Estúdio com 30m2 tem construção econômica e resultado belo

Imagem
O  BAAQ  é um escritório de arquitetura mexicano que desenvolveu este projeto para um estúdio de descanso, o Chiapas Studio. Os requisitos eram economia na construção e manutenção. O resultado ficou muito interessante.  Com cerca de 30 m2 a construção aproveita a ventilação natural e como a região tem verões quentes, aproveitam a grande cobertura em bambu para criar uma varanda coberta para ser usada nos dias quentes. Para os dias frios, a parte inferior, com paredes de painéis de cimento e poliestireno de alta densidade, abriga como sala de estar.

Equilíbrio ecológico e saneamento em prédio com estrutura em bambu

Projeto Toigetation
Boa Arquitetura que é simples, barata e bonita a gente gosta de mostrar aqui no blog. Quando ela une à isso um objetivo social de solucionar necessidades de saneamento e banho de alunos de comunidades carentes (inclusive de água) no Vietnã, nos dá mais um motivo para dar visibilidade aos prédios.

Dois exemplos da mesma proposta do escritório H&P Arquitetos que leva o nome de projeto Toigetation. O primeiro, mais enxuto é de 2014 e foi feito para o Ministério da Educação e Treinamento e Ministério da Saúde do Vietnã. 

Uma estrutura de bambu, aparentemente simples, mas com uma engenhosidade preciosa, faz uma espécie de cortina que envolve o prédio com uma camada de verde e ajuda a regular o clima.  







O segundo leva o nome de Toigetation 2 e foi ampliado no número de equipamentos e espaços disponíveis, mas mantém a ideia do envolvimento com as estruturas de bambu que, com a vegetação, proporcionam um corredor de sombras e abrigo e, ao mesmo tempo, alimentação. 

O prédio é construtivamente simples, o que facilita em áreas de recursos mais carentes, sua iluminação provem de painéis solares, e as águas da chuva e residuais são aproveitadas para uso nos jardins e limpeza. 

Parece as vezes que prédios assim simples não representam muito em termos arquitetônicos. Mas a verdade é que solucionar problemas básicos das pessoas, especialmente as que não dispõem de muitos recursos, exige muita criatividade, conhecimento e uma visão humana do profissional arquiteto, que deve estar atento às técnicas construtivas da região, ao material que pode ser utilizado de forma mais econômica e durável e em como conjugar os condicionantes técnicos com a possibilidade de melhoria da vida das comunidades.  

Vejam AQUI outro projeto dos Arquitetos do H&P







(Via Archdaily)

Fotos: Nguyen Tien Thanh

Gostou? Compartilhe e nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest
snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros