MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Design para coletar/redesenhar momentos significativos

Estava pesquisando sobre a madeira transparente quando encontrei esse estúdio de design japonês. Eles desenvolveram essa mesa que parece ser de madeira transparente. Parece mas não é! Na verdade é de acrílico com veios. Mas como nada na vida acontece por acaso, muito menos na web, é dessa maneira meio que por acaso que faço muitas das minhas melhores descobertas.

Fui lá conferir o Stúdio Nendo e seu conceito de trabalho: 
...acreditamos que estes pequenos momentos "! " são o que fazem os nossos dias mais ricosÉ por isso que nós queremos reconstituir o quotidiano através da coleta e redesenho em algo que é fácil de entender.
Eles se referem aos momentos de exclamação que temos em nossas vidas diárias e que nem sempre são expostos ou levados na consideração que merecem. Ressaltar essa necessidade me soa como aquelas sutilezas que a cultura nipônica nos brinda e que eu tanto admiro.

Numa rápida olhada vi alguns dos seus projetos que vão desde a arquitetura à projetos gráficos para grandes empresas. E em todos o desenho inicial expressa o conceito que mostra claramente a intenção e a inspiração.  

A Casa Livro ou Book House recebeu um prêmio de excelência, o JCD Design Award. Escusado dizer que eu adorei a ideia de usar essa estante como uma biblioteca exposta ao público. Ou seja, as paredes externas revelam o saber e convidam as pessoas a usufrui-lo. E a luz é usada como elemento de ligação entre o interior e o exterior. 


Auto explicativo, o desenho do edifício dos pássaros permite a observação de uma pessoa nessa linda casa dos pássaros na árvore projetada para a Fundação Ando que se dedica a "promover e aumentar o acesso a atividades na natureza". 



Para a Universidade de Arte e Design de Kyoto foi criado esse pequeno pavilhão (em colaboração com o arquiteto Ryue Nishizawa) que é composto de uma cobertura e respeita a íngreme topografia local. A ideia é que "os visitantes lembrem da sensação de uma caminhada nas montanhas sob cobertura de árvores".  

Para a propaganda de uma mega indústria de maquinário pesado foi criada que a mostrasse ao consumidor comum, raramente alcançado por ela com esse tipo de publicidade. Através do uso da logotipia da empresa IHI foram sendo mostradas todas as suas áreas de atuação. 
"Esta ideia original surgiu da semelhança das letras do logotipo com as vigas de aço I e com os perfis H utilizados na construção. Assim como aço estrutural é usado para construir edifícios, este conceito nos permitiu montar uma variedade de imagens visuais." 





Nos siga também nas redes sociais
Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest 

snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 motivos para NÃO fazer arquitetura