MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

"Nenhum projeto é muito pequeno para grandes idéias."


Na hora em que eu li esse post, levei um susto! Como assim, arquitetura por 5 cents???? Mas depois, lendo com calma, até que achei sentido na proposta...

A ideia é baseada na Lucy, aquela amiga do Charlie Brown que oferece conselhos psiquiátricos por esse preço. 

Pois esse jovem arquiteto teve a ideia de repetir o feito e montou uma banquinha em um mercado de agricultores nos EUA. E parece que obteve êxito. Não, ele não vendeu projetos por 5 cents. Ele ofereceu uma conversa sobre como as pessoas vivem e como o que fazem em suas casas reflete no meio ambiente. Isso me pareceu muito bom. E quem trabalha na profissão, sabe que se fossemos cobrar 5 centavos por palpite que nos pedem, poderíamos fazer um bom pé de meia no final do mês. A maioria das vezes fazemos isso de graça. Por puro prazer.

Tá bom, eu já disse aqui que palpite não é projeto. E não é. E nem estou dizendo para começarmos a oferecer palpites ou colocar uma banquinha na praça. Mas achei bem inventiva a iniciativa do rapaz, isso eu achei. Quantas pessoas precisam exatamente de uma boa conversa para esclarecer dúvidas. E quantos profissionais ficam encastelados em seu saber sem buscar pontos de contato com o cliente? Obvio que muitas pessoas gostaram dessa abordagem e ele deve ter conseguido alguns clientes que materializaram projetos. Gol.

 

Comentários

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros