Pular para o conteúdo principal

Vinho e suas magias de espaços e rituais

Foto Elenara Stein Leitão
Comentava com amigos como o vinho envolve que o tornam tão mágico. Era sobre um programa que mostrava as cantinas mais fascinantes da Europa. Desde as lavas do Vesúvio às colinas da Alemanha, passando pelas vindimas e toneis de carvalho, tudo tão requintado e ao mesmo tempo tão bacante.

O Vinho é para mim altamente inspirador.  E não costumo exagerar. Uma taça por dia. Talvez se duas se bem acompanhada. Não mais preciso para ser tocada pela magia de Baco e me inspirar pela Vida. A que acontece quando nos deixamos levar. Quando nos arremessamos na alegria e no êxtase.

Afinal o vinho é sagrado, é profano, é simbólico!. E quando o clima esfria e o dia dos namorados se aproxima, mais o clima de sedução entra em jogo. E não o fake, aquele armado pelo comércio para render boas vendas, mas o velho e bom jogo que une olhares, traz um frio na espinha e faz o coração vibrar em sintonia com o universo.

Mas não pensem que os rituais prescindem de regras. O uso de um bom decanter pode ajudar na degustação. E mesmo antes, há que se atentar para como guardar a bebida. E as adegas devem ser bem pensadas para que as garrafas fiquem em condições de temperatura e espaço que preservem suas características marcantes.

Primeiro as condições do espaço. Deve ser um local, de preferência protegido de tráfego (vinho é vivo, lembre-se), da luz e deve ser arejado. Nada de local quentes ou muito frios (ideal que fique entre 12 a 20 graus) e sem odores. O vinho é muito delicado, como todas as boas coisas da vida e deve ser guardado com amor e cercado de cuidados. (Fonte)

Mas as regras existem até para serem quebradas, não é verdade? Adoro tomar vinho em belas (e frágeis) taças de cristal. Daquelas que eu corro para lavar antes que alguém coloque a mão, por medo de que as quebrem....Por isso quando vi um vídeo em um whatsapp com esse produto aí de baixo, sabem que achei bem interessante! Falo por experiência própria que já tomei vinho em copo de plástico e ia amar ter uma taça dessas para acoplar em um garrafa. Deve ter um dispositivo para vedar, mas amei a ideia de popularizar um pouco o ritual...Podem achar AQUI.

Fonte
Vai dizer que não é divertido??? Essa postagem sobre o vinho começou por causa do Dia do Vinho que é na verdade uma semana. Tem vinho no jornal, tem vinho na minha TL. Mesmo que eu não gostasse de vinho, a mídia e os algoritmos iam me convencer a experimentar ao menos uma tacinha....
Fonte
Tudo bem. Sucumbiram às propagandas. E agora? Como harmonizar o vinho com arte??? Leiam AQUI onde em um "texto leve e bem humorado, o mestre Schiffini fala sobre harmonização de vinhos."
Fonte
E para completar uma recordação de alguns projetos de lojas e vinícolas que já passaram por aqui:

1- Projeto de Jones Studio a Thurston Wine House. As construções parecem brotar da terra, parecem fazer parte dela e é como se a gente fosse ali para meditar. Ou apenas sentir-se. E os espaços vão se revelando quase como vinho se revela. De maneira sublime. Leia mais AQUI
Fonte
2- Um projeto bem bacana de uma vinícola chilena, projeto do escritório Claro Arquitetos. A ideia? Uma sala para degustar bons vinhos e aproveitar a vista dos vinhedos. Leia mais AQUI
Fonte
3- Uma loja de vinhos com um projeto muito original em Zurique, a Albert Reichmuth Wine Store, projeto do escritório OOS. Leia mais AQUI
Fonte
4- E como é super recomendável que não se beba em jejum, um projeto que mostra uma loja que vende pão e vinho. Leia mais AQUI

E para terminar (e agora de verdade) ainda tem dicas de como aproveitar as embalagens dos vinhos AQUI.

