8 Tiny cabanas para inspirar sua alma

Imagem
Na esteira das mudanças de anseios pelas quais passa a humanidade, vemos o incremento das chamadas " tiny houses ". Tiny vem do inglês muito pequeno, e assim foram batizaram casas ou cabanas com pouquíssimo espaço e muito aproveitamento. Seja para casas de veraneio, espaço de trabalho ou mesmo para residir, a experiência de viver apenas com o indispensável, parece ser das tendências mais interessantes dos tempos atuais. Até porque contrapõem de maneira bastante enfática toda uma sociedade de excessos em consumo e usos. Separei aqui 8 exemplos de tiny cabanas que são altamente inspiradoras para alimentar essa ideia de forma prática. Muitas delas são vendidas como forma pré-fabricada.  A primeira delas é  aVOID . Com 8 metros quadrados, o jovem arquiteto Leonardo di Chiara projetou uma pequena casa, inspirada em barcos de sua infância.   Pode ser acoplada a um trailer e, por meio de dobragens consegue múltiplas possibilidades de uso. E ainda conta com um mirante/janela na parte

Usando grão de café usado para abastecer uma casa com energia

Amo tomar café. Foi um hábito que adquiri na faculdade de arquitetura, entre noites insones e rádios barulhentas para me manter acordada. Foi consolidado assim que comecei meus estágios, naqueles momentos sagrados de parar, tomar um folego e recomeçar. Entre eles quem? O cafezinho amigo!

Também comecei a me preocupar com o meio ambiente muito cedo. Tive pais que me ensinaram a não desperdiçar nada, e não apenas por economia, mas para que a sociedade em geral não fosse prejudicada.

Sim, fui uma privilegiada. Tive pais que não apenas me ensinaram hábitos de leitura como me educaram para pensar na sociedade e não apenas no meu próprio umbigo (obrigada Pai e Mãe!)

Também sou admiradora da livre iniciativa, embora muitas pessoas confundam meu desejo de maior igualdade social e inclusão respeitosa como comunismo. Deve ser falta de aprimoramento em pesquisa para saber o que significa um e outro. Então os desculpo. 

Dito isso, digo também que achei bem inteligente esta proposta de uma empresa de unir seu produto café com a pesquisa de criar um biocombustível ecológico a partir de grãos de café usados e gerar assim energia limpa para abastecer uma casa projetada para mostrar esta tecnologia. E obviamente fazer propaganda para a marca. Propaganda inteligente, diria eu.

É o que fez a Dunkin 'Donuts com esta pequena casa abastecida com um biocombustível feito com 80% de óleo extraído da borra do café.


O projeto em si não me chama muito a atenção. Existem várias propostas de casas móveis bem pequenas que me parecem bem mais interessantes do ponto de vista arquitetônico. O que realmente me chamou a atenção foi o reaproveitamento de um produto bastante usado (inclusive por mim) e que normalmente é desperdiçado no lixo.
Segundo o site da empresa, eles fizeram uma parceria com uma empresa bioquímica, para fazer o biocombustível.

As etapas seguida são:

  • Extração do excesso de oleosidade no pó de café usado.
  • Mistura dos óleos extraídos com um álcool para produção do biodiesel e glicerina como subproduto.
  • Refino  
 O exterior da pequena casa transportável foi projetado para lembrar a marca tanto nos materiais utilizados como na forma que segundo eles, lembraria uma xícara de café.
O interior traz todos os confortos de uma casa principalmente com recantos para degustar um delicioso café. As cores usadas remetem à marca.

Faça um passeio pela casa AQUI 

Vi esta matéria AQUI.

Nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest


Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 motivos para NÃO fazer arquitetura