MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Planejar e aprimorar - duas sugestões de leitura


Estes dias achei um papel perdido dentro de um livro (sempre faço isso - deixo rastros do que penso espalhados de forma física pelo mundo). Era um planejamento para estratégias de consultoria para o comércio. Eram os anos 90. Para quem não viveu, uma época bastante complicada para se trabalhar. O que me chamou a atenção no que escrevi? 

Duas abordagens para a crise: uma negativa e uma positiva. A positiva era justamente tratar a crise como oportunidade de crescimento.

E é bem assim. Não existe muito choro nem vela. Ou se enfrenta ou se morre na praia.Minha geração é mais calejada porque a gente saía de uma crise para entrar em outra. Novas gerações que vem de momentos mais calmos talvez não saibam muito bem como enfrentar esses dias de vacas magras. 

E uma das maneiras de enfrentar profissionalmente é justamente se aprimorando, procurando nichos, procurando maneiras de aprender e evoluir. Se for possível faça cursos de formação, pós graduações. Leia. Leia muito e pesquise.

Estou lendo dois livros muito interessantes que recomendo para vocês. O primeiro faz parte de uma coleção e é sobre como Planejar espaços para o Design de Interiores
O que ele tem de interessante? É um guia prático de como elaborar projetos de interiores que pode ser útil para quem está estudando, para quem já é graduado e até mesmo para as pessoas que curtem a profissão.
Traz uma farta ilustração com fotos, roteiros e desenhos que nos mostra o quão elaborado é o trabalho de quem lida com espaços. E que um bom projeto é bem mais que uma ideia e alguns riscos ou mesmo um desenho digital, mesmo que lindamente renderizado.

E quando apresenta os croquis, hoje também conhecidos com "sketches", que a segunda sugestão se torna mais evidente. Sketching para Arquitetura e Design de Interiores do móvel ao edifício é um poderoso auxiliar para o desenvolvimento dessa ferramenta tão atrelada ao afazer arquitetônico. 
Vários estudantes de arquitetura perguntam: é indispensável saber desenhar? E se eu não domino a técnica, como faz?
Não, não é preciso que você seja um artista e desenhe com perfeição. Mas sim, você precisa aprimorar o desenho a mão livre. Além da expressão do que se cria, o ato de desenhar a mão leva à outras formas de olhar o que se faz.

Treinar o olhar e o traço com um roteiro bem prático e bem bacana faz com que esse aprendizado seja muito mais prazeroso. 

Assim lembre sempre que o sucesso se faz de talento sim, mas muito mais de suor. Todo grande profissional se dedicou à aprender sempre. Á aprimorar sempre e nunca ficou satisfeito com o que sabia. Sempre quis e quer saber mais. 

Você pode querer ler também:


Nos siga também nas redes sociais 

Twitter  Flipboard  Facebook  Instagram  Pinterest  snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros