MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Portas do futuro. Ou de agora


Quando eu era pequena assistia na TV muitos filmes de ficção científica. 

E uma das coisas que me fascinava eram as portas.

Nunca eram portas comuns. Não! As portas não tinham maçanetas, elas se abriam e tinham diferentes formatos. 

Me lembro ainda a primeira vez que vi uma porta automática, dessas de aeroporto que se abrem quando a gente chega. Não pensem que sempre foi assim. Houve uma época em que isso era o máximo da novidade e as pessoas se postavam na frente só para ver aquela maravilha. Anos 70 gente. 

Pois imaginem como seria o futuro de nossas portas? Pois um austríaco chamado Klemens Torggler bolou um tipo de porta bem diferente. Sem trilhos nem dobradiças. Milagre? Não, apenas movimento de dois quadrados. Ou triângulos. Ou vários painéis. 
Interessante não é mesmo? As possibilidades são imensas e a grande sacada me parece ser nos mostrar que nem tudo precisa ser sempre igual ao que temos porque sempre foi assim. Pensar fora da caixinha. Inovar.

Bem mais parecidas com o que se imaginava do futuro nos anos 60. 
   


Podem notar nos vídeos abaixo que ele vem trabalhando com protótipos faz bastante tempo. O primeiro vídeo foi postado há cinco anos e os dois últimos são de agora. As ideias vem evoluindo e os sistemas parecem bastante simples quando vistos funcionar. Muita gente deve estar se perguntando: mas como não pensei nisso antes? 

Bonitezas a parte, ficam algumas questões: segurança. Há possibilidade de colocar trancas ou fechaduras, ou algo que a torne intransponível? Se não pouco servem para portas externas. Segurança no manuseio. Vi alguns comentários em outros sites alertando para o problema do uso por crianças. Enfim, todo novo produto passa por críticas e aprimoramentos. Alguns vingam, outros não. Mas o importante é que surjam novas concepções que afastem o "sempre foi assim, vai continuar assim" ad eternum

Quer saber mais? Clique AQUI e AQUI

Fonte  Dica do Marco Aurélio


Postagem Elenara Stein Leitão 

PS: essa reportagem eu achei depois de escrito o post. E fala de outra porta que pode ser também uma solução para o futuro. E é brasileira. Vejam AQUI a Maxdoor 

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros