MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Rumos do blog e o que bombou no segundo semestre de 2015 - II

Andam dizendo por aí que os blogs estão findando. Não descreio. Tanta coisa já foi moda ou mais "in" nesse mundo digital que não corre, "avoa" como também se diz por aí. E o meu? Como ficará?

Ainda não sei. Tenho vários canais de comunicação pela web, só não me arrisco muito nos vídeos. Mania minha. Acho chato ver vídeo. Tem que ser muito bem feito e isso custa caro. Mesmo assim, me enerva ter que esperar para ouvir parte a parte. A leitura me comunica mais. Já disse, mania minha.

Nesse momento estamos em um processo de DR (Discussão da relação) eu e o ARQUITETANDO IDEIAS. Os assuntos me parecem tão esgotados e me dou conta que andei perdendo o principal: o prazer de escrever.

Já me disse um amigo, muito tempo atrás, que quando as relações se desgastam, é preciso repensar o que foi que nos fez apaixonar por aquilo ou por aquele alguém. O que me fez apaixonar pelo meu blog, mantê-lo vivo com atualizações quase diárias por mais de 10 anos? O prazer de escrever e pesquisar. Então uma das metas do novo ano é não me afastar desse prazer. Mesmo que signifique menos visitas (o que espero não aconteça). Procurar sempre ser mais autêntica no conteúdo que produzo e nunca abrir mão de sentir a arquitetura como um meio poético e funcional de fazer o mundo melhor.

...uma música delicada e misteriosa que, na verdade, só eles escutam e compreendem, pois não é isso que acontece quando duas pessoas dançam? Tornam-se afluentes uma da outra, e aí o que importa o mar no fim da linha?  Luís Henrique Pellanda    

Espero que me acompanhem muito seguido no novo ano e que possamos fazer como os pares afinados na dança: tornar-nos afluentes uns dos outros.


Deixo com vocês as matérias que fizeram sucesso no segundo semestre de 2015 e espero a ajuda e sugestão de todos para tornar o ARQUITETANDO IDEIAS ainda melhor. 

Gostou? Tem alguma sugestão? Comenta e conta para a gente a sua opinião. 

Nos siga também nas redes sociais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros