Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2015/11/01

Como a arquitetura pode ajudar refugiados ? Concurso e alguns exemplos

Refugiados. Desabrigados. Sem teto. Por todo o mundo há milhões de pessoas em situação de precariedade total. E com necessidades básicas de sobrevivência. Uma delas: um teto. E que precisam de uma solução emergencial. Agora.
Já disse o arquiteto finlandês Juhani Pallasmaa em seu livro "Os olhos da Pele" que:
"A arquitetura é nosso principal instrumento de relação com o espaço e o tempo, e para dar uma medida humana a essas dimensões. Ela domestica o espaço ilimitado e o tempo infinito tornando-o tolerável, habitável e compreensível para a humanidade."
Como então a Arquitetura e os arquitetos podem dar a sua contribuição para essas pessoas que tudo perdem? Para tentar equacionar a oferta de alojamentos temporários para os 35.000 seres humanos que pedem asilo na Finlândia, o Museu de Arquitetura Finlandês em colaboração com a SAFA (Associação de Arquitetos da Finlândia) lançou um concurso internacional aberto para buscar soluções para abrigos que levem em consideração o clima frio do país.  
Abrigos. Devem responder às condições de clima do local onde vão ser construídas. Devem ser econômicas, de fácil construção. Devem contar com infra estrutura que lhes garanta condições de vida com dignidade. Isto inclui banheiros, água limpa, energia, segurança. E devem proporcionar uma sensação de abrigo e acolhimento que lhes permita voltar a ter condições de trabalhar e reconstruir suas vidas. 
Inscrições até 23 de Novembro | Entrega 30 de novembro de 2015
Informações AQUI
Shigeru Ban - Casas de papelão
Alguns exemplos já mostrados aqui no blog de soluções arquitetônicas para abrigos temporários

Fonte
 

Comentários
0 Comentários

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More