11 de jun de 2018

Desenhar o movimento e a anatomia artística

Sempre gostei de desenhar. Quando era pequena, fazia aqueles garranchos costumeiros de casas e sóis. Depois, mais crescida, comecei a copiar (ou a tentar fazer isso) imagens de livros. Mas nunca fiz um curso de desenho ou tive à disposição nessa época livros que me ensinassem as técnicas para desenhar.

Ao receber estes dois livros, confesso que me senti desafiada. 

O primeiro sobre DESENHAR O MOVIMENTO me surpreendeu de maneira única. Um livro sobre desenho feito com uma bela expressão gráfica e explicações poéticas que mostram de forma muito direta "como fazer com que aquilo que está fixo sobre o papel tenha movimento?"   

São 12 capítulos sobre técnicas e maneiras de conferir a ilusão do movimento ao fixo. E tudo isso demonstrado com belas ilustrações e com palavras que tem ritmo.   


Um livro para se ler com prazer e para se ter por perto como um manual para os desenhos de movimento.

O outro livro que recebi é um pouco menor em tamanho. Ele ensina também de modo gráfico como desenhar o corpo humano de forma esquemática. Chama-se ANATOMIA ARTÍSTICA 2. 

Mas não se enganem com o tamanho pequeno do livro, ele é repleto de conteúdo tanto gráfico como teórico.

Os autores partem da observação do corpo humano, suas complexidades, seus músculos e proporções para começar o desenho por formas básicas e simples. Esferas, retângulos, cones, quadrados esquemáticos se transformam em figuras com rostos, membros e movimento. 

Eu que sempre tive dificuldades com a figura humana e sua representação, já estou com um caderninho de desenho, lápis e vontade de treinar.  


Treinar. Repetir. Aprender. Perseverar. Os livros apontam caminhos, o caminhante deve dar o primeiro passo, depois o segundo, o terceiro....

Se quiser saber mais sobre os livros leia nos links abaixo 

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais 
Nos siga também nos outros canais

snapchat: arqsteinleitao