Notre Dame em chamas

Não bastassem os horrores nacionais, os descasos com a cultura, o incêndio no Museu Nacional, tento passar umas horas longe da web e quando me reconecto leio sobre algo inimaginável: Notre Dame em chamas.

Em Paris. Na Europa. Notre Dame em chamas. Vejo na Tv e custo a acreditar que estou vendo a história queimar nas minhas vistas. Me sinto como cada pessoa que  vejo na tela da tev, assistindo, impotente, em silêncio, séculos de história ruirem. 

 Esquecendo o fato de ser arquiteta, de saber o valor cultural, me sinto como cada pessoa que já entrou em Notre Dame, independente de crenças, não importando se acreditavam em uma nossa senhora mas que sempre foram sensíveis à história e ao trabalho humano que foge à compreensão lógica.
Aprendi a amar a França com o meu pai. Ele que ensinou minha irmã a cantar a Marselhesa em francês, ele que tinha uma bibliografia imensa sobre a Revolução Francesa, ele que me fez sentir uma emoção especial quando percorria as ruas de Paris. Ele que choraria comigo nesse momento. 

Quando entrei em Notre Dame, décadas atrás, havia uma missa. O espaço imenso, a fé em forma de energia, a magia do templo me acompanham até hoje. É como se as imagens fossem claras e vivídas na minha mente.

Notre Dame em chamas. Para quem cresceu  com a cultura européia, para quem cresceu com a ideia de liberdade francesa, para quem aprendeu a cultuar a cultura, ouvir que nada vai restar da Catedral de Notre Dame faz deste um dia muito triste.

A arquiteta entende racionalmente o que significa. A pessoa sente na alma a dor.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 motivos para NÃO fazer arquitetura

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

3 Maneiras de Decorar sua Cozinha