14 de mai de 2018

Fachada autolimpante em arranha-céu

Grandes edifícios tem grandes áreas envidraçadas cuja manutenção é fonte de gastos e riscos. Um lançamento em Nova York promete um revestimento de fachada autolimpante. E como funciona isso? Segundo o site holandês Materia, usando um novo material que "usa a luz solar para transformar agentes contaminantes em vapor de água e sal. O exterior irá remover o impacto de 2.000 carros por ano, o equivalente a 500 árvores." 

O prédio irá se chamar 570 Broome e foi projetado pela Builtd 


Este novo material se chama Neolith . São lajes de pedra tratadas com um revestimento chamado Pureti que faz a purificação de ar baseado em nanopartículas aquosas e de dióxido de titânio, em um processo de fotocatálise.
Além de purificar, como é hidrofóbico, o revestimento torna a fachada autolimpante.
A pesquisa por novos materiais que facilitem a manutenção dos prédios de nossas cidades é uma fator que facilita a qualidade ambiental e econômica das metrópoles, além de reduzir o custo dos riscos que a limpeza por pessoas costuma trazer.


Fotos: Buildt

Gostou? Compartilhe e nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest snapchat: arqsteinleitao