Ideias para tornar a casa mais aconchegante no inverno

Imagem
O frio chega na região sul com a força do inverno. Os dias se tornam mais cinzas, a cerração cobre as manhãs, os gramados se cobrem de geadas. O coração se aperta pelos que nada tem. O inverno é um estágio da natureza, um resguardo para uma nova primavera, nos ciclos que marcam o mundo e as nossas vidas. O mundo se contrai e se expande. E nós com ele. Aos que tem a benção de ter uma casa, coloco abaixo algumas inspirações de como trazer mais aconchego aos lares.   Inverno É tudo o que sinto Viver É sucinto Paulo Leminski Cores e animais trazem sempre um clima de calor aos lares. Hora de colocar mantas , almofadas coloridas, materiais felpudos e muitos locais onde se deixar ficar para curtir uma série, uma música, uma sopa.     Quem vive em regiões mais frias sabe como é difícil acordar e sair debaixo das cobertas. Especialmente quando usamos edredons de penas, muitos travesseiros e deixamos nossos quartos com a cara do aconchego .   Redes no inverno? Sim e com certeza! Um canto especi

Edifício biomórfico sustentável lembra montanha

Sou uma apaixonada pelo passado e desde pequena me pego pesquisando sobre a vida das pessoas e onde viviam. Quando vi essa proposta que foi enviada para um concurso a ser construído em Ereván, na Armênia, lembrei das inúmeras construções em forma de pirâmides do mundo antigo. Podem não ter nada a ver, mas também posso voar na imaginação e pensar que os antigos se inspiravam na natureza para criar seus templos, túmulos e locais de encontro e convivência.

biomórfico
adjetivo
  1. 1.
    que tem a forma, estrutura ou aspecto de um organismo vivo.
  2. 2.
    semelhante a, ou que lembra ou sugere formas orgânicas vivas.


A proposta do edifício montanha LACE Hill é do escritório americano Forrest Fulton Architecture e além da integração com o entorno, em que o prédio se mescla e se confunde com a paisagem, e o uso de grandes espaços com ventilação natural, o projeto prevê tratamento de águas cinzas, aquecimento e refrigeração por bombas geotérmicas, recobrimento da fachada com vegetação local. 

O resultado é completamente diverso das propostas usuais de grandes prédios (85.000 m2) envidraçados e com formas mais usualmente usadas em grandes empreendimentos que unem habitação e comércio. 





Fonte
Nos siga também nas redes sociais
Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest 

snapchat: arqsteinleitao   

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros