MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Casa com materiais simples e de fácil manutenção

Uma casa localizada na Austrália, com 170 m2, e usando materiais simples é o projeto de Lachlan Shepherd Architects, um escritório de jovens arquitetos que usa uma abordagem holística para cada projeto, que é equacionado para as necessidades individuais de cada cliente e integração com o local onde se localiza.   
Os clientes são uma família de três pessoas mais um cão. A localização permite uma vista para o mar, aproveitada pelo uso do segundo pavimento, onde se localiza a área íntima e que ganhou esquadrias generosas que permite que se desfrute da paisagem.  

A casa usa elementos pré moldados e o seu interior revela espaços amplos e arejados, onde o mobiliário se coaduna perfeitamente à proposta.
Uma mistura equilibrada entre os elementos pré moldados em zinco e o concreto, em uma volumetria simples e elegante conferem beleza ao projeto.

O mobiliário segue a proposta de funcionalidade e praticidade, os ambientes podem ter vários usos com camas que são encaixadas em armários, deixando os espaços livres quando estão recolhidas.  

O fechamento é feito com portas camarão de dimensões generosas que liberam o espaço para a convivência. 

Um telhado de grama sintética foi usado no segundo pavimento proporcionando um espaço ao ar livre onde se pode desfrutar da vista e do sol. 


fotos: Ben Hosking

(Via)

Nos siga também nas redes sociais

snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros