Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2014/12/06

Presépios - sem eles o Natal não é Natal

Presépio. Para mim o verdadeiro espírito do Natal. Sem a representação da cena da natividade, parece que não sinto o espírito natalino.

Sei de onde vem isso. Quando era pequena o fazer a árvore sempre era um acontecimento. O imenso pinheiro natural era comprado e montado sobre uma complexa estrutura de caixas com pedras para suportar aquela árvore espinhenta de uns 2,80 metros de altura. Só de lembrar que os pinheiros eram cortados todos os Natais me dá uma dor no coração..... Além disso, a gente corria pelas matas próximas para colher as pinhas e as barbas de pau. As primeiras eram usadas em enfeites com bolas muito frágeis que quebravam ao menor contato. As segundas serviam para montar o presepio. Abaixo da imensa árvore, a cena era montada e todo ano tinha alguma alteração. Lagos feitos com pratos e agua, areia para os caminhos, barbas de pau para as gramas e vegetação! Aos meus olhos de criança era tudo tão fascinante! 

O nosso presepio era imenso. Além das figuras da Santa Familia, dos três Reis Magos, tinham pastores, animais, anjos. E a cada dia que se aproximava do Natal, as cenas eram movimentadas. Todos os dias os Reis Magos se aproximavam da manjedoura....pensando bem, o menino Jesus só deveria aparecer na noite de Natal. Mas não me lembro desse detalhe. 

Lembro que o presepio faz parte do meu Natal. E por isso trouxe alguns para servir de inspiração. Já que nunca mais reproduzi os da minha infância, os tenho mais simples hoje. Mas com o mesmo significado da data: nascimento de esperanças. 












Fotos - Pinterest, Google e acervo pessoal Elenara Leitão

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More