Gostou? Compartilhe e nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest
snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Maior ponte sustentável em madeira conecta pessoas na Holanda

A  província de Groningen, na Holanda é conhecida por ser a capital ocidental do ciclismo . Para unir as localidades de  Winschoten e Blauwestad foi construída a maior ponte sustentável em madeira da Europa, a  ponte Pieter Smit , com 800 metros de comprimento. Ela cruza águas, uma rodovia e uma zona ecológica e possibilita que pedestres e ciclistas as cruzem e acessem por três locais. A construção foi feita com madeira certificada, iluminada por lâmpadas led de baixo consumo. Além disso, houve a preocupação de plantar árvores para que ela não atrapalhasse a rota dos morcegos locais. Outros pássaros também foram lembrados com caixas (na parte de baixo da ponte) e paredes de areia para ninhos. Fonte   Imagens: Blauwestad Nos siga também nas redes sociais Twitter   Flipboard   Facebook   Instagram   Pinterest

John Lautner - um arquiteto que aliou beleza à funcionalidade

Walstrom House Gosto de pesquisar casas com um toque de aconchego e que possam servir de inspiração para futuras residências compartilhadas com amigos , e esta imagem me chamou a atenção no  pinterest . Pensamos em algo no estilo Tiny Houses , mas não descartamos ideias incríveis como as desta casa. Olhando o interior, me apaixonei e fui em busca de mais informações sobre ela e seu autor. Foi assim que descobri John Lautner .   Walstrom House - foto de Jon Buono Esta casa de madeira, batizada de Walstrom House, foi construída em 1969, em Santa Monica, na Califórnia. Seu arquiteto foi  John Lautner , um dos primeiros aprendizes de Frank Lloyd Wright, no primeiro grupo de Taliesin Fellows. Nascido em 1911, e sendo sua mãe, Catheleen Gallagher, desenhista de interiores e talentosa pintora, a teve como influência na sua opção pela arquitetura.  Sua carreira foi marcada por grandes aprendizados. Além do mestre FLW, também manteve parcerias com Samuel Reisbord, Whitney R. Smith e Douglas H

Venha o inferno ou águas altas, a vida tem que ser divertida

"Venha o inferno ou águas altas, a vida tem que ser divertida." Continuo com o mesmo processo de busca de inspirações para escrever no blog: a intuição, o sentimento. Olho, pesquiso e de repente uma imagem me diz alguma coisa. Foi o caso dessa biblioteca no jardim . A primeira coisa que pensei foi: que coisa maravilhosa, queria uma assim para mim!! Quero saber mais quem fez isso!! E cheguei aos arquitetos do  Mjölk Architekti .  Passeei pelo site deles, olhando as obras, procurando mais informações sobre o seu trabalho, sua maneira de ver o mundo. Arquitetura não é isolada da sociedade. Não existe projetar sem escolhas ou posicionamentos. Cada obra é um reflexo das ideias e maneira dos projetista enxergarem o mundo. E por isso mesmo é tão fascinante. Cada desafio é respondido de maneiras diversas por cada profissional. Exatamente por isso, gostei demais das descrições que eles fazem sobre o ser arquiteto:  "O trabalho do arquiteto não é fácil. Ele contém várias operações

Errar é humano, não resolver é insano

Errei sim. Adoraria dizer que fui perfeita e eficiente a maior parte da minha vida. Mas não seria verdade. Procurei ser, o que me dá um certo crédito.  Mas sempre surgem aqueles momentos em que algo dá errado. Seja no projeto ou na obra.  No projeto, as causas mais frequentes, na minha experiência, são problemas na medição dos espaços e um briefing não muito completo. São etapas fundamentais para o bom andamento de qualquer projeto. Uma das maneiras que procuro agilizar, nas medidas, é buscar o maior número possível de informações sobre o espaço a ser medido. Muitas vezes garimpo fotos de venda e procuro, se não existe planta disponível, fazer uma planta baixa baseada nas fotos. Poucas vezes erro. Mas mesmo assim, ainda me passo nas medidas. São muitos detalhes que devem ser checados, é preciso organização e muitas fotos auxiliando a memória. A entrevista com cliente é outro ponto a ser observado. Muitas vezes quem paga não é o que decide. Observar e entender as dinâmicas das pessoas n