Pular para o conteúdo principal

DIY 15 ideias para enfeites e árvores de Natal com amor e criatividade

HO HO HO! Por mais que o simpático velhinho vestido de vermelho com seu saco de presentes seja a imagem icônica do nosso atual festejo de Natal,  ainda tenho na memória afetiva duas formas de marcar a data: a árvore e os presépios.

Essa lembrança tem toda a lógica com meus antepassados: do meu avô alemão veio a tradição da árvore. Dos portugueses de meu pai, o presépio. Da união desses dois polos nasceu nossos festejos que eram sempre muito alegres e cheios de presentes. Mas embora minha mente de criança ansiasse por eles, o foco da festa eram os preparativos onde eu podia ajudar. E como ela fantástico montar a árvore, ver nascendo aquela majestade que as caixas de guardados escondiam durante o ano. Bolas, velas, estrelas e até algodão faziam parte! O presépio sempre enriquecido com areia, laguinhos e vegetação. Tudo sempre igual e sempre tão diferente! Alguns anos a gente fazia os enfeites, lembro das bolas de isopor carregadas de alfinetes coloridos. Como eram pesadas!!!! Mas muito mais resistentes que as frágeis e delicadas bolas prontas que eram guardadas com tanto cuidado nas eras pré descarte....

Fazer os enfeites. Esta a magia que lembro com mais carinho! O famoso DIY de hoje que traduzindo em bom português é o"faça por si mesmo". Então mãos na massa colocar em prática algumas ideias bacanas para arquitetar um Natal bonito e criativo.  
Árvores: lembrem da infância. Um triangulo para a copa de um pinheiro. Pausa para entender por que triangulo e por que pinheiro.

Segundo a tradição, São Bonifácio, no século VII, pregava na Turíngia (uma região da Alemanha) e usava o perfil triangular dos pinheiros como símbolo da Santíssima Trindade (Pai, Filho e Espírito Santo). Assim, o carvalho, até então considerado como símbolo divino, foi substituído pelo triangular abeto. (Fonte)

Então, um triângulo é bem mais que uma forma nos festejos. Lembre disso quando for usa-lo. Uma dica bacana é sempre pesquisar os significados. Assim as festas assumem sua verdadeira dimensão de transmissores de tradições, costumes e história. Entender o que se faz, como se faz e porque se faz nos acrescenta como seres humanos. Faz parte da magia do Natal toda a sua simbologia. 

 As palavras. Bem colocadas, simples expressões nos remetem ao velhinho barbudo que passa todo o ano na Lapônia só se preocupando em nos dar momentos felizes. Nem todos é verdade.  Muitas crianças ( e estou falando das cristãs) não tem essa alegria nem em dezembro nem em 6 de janeiro, dia de Reis (onde na tradição de muitos lugares é o dia dos presentes por causa dos Reis Magos e toda aquela história -haja tema para pesquisar!). Lembrar dessas crianças sem Natal também pode fazer parte do seu DIY do ano. Pense nisso e veja como colocar um sorriso no rosto de uma criança.
Ainda lembrando a figura no Papai Noel que só virou vermelho por causa de uma certa bebida bem famosa. Esqueça as brigas ideológicas por um momento e mergulhe no vermelho.  E ideias simples como copos vermelhas, fitas pretas e botões dourados fazem de sua mesa um espaço bem natalino!
Um Natal com inspiração na natureza onde a árvore é lembrada em galhos que simulam luminárias, com as bolas substituindo as lâmpadas pode ser um belo adorno de sua sala. Nada impede que seja lâmpadas mesmo. Fica por sua conta e habilidade.
 Natal minimalista. Quem tem habilidades com marcenaria pode usar a forma triangular para fazer nichos em que repousem enfeites. Ou talvez presentes....
Pensar na forma de diferentes maneiras pode ser um excelente exercício de criatividade. Principalmente em épocas de poupar árvores de verdade. Reaproveitar, reciclar, reusar! Lembre disso! Vejam este exemplo em que uma escada velha se transforma em uma festiva árvore de Natal!
 Ou ainda simples riscos infantis podem ser enfeitados com bolas, com fotos, com recortes.... 
Algo que aproxime mais do pinheiro tradicional? Escadas, armações de tendas...fica ao seu critério e disponibilidade usar o melhor suporte para encher de enfeites natalinos.
 Uma ideia muito delicada e que é a minha eleita para este ano. Usar botões para pequenos enfeites. Achei muito encantador.
Uma árvore com fotos dos momentos marcantes do ano. Ou com desejos para o que se inicia....  
 Gostosuras ou presentes? Os dois quem sabe!!! Para a mesa dos pequenos uma ideia divertida e gostosa!
 Boas vindas não precisam ser só em forma de guirlandas....
 O carinho de quem faz mesas bonitas se traduz no cuidado com detalhes. E sempre me lembro de uma mestra no assunto, minha cunhada Maria Luiza. Suas mesas de festa são uma declaração de amor! Admiro muito quem tem esse carinho com seus convidados. 
Então quando pensar no Natal, esqueça um pouco aquela profusão de enfeites prontos. Deixe de lado só encher a casa de Papais Noéis importados e feitos sabe-se lá em que condições de trabalho. Pense diferente. Faça diferente. Lembre da verdadeira mensagem da festa: ao invés de uma data cansativa e comercial, uma festa de esperança, amor e criatividade!  


