Pular para o conteúdo principal

Sissi, a Imperatriz, foi parar na Cidade Baixa

Studio Clio - Cidade Baixa
Esse sábado fui a mais um banquete cultural no Studio Clio sobre Sissi, Imperatriz da Áustria, ministrada pela Renata Fratton e com gastronomia de Leonardo Magni e Liliana Andriola. Veja AQUI mais posts sobre minhas experiências ali.

O Studio Clio é um charmoso centro cultural, localizado no também charmoso bairro Cidade Baixa em Porto Alegre. Fica em uma casa de esquina onde funcionava o estúdio do fotógrafo Flávio Del Mese. O Flávio inaugurou uma maneira muito criativa de nos fazer viajar junto com ele. Em uma época em que as viagens, reais ou virtuais, eram mais complicadas, ele incursionava por países e nos mostrava em um show de slides a sua visão sobre eles. Tudo isso em um auditório nessa casa aí de cima e com o seu bate papo. Esse local foi reaproveitado e ampliado pela visão de Francisco Marshall & Cia e se tornou um marco nessa cidade: um centro de Artes Humanísticas, que já tem sete anos e navega em pleno sucesso! 

A Cidade Baixa é um caso a parte em Porto Alegre. Bairro boêmio, perto da universidade federal, acaba por abrigar uma massa de estudantes e pessoas que curtem seus bares, seus bistrôs, seus centros culturais, musicais e suas ruas arborizadas e ainda não tão adensadas.
Eu tenho uma memória afetiva bem grande por vários locais desse bairro. Nesse beco aí de cima, a Leão XIII, moravam amigas de faculdade. Uma república de mulheres que abrigavam amigas e viram festas, viram sonhos, viram dúvidas e descobertas. 

Rua da República - Cidade Baixa
Minha família tem paragens pela Rua da República onde morava tia Julieta, uma das Mulheres que me Arquitetaram, e onde minha mãe também morou em sua juventude. 
 Cada rua, cada esquina, traz lembranças de um bairro que ainda consegue manter suas características de quase cidade de interior que tanto nos encantam, nós que vivemos na urbe. A travessa do Venezianos é um oásis de tranquilidade no meio do bairro e abriga um conjunto de casas restauradas e tombadas. 
Travessa dos Venezianos
Em frente ao Museu Joaquim Felizardo, um trecho de casas revitalizadas em cores, restauros e postes antigos de iluminação criaram um poito de bares e bistrôs que atraem a população. 
Joâo Alfredo revitalizada
E querem saber mais sobre o banquete ? Pois vejam o que diz o site do Studio   Clio

"Consorte do imperador Franz Jospeh da Áustria, Elisabeth de Wittelsbach, ou simplesmente Sissi, foi uma mulher a frente de seu tempo: amante das letras e das viagens soube driblar as rígidas imposições da família Habsburgo para viver de maneira livre. Porém, por trás de sua beleza singular, esconde-se uma personalidade sombria e uma mulher solitária, extremamente vaidosa e obcecada por sua forma física. A trajetória da imperatriz mais fascinante da Europa do século XIX será tema deste banquete conduzido pela prof. Renata Fratton. Gastronomia a cargo dos chefs Leonardo Magni e Liliana Andriola daMandarinier."


Cardápio

Coquetel de boas-vindas
Salada grega
Bolo de caco com carne de vinho
Gnocchi com bacalhau

Entrada
Terrine de fígado de pato com avelãs

Harmonização: Bordeaux Supérieur Château Belle Croix, Bordeaux – França

Prato principal
Filé mignon com crosta de ervas acompanhado de purê de obatzda (purê de batata com queijo camembert)

Harmonização: Spätburgunder (Pinot Noir) Anselmann, Pfalz – Alemanha

Sobremesa
Torta Dobos

Harmonização: Espumante Hórus Extra Brut, Serra Gaúcha – Brasil


Deu água na boca ???? Pois é...fique atento para os próximos. Veja AQUI a programação

Fotos

Comentários

  1. Prima, muito linda a reportagem que voce fez sobre o Banquete da Imperatriz Sissi e também sobre o Bairro Cidade Baixa ónde mora maior parte da minha familia mais próxima.Linda a nova foto que postastes e, muita habilidade em escrever, tanto que poderias abraçar também o Jornalismo, como tantas outras profissões pelo talento e inteligencia.
    Beijos
    José Antonio

    ResponderExcluir
  2. Obrigada José Antonio ! Adorei te ler aqui ! Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós !

