Estúdio com 30m2 tem construção econômica e resultado belo

Imagem
O  BAAQ  é um escritório de arquitetura mexicano que desenvolveu este projeto para um estúdio de descanso, o Chiapas Studio. Os requisitos eram economia na construção e manutenção. O resultado ficou muito interessante.  Com cerca de 30 m2 a construção aproveita a ventilação natural e como a região tem verões quentes, aproveitam a grande cobertura em bambu para criar uma varanda coberta para ser usada nos dias quentes. Para os dias frios, a parte inferior, com paredes de painéis de cimento e poliestireno de alta densidade, abriga como sala de estar.

Ensinando as crianças a pensar como arquitetos

"O design é a tomada de decisões e a resolução de problemas, e essas duas coisas são muito relevantes para a vida cotidiana".Edith Tse
Sempre defendi a ideia de que o estudo do espaço devesse fazer parte da grade básica de ensino desde a infância. Mais do que fazer as maquetes de casas e ruas, o aprender como se tomam as decisões que formarão os lugares onde vivemos. Utopia? Várias pessoas acreditam que não. E estão agindo. Veja como. 



Uma das iniciativas que achei muito interessante é da Avoid Obvious Architects. Eles mantem uma iniciativa que ensina Design e Arquitetura para crianças através do projeto "Architecture for Children".

E não são ensinos apenas teóricos. As crianças se debruçam sobre problemas reais e tentam resolve-los, aprimorando a sua capacidade de entender o espaço e como ele funciona na prática. Leia mais sobre esta iniciativa AQUI.



Outra iniciativa para ensinar a criança a entender o mundo que se descortina aos seus olhos quando abre a porta da casa é a continuação da série Casa Cadabra

Já tinha contribuído via financiamento coletivo para o primeiro livro, que falava sobre as casas. E contribuí para o segundo que trata de cidades para brincar.
Através de uma divertida viagem por dez locais espalhados pelo mundo, as autoras mostram conceitos de urbanismo de maneira lúdica e amigável.
Alguém falou em livro para criança? De todas as idades, com certeza! E uma excelente dica para brincadeiras em sala de aula e com os filhos e netos.
A minha contribuição me deu direito a ter um nome no livro, junto com várias outras pessoas que acreditaram na ideia. Como a leitura, o descobrir, o incentivar sempre foram legados de meu pai, que sempre foi um grande construtor de sonhos, nada mais justo que fosse dele o nome que consta no livro.

Gostaria de saber sua opinião sobre este e outros projetos do blog: sinta-se a vontade para comentar.

Nos siga também nas redes sociais

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros