MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Arquitetura ilustrada by Federico Babina

Muitas pessoas são apaixonadas pela Arquitetura. E não apenas quem trabalha na área. E entende-se a paixão. Nossos abrigos, nossos espaços, nossas cidades, tudo faz parte da Arquitetura. Muitas vezes se brinca (ferinamente) com a nossa mania (nós arquitetos) de falarmos que tudo podemos, que a arquitetura abarca quase tudo que se refira à criação de espaços. Pessoalmente considero que arquitetar significa planejar. E no nosso aprendizado vamos das ciências exatas às humanas. Obvio que temos que ter foco, caso contrário não vamos resolver a nossa parte, qual seja, usar dessa imensa bagagem de informações que adquirimos nos estudos para traçar um resultado palpável. E que funcione. 

Então os desenhos e projetos em papel, em meio digitais ou outras ferramentas de representação seriam menos Arquitetura que os prédios construídos? Há muita discussão a respeito. Na minha modesta opinião, projetos são uma ferramenta que irá materializar algo. E esse algo é que irá justificar o que entendo por Arquitetura com A maiúsculo.  

Mas...há também muita arte em representações do produto final. E há quem faça do produto final uma forma de arte, ao ilustrá-los com um olhar de profissional. É o caso da obra de Federico Babina

Através de representações que captam a essência de obras, ele as "linka" com música, com cinema, com maquinário e mesmo com países gerando uma produção super lúdica e interessante. E que mostra estilos e obras de grandes arquitetos, encerrando aí também uma função educativa. Afinal, é através do estudo do trabalho de vários profissionais da Arquitetura que vamos entender mais da magia dessa bela profissão.   












Ilustrações do site do artista

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros