MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Kids Pod - um anexo para os netos cheio de estilo

Me apaixonei por esse projeto quando o vi em uma correspondência da Contemporist. Fiquei super curiosa imaginando que fosse um mercado ou um charmoso restaurante natural. Imaginem como fiquei fascinada ao saber que ele é um anexo para os netos do casal para quem o arquiteto já tinha feito um projeto.

Fala sério se vocês não queriam algo assim para os seus netos? Eu, se os tivesse, adoraria ter feito esse projeto!
Projeto de Mihaly Slocombe localizado em um vinhedo na Austrália. A ideia era reproduzir a sensação de uma casa de árvore, misto de abrigo e proteção. Usando materiais como concreto polido, revestimento de madeira, esquadrias de alumínio e madeira compensada como revestimento das paredes, o prédio se assemelha a um retângulo que se ilumina a noite e cujas venezianas amplas permitem que a luz natural entre trazendo a luz do dia com intensidade. 
Arquiteto  Mihaly Slocombe

Fotografia Emma Cross

Para os que quiserem ver como uma obra se faz, se constrói com experimentação, com aquela lapidação diária de um bom padeiro, que amassa diariamente o pão e sempre o aperfeiçoa, leiam o experimental architecture
que fala exatamente desse projeto. A analogia com o padeiro e o pão está no texto e é muito interessante. 

O autor diz que o arquiteto teria três importantes lições a aprender com o padeiro: 
  • Simplicidade. Buscar o essencial e ele deve conduzir o projeto.
  • Auto-consciência crítica. Para poder saber o que faz e poder entender o que dá certo e o que não dá.
  • Inquietação.Saber ver além. "Só quando se pode distinguir entre a reinvenção da roda e verdadeira experimentação se pode ter certeza de estar atingindo a meta"
Eu achei deveras interessante porque, normalmente, quando se vê um projeto ele se apresenta como o produto final, sem mostrar as etapas que que se levou para chegar a um bom resultado. Esse caminho de experimentações é muito rico e pode levar à novas descobertas e novas soluções. Além de garantir a melhor possível ao projeto que estamos trabalhando.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros