Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2013/08/10

Desvirtualizando amigos - Do virtual para o real

Desvirtualizar é um verbo que aprendi a conjugar com a Samantha e Cia.
A primeira vez que o ouvi, ou li, foi numa conversa em 2012, onde ela comentava que tinha desvirtualizado pessoas, ou seja conhecido ao vivo e se mexendo pessoas que eram até então virtuais, amigos da internet. Eu adorei e elegi esse verbo e conceito como as minhas metas de 2013. 

E esse mês consegui desvirtualizar duas pessoas incríveis que conheci na internet ainda nos tempos dos grupos do yahoo. O Oscar Muller, arquiteto e urbanista, gente fina pra caramba, foi um dos primeiros grandes amigos arquitetos na web. Em seguida conheci sua esposa Sil e de lá para cá, já passou mais de década entre e-mails, mensagens de grupo, telefonemas e agora mais recentemente hangouts semanais. Com ele e mais um colega arquiteto que está na Holanda, o Wagner, mantemos esses papos sobre tudo e desenvolvemos trabalhos e propostas juntos que vão desde a criação da Synapsis, elaboração de artigos, lutas por mais sustentabilidade, sugestões sobre o novo Plano Diretor de SP e o desenvolvimento de uma franquia modelo em escolas. Formamos o braço arquitetônico da Synapsis, a Synarqs.

Quando conseguimos finalmente estar junto de pessoas com quem estabelecemos relações de parceria, amizade e comunhão de ideias estreitas é que vemos que os meios virtuais são realmente ferramentas de conexão. Poderosas ferramentas. Santas e valiosas ferramentas.  
Esse apartamento aí das fotos é de um amigo em comum e já rendeu dois posts aqui no blog Reforma vai criando loft e Da cama se vê a Lua.
O Marco e a Indy construíram seu apê com muito carinho e com suas mãos, reaproveitando materiais, criando espaços e o resultado é uma casa única! 


Poucas horas, mas deu para tomar um café no Copan e conhecer a Italianinha 
que, para uma semi gringa como eu, é um sonho. Adoro pães, adoro essa ambiente com cara de empório. Pão com berinjela comprado e lá nos vamos para a morada do Oscar e da Sil. Uma coisa que eu amo em São Paulo são essas vilas. Ao lado de uma movimentada avenida e tu nem sente que está em uma metrópole fervilhante. Aberto o portão da vila, é pura tranquilidade.

Entrar em um projeto que se conhece de imagens e que se acompanhou a obra por emails é sempre fascinante. A mente de arquiteto faz as imagens do que não vê...O Oscar é daqueles Arquitetos com A maiúsculo que inventa, que faz acontecer. Cada canto da casa tem uma surpresa, um móvel que corre e revela um banheiro, um degrau que sobre e vira porta, uma geladeira que não se compra em loja, um botão no chão que liga a torneira. Gateiros como eu, as suas Marly e a Pagu tem cantos especiais na casa de onde podem controlar o movimento sem serem vistas. Um dia ele ainda escreve sobre sua casa. Ou me deixa escrever.  



Desvirtualizar é uma das metas desse ano que mais tem me dado prazer. Acho que vou ampliar para mais e mais anos. Vou deixar como meta permanente. E para simbolizar essa visita, o elefantinho da coleção da Sil agora na minha. Obrigada queridos, obrigada Vida!
Autor : Elenara Leitão

Comentários
2 Comentários

2 Opiniões:

Cara amiga,

se você gostou da "desvirtualizada", então imagine nós, que aproveitamos em dobro! Pena apenas o tempo escasso, mas é forçoso admitir, fosse quanto fosse, sempre seria pouco...

Legal, agora nos irmanamos também nas manadas de elefantes! Agradeço pelo imerecido "A" maiúsculo, não estou com esta bola toda, é a sua generosidade falando, mas depois da tua visita, fica combinado assim: se algum dia houver algum escrito sobre minha morada, haverá de ser de tua autoria, e para tanto, será preciso nova visita, esta sem pressa, para que eu possa te mostrar cada pequeno detalhe, todos os erros e acertos, o que certamente vai levar algum tempo, para meu deleite pessoal!

Maravilha ter trocado o abraço presencial há tanto protelado, agora quero mais!

Nem preciso dizer que está hiper combinado, confesso que não quis perder tempo com fotografias, preferi gasta-lo com vocês já que era tão pouquinho. Abração

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More