8 Tiny cabanas para inspirar sua alma

Imagem
Na esteira das mudanças de anseios pelas quais passa a humanidade, vemos o incremento das chamadas " tiny houses ". Tiny vem do inglês muito pequeno, e assim foram batizaram casas ou cabanas com pouquíssimo espaço e muito aproveitamento. Seja para casas de veraneio, espaço de trabalho ou mesmo para residir, a experiência de viver apenas com o indispensável, parece ser das tendências mais interessantes dos tempos atuais. Até porque contrapõem de maneira bastante enfática toda uma sociedade de excessos em consumo e usos. Separei aqui 8 exemplos de tiny cabanas que são altamente inspiradoras para alimentar essa ideia de forma prática. Muitas delas são vendidas como forma pré-fabricada.  A primeira delas é  aVOID . Com 8 metros quadrados, o jovem arquiteto Leonardo di Chiara projetou uma pequena casa, inspirada em barcos de sua infância.   Pode ser acoplada a um trailer e, por meio de dobragens consegue múltiplas possibilidades de uso. E ainda conta com um mirante/janela na parte

Casa de materiais reciclados e rearrumados


Fonte
Imagine uma casa com material de segunda mão. Já não é inteiramente inovador fazer isso. Aliás, não é inovador para uma certa camada da população, porque milhões mais carentes fazem isso há muitos anos. 
Fonte
Mas pense em um arquiteto europeu, criador de grandes obras, que faça a sua casa assim. E mais, a medida em que algo se estraga, ou quebra, ele faz um remendo com o material que tiver ao seu alcance e a sua casa vai se tornando uma teia única e completamente personalizada.

Fonte

Esta é a proposta do arquiteto húngaro Elemèr Zalotay. Imagine algumas décadas dessa prática e o resultado é o que se vê no vídeo abaixo. Estranho. Instigante. Pode-se chamar de arquitetura? Ou apenas de mania de um homem excêntrico? Pois muitos consideram arquitetura de qualidade. E você ? O que acha? 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 motivos para NÃO fazer arquitetura