Fonte das imagens - Pinterest

Nos siga também nas redes sociais

snapchat: arqsteinleitao 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

13 ideias para quem ama gatos

Há pouco passou uma sexta feira. Era 13. Gosto das sextas feiras. Gosto do 13. Gosto dos gatos. Gosto dos gatos pretos, esses que tanto foram perseguidos como companheiros de bruxas.

Gatos são da casa -repetem como mantra os que não conhecem os gatos. Os gatos são deles mesmos. E de quem os conquistar. Ou de quem eles resolverem amar. 

Amor de gato é diferente do amor de cão. E não menos dramático. Gatos não toleram atrasos. Não aceitam menos que a nossa entrega. De preferência sem muito chamego, a não ser na hora que desejam. 

Gatos são hedonistas por natureza. Existem para viver com languidez e serem acariciados. Mimados. Paparicados. Gatos são aristocratas. Mesmo que revirem latas de lixo. 

Desconfiem da humildade felina. Ao primeiro toque de boa vida, se tornam preguiçosamente orgulhosos.   
“Um gato vive um pouco nas poltronas, no cimento ao sol, no telhado sob a lua. Vive também sobre a mesa do escritório, e o salto preciso que ele dá para atingi-la é mais do que impulso para a cultu…

Ideias simples que ajudam muito

Muitas vezes a gente fica pensando em soluções mirabolantes para a casa da gente e esquece de ideias simples que ajudam bastante. Reuni algumas delas aqui

Uma gaveta bem colocada na lavanderia auxilia muito a tarefa de colocar as roupas na máquina.  Procure soluções que forneçam apoio para bacias, para cestos e simplifiquem sua vida nas tarefas de limpeza da casa. Aproveite espaços que ficariam sem uso. Essas práticas gavetas para guardar esponja e sabão são um exemplo.
Outra ideia de aproveitamento de espaço inútil. A área ao lado e na frente das cubas. Vejam que foi usado material impermeável e assim podem ser guardados os utensílios de lavar louça que são molhados. 
Usar porta toalhas em portas ajuda na organização.

Um lugar para cada coisa, cada coisa em seu lugar. Na hora de cozinhar é preciso achar com praticidade tudo o que se precisa. Uma boa solução é fazer um gavetão para esses utensílios e dispô-los em locais práticos e de fácil acesso.  Pratos podem ser colocados para sec…

Coifa, exaustor ou depurador? Saiba qual é a melhor opção para a sua cozinha.

Quem já não passou por isso: Você está cozinhando e quando nota tem fumaça por todo lado, muito calor, além do cheiro da comida se espalhando por outros cômodos da casa. Isso acontece principalmente quando fritamos algum alimento. Para evitar situações como essa, existem depuradores, exaustores e coifas. Mas você sabe o que cada um faz e qual o melhor para o seu tipo de cozinha?

Confira a diferença entre eles e veja o que melhor se adéqua a sua necessidade:

CoifaA coifa tem como função sugar o ar, filtrá-lo e expeli-lo para fora da cozinha por meio de tubos de saída que podem ser instalados no teto, em paredes ou em forros. Ela elimina não somente a gordura e outros odores do ambiente, mas também “renova o ar” da sua cozinha.
Dependendo de onde está localizado o fogão, você pode optar por coifas de parede ou em formato de ilha, que ficam no centro da cozinha. Atualmente, existem coifas para todos os gostos e com designs bem modernos que se adaptam a qualquer tipo de decoração.

Recomenda-…

Círculo da Vida - arquitetura viva

Imagine uma série de construções que sigam o ciclo da natureza de vida, que possam crescer, florescer e fenecer como qualquer organismo vivo. É a ideia por trás da Arquitetura Viva ou botânica construtiva como alguns chamam. Falei sobre este conceito em Arquitetura Orgânica.
E enquanto pesquisa o site dos arquitetos do Obvious Avoid (falei sobre eles na postagem sobre ensinar crianças a pensar como arquitetos) encontrei essa proposta do Círculo da Vida que eles mesmos descrevem como "uma coleção de construções sustentáveis ​​feitas para celebrar a arte, a natureza e a ciência. "
Através de um centro de aprendizado a ser feito em uma floresta mexicana, as pessoas poderiam participar e compreender a natureza em todos os seus processos, tanto de vida como de morte. E onde o local não será apresentando como uma proposta fechada, mas como um processo em crescimento natural.
Os sete passos do ciclo proposto são:
Encontrar e recolher árvores caídasConfeccionar produtos de madeiraUsar p…