Pular para o conteúdo principal

Museu Fryderyc Chopin - interatividade em prédio histórico

Hoje participei do almoço Clio onde o pianista Tiago Halewicz nos contou sobre sua experiência ao visitar um dos mais interessantes museus de Varsóvia que foi reinaugurado em 2010 nas comemorações do  bicentenário de Fryderyk Chopin. A gastronomia ficou a cargo dos chefs Leonardo Magni e Liliana Andriola.
Cardápio

Entrada
Fios de repolho com cenoura caramelada, creme azedo e caviar

Prato principal
Mil folhas de pato e cogumelos ao perfume de mangerona e molho de natas

Sobremesa
Torta de queijo fresco com calda de frutas vermelhas

Enquanto degustávamos esse excelente menu fomos brindados com uma visita a um museu, ultramoderno em termos de interatividade, localizado em um palácio. O antigo palacete Ostrogski foi reformado por um escritório de arquitetura italiano  e recebeu uma série de equipamentos audiovisuais que o tornam acessível a todas as faixas etárias e tipos de público.
É possível fazer uma viagem pelo mundo do compositor de maneira autônoma e de acordo com o interesse do visitante. Um cartão inteligente serve como ingresso e chave para imensas possibilidades visuais e sonoras
Graças a diversos monitores, projetores e caixas de som, "o visitante pode seguir um itinerário adaptado aos seus próprios interesses e capacidades de percepção", explicou à AFP a curadora do museu, Alicja Knast.
O visitante ativa diferentes elementos da exposição graças a um mapa inteligente que serve como ingresso e chave, abrindo as paisagens visuais e sonoras a sua escolha. As crianças tem sala especial munida com telas táteis.
O site do museu é www.chopin.museum.
Fonte




Eu fiquei particularmente fascinada pelas possibilidades de interação que a intervenção arquitetônica proporcionou. Salas abrem possibilidades ao contato do cartão entrada, mostram vídeos, apresentações sobre vidros onde sombras tocam piano, e permitem que essas informações sejam armazenadas para que numa posterior visita se saiba o que já se viu.

Fonte

Comentários

  1. an?????? nada entendi... me desculpe, mas há coisas que nos fogem de nossa realidade. Isso é fato? conte-me com suas palavras.

    ResponderExcluir
  2. Eu não vi ao vivo, mas o palestrante sim. E o que mostrou e contou também me deixou sem fala. Queria um museu assim aqui. Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Espaço de marketing diferenciado usando contêiner

Um exemplo de como contêineres usados podem ser reaproveitados é o que vemos nesta proposta de construção modular da agência Work of Substance para a empresa Goodman, onde foram usados quatro módulos que formam seis espaços diferentes. 

Leia também : Conteiner - pense neles como solução


Interessante como conseguiram usar os conteineres de maneira aberta com grandes aberturas que unem o espaço interno com a natureza fora deles. 


Leia também: bar muito legal usando conteiner

Belos espaços de contemplação também são criados no andar superior. Com a vantagem da construção poder ser reutilizada em outros sítios, sem deixar maiores intervenções no local onde estava. 
Nos siga também nas redes sociais

TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest
snapchat: arqsteinleitao

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…