Postagens mais visitadas deste blog

13 ideias para quem ama gatos

Há pouco passou uma sexta feira. Era 13. Gosto das sextas feiras. Gosto do 13. Gosto dos gatos. Gosto dos gatos pretos, esses que tanto foram perseguidos como companheiros de bruxas.

Gatos são da casa -repetem como mantra os que não conhecem os gatos. Os gatos são deles mesmos. E de quem os conquistar. Ou de quem eles resolverem amar. 

Amor de gato é diferente do amor de cão. E não menos dramático. Gatos não toleram atrasos. Não aceitam menos que a nossa entrega. De preferência sem muito chamego, a não ser na hora que desejam. 

Gatos são hedonistas por natureza. Existem para viver com languidez e serem acariciados. Mimados. Paparicados. Gatos são aristocratas. Mesmo que revirem latas de lixo. 

Desconfiem da humildade felina. Ao primeiro toque de boa vida, se tornam preguiçosamente orgulhosos.   
“Um gato vive um pouco nas poltronas, no cimento ao sol, no telhado sob a lua. Vive também sobre a mesa do escritório, e o salto preciso que ele dá para atingi-la é mais do que impulso para a cultu…

Ideias simples que ajudam muito

Muitas vezes a gente fica pensando em soluções mirabolantes para a casa da gente e esquece de ideias simples que ajudam bastante. Reuni algumas delas aqui

Uma gaveta bem colocada na lavanderia auxilia muito a tarefa de colocar as roupas na máquina.  Procure soluções que forneçam apoio para bacias, para cestos e simplifiquem sua vida nas tarefas de limpeza da casa. Aproveite espaços que ficariam sem uso. Essas práticas gavetas para guardar esponja e sabão são um exemplo.
Outra ideia de aproveitamento de espaço inútil. A área ao lado e na frente das cubas. Vejam que foi usado material impermeável e assim podem ser guardados os utensílios de lavar louça que são molhados. 
Usar porta toalhas em portas ajuda na organização.

Um lugar para cada coisa, cada coisa em seu lugar. Na hora de cozinhar é preciso achar com praticidade tudo o que se precisa. Uma boa solução é fazer um gavetão para esses utensílios e dispô-los em locais práticos e de fácil acesso.  Pratos podem ser colocados para sec…

Mobiles, com ar de carnaval e fantasia

"Tanto riso, oh quanta alegria"....cantava essa música nos carnavais de antigamente lembrando dos Pierrots e Arlequins que brincavam no salão. E vendo esse mobile não pude deixar de sorrir e imaginar que gostaria de ter um assim no meu quarto, marcando a época dos confetes e serpentinas. 

Longe se vai o tempo em que pulava nos salões, em que saia na avenida de cidades do interior em blocos, em que ficava vidrada na frente da TV assistindo os desfiles de escolas de samba. Mas ainda muito me agrada as cores, a possibilidade de fantasia, do brincar, do poder ser algo diferente nem que se seja por uns dias.
E porque não trazer para dentro de casa essa fantasia em forma de mobile? Reuni alguns lindos que, com boa intenção e paciência, podem ser feitos em casa. Cor, movimento, criatividade. Eis a receita.
Pode deixar sair a poesia, pode reunir retalhos ou balas e guloseimas. O que importa é a brincadeira. Como no carnaval. 
Estrelas do céu enfeitam a vida das estrelas da terra. Amei …

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…