MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Armazém de tijolos com cobertura em vidro em centro musical

 Uma sala de concertos em Hamburgo revitaliza um antigo armazém dos anos 60 feito em tijolos com a colocação de uma impactante cobertura em vidro. É o Elbphilharmonie, com projeto de reforma de Herzog & de Meuron.
 A união entre a rusticidade de um elemento, o tijolo cru, com a nova tecnologia que coloca os 1.100 elementos de vidro, curvados com uma desconcertante diversidade que faz com que reflitam a paisagem ora de um jeito, ora de outro, faz desse projeto um marco na paisagem da cidade. 
Internamente o vidro também é usado com a forma arredondada para marcar a circulação e permitir a vista da cidade e do porto. 
A acústica da enorme de concertos, com 2.100 lugares, em forma circular, foi estudada e projetada com Yasuhisa Toyota. Foi usado um sistema de "10.000 painéis de gesso moídos com grande precisão milimétrica, para dividir o som corretamente, com a ajuda de um refletor sob o teto." (Fonte)



Obs: Sobre acústica eu recomendo a leitura do capítulo 5 do livro Entender a Arquitetura sobre Deleite - acústica, forma e som onde o autor mostra a evolução dos teatros e consequentemente dos problemas em acústica. Uma visão bem geral mas que dá um panorama mais aprofundado sobre esse tema tão fascinante.

Fotos: Thies Rätzke (exterior) e Michael Zapf (grande salão)

Gostou? Compartilhe e nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest
snapchat: arqsteinleitao
 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros