espaço interno. 
É como se fosse um grande jogo de armar em que as vigas se conformam de modo a formar espaços, móveis, estantes e escadas de acesso ao mezanino…

Arquitetando entradas - 13 ideias para espaços pequenos

Queremos que nossas casas não apenas recebam bem os visitantes, mas que principalmente nos dê boas vindas quando entramos pela porta. Falei sobre as características que deve ter uma bela entrada em Entrada pequenas - dê boas vindas. E também falei sobre ideias econômicas para o Hall de Entrada. Então aí vão mais algumas ideias de belas entradas para espaços pequenos e sem grandes gastos.

1- Usar e abusar de quadros, gravuras, fotos. Nada como imagens para mostrar um pouco da personalidade de quem mora na casa. Um pequeno banco, almofadas e plantas fazem de um pequeno espaço, um grande luxo. 

2- Cor e muitos quadros na entrada corredor : Marcar a entrada com uma cor forte, mantendo uma uniformidade nos objetos e molduras confere um a r de elegância à uma entrada corredor.  
3- Minimalista e elegante : Quem disse o minimalismo não pode ser aconchegante? Um tom cinza (que ainda é o queridinho dos arquitetos) e poucos elementos em madeira clara fazem uma entrada de arrasar. Arrasar como efei…

Bairro auto suficiente em Amsterdã

Cada vez mais as cidades se voltam para soluções de sustentabilidade ou pelo menos de propostas em que as comunidades possam gerar sua energia, gerenciar seus resíduos e tornar suas vidas mais auto suficientes. Um novo bairro nas proximidades de Amsterdã parece ter encontrado uma vertente que o possibilita a ser mais um sistema mais regenerativo. União da empresa ReGen Villages com a empresa de arquitetura holandesa Effekt resultou em uma aldeia que vai usar vários métodos (aquaponia, permacultura, florestas de alimentos e agricultura biológica de alto rendimento) para produzir seu próprio alimento. O manejamento de resíduos também funcionam por um sistema fechado onde vão servir para compostagem, alimentação de peixes e aquacultura.  
O novo bairro utilizará energia que será gerada no local, uma combinação de  solar, térmica solar, eólica, biomassa e geotérmica. A água da chuva será reaproveitada na agricultura e jardins e o lixo doméstico será transformado em energia por uma unidade de…

Escola pós terremoto - cooperação, economia e adequação à cultura

Os terremotos são desastres naturais que que causam destruição. Imaginem então um projeto do bem que resultou em uma escola infantil para uma região devastada no norte da Tailândia. É o que vamos ver na Baan Nong Bua School que foi destruída e o orçamento para reconstruí-la era apertado. Como foi a solução?
Uma equipe de profissionais foi acionada e os recursos foram patrocinados fazendo da escola um projeto de cooperação das pessoas. Surgiu então esse espaço escolar com 215 m2 que conta com 4 salas de aula e espaço central de atividades.  Os materiais utilizados, alguns doados, foram o aço na estrutura, placas de madeira modulares e bambu no fechamento. O aço foi escolhido também pela capacidade de absorver a vibração dos terremotos, além da facilidade de construção, mesmo em áreas rurais.  
O projeto é bastante flexível e permite que os espaços se modifiquem de acordo com as necessidades dos usuários. A arquitetura segue a tradição local de tetos altos que permitem que a luz natural en…

Shan Café - orçamento limitado com resultado muito charmoso

Os desafios para arquitetar esse café chinês eram o orçamento apertado e o pé direito alto para um andar, mas baixo para dois. Já se disse que de bons desafios nascem alguns dos melhores projeto. Foi o que pudemos constatar no Café Shan.

Inspirados no significado chinês da palavra Shan - montanha - os arquitetos bolaram um mezanino sobre um espaço que foi escavado no centro do café. A solução lembra a escalada de montanhas pelos clientes. O mezanino é um local com pé direito baixo e portanto aconchegante que é perfeito para encontros mais reservados dos clientes.

Materiais comuns como madeira e tijolos foram usadas em harmonia com prateleiras com plantas e elementos metálicos das estruturas gerando espaços que aliam organização e flexibilidade cheias de aconchego.









Localização: Beijing, China
Área: 600 m2
Projeto: Robot3 projeto
Fotos: Xi-Xun Deng (Via)


Nos siga também nas redes sociais
TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterestsnapchat: arqsteinleitao