Pular para o conteúdo principal

Valorizar o passado faz o presente mais bonito

Estava postando no Instagram quando me saiu essa frase de lá de dentro: 

Porque linda vida está em valorizar o passado para poder fazer um presente ainda melhor e mais bonito.
Me dei conta que muita coisa da minha vida, dos meus projetos, do meu estilo tem um quê de valorização do passado. Sempre gostei de história, sempre adorei ler e pesquisar o que foi feito, como foi feito e o que podemos aprender com isso. Já vi que pode mudar a tecnologia, pode mudar o local, mas paixões e sentimentos humanos não mudam. Somos a mesma essência de milhares de anos atrás, por mais modernos que possamos parecer ser. Quem esquece isso acaba por não entender a Vida em sua plenitude.      
Vejo muitos jovens achando que a juventude é eterna. Que o Agora vai se cristalizar no tempo e nunca passar. Vã tolice! O que temos por fora muda e muito. Por isso também achei de extremo mau gosto uma modelo se "fantasiar" de velha para uma festa do Dia das Bruxas. Ser velho em aparência não é assustador. Um jovem achar que é, sim.
Com os ambientes também não é diferente. Os estilos de agora, os "up to dates" do momento vão passar e daqui uns anos vamos olha-los e muitas vezes morrer de rir. Até que talvez, mais uns anos, nossos netos os valorizem novamente. A vida é um ciclo
Costumamos reverenciar muito o que é considerado de valor. Chamamos de raridades ou vintage. Ou muitas vezes fabricamos peças modernas com cara de antigas, os chamados objetos retrô. Mas nem sempre temos o mesmo comportamento com as pessoas. Corremos apressados e esquecemos de escutar, rimos dos velhinhos que contam casos e casos na fila do banco, muitos ainda reclamam das vagas de idosos. Não se levantam para dar um lugar no ônibus, no metrô. Enchem a boca para falar da cultura e da educação em outros lugares mas se esquecem de ser educados. Meu desejo secreto para quem faz uma grosseria para alguém mais idoso é que nunca chegue lá. Porque a velhice é o preço que se paga para não partir antes.
Quem vê os descolados do momento falando ao celular e usando um fone semelhante aos telefones antigos, acha muito charmoso e nem sabe que eles já foram considerados cafonas ou fora de moda um período. Faz parte da característica humana por mudanças. Uma geração vem com ideias novas e questionando as passadas justamente para que o mundo se mova, se transforme. Se para melhor ou pior vamos ver depois de alguns (muitos) anos.

Quem estuda um pouco de história vai ver que ondas de liberalidade e conservadorismo se alternam nos comportamentos. Coisas que achamos muito modernas já foram feitas por antepassados. Já disse e repito: tecnologias mudam, homens e mulheres não. E não estou me referindo às pequenas mudanças individuais e sim aos macro sentimentos e inquietudes gerais.  
Velhice não é fantasia. Usar objetos vintage ou retrô não é apenas moda. É atitude, é sustentabilidade afetiva.

Pessoas que envelhecem não ficam feias. Recebem marcas do tempo e é preciso ter beleza de alma para reconhece-las e admira-las. Muito mais bonito um rosto enrugado e de olhar vivo que uma cara esticada por botox e sem expressão.

Muito mais bonita uma casa com ar de quem tem história para contar que uma que pareça um mostruário de loja.   
Expressão. Ter o que contar. Conteúdo. Isso faz toda a diferença. Sem conteúdo, garrafas servem apenas para enfeite. Vale o mesmo para pessoas. 
Fontes: Pinterest
Autor : Elenara Leitão

Comentários

  1. Nossa!! Fiquei encantada com seu post hoje, merecem aplausos!
    Todos nós envelhecemos a cada dia. Alguém que não queira envelhecer e deseja morrer jovem, nunca saberá o que é ganhar experiências, sabores e dissabores da vida. Eu desejo viver um bom bocado!
    E adoro o vintage! Quer algo mais cheio de personalidade que objetos ou tendências que sobreviveram ao longo do tempo e carregam uma história?
    Obrigada por seguir meu blog! Estou gostando muito daqui também.
    Abraço!

    ResponderExcluir
  2. Obrigada Izabel!
    As pessoas vivem na ditadura da juventude, sem perceber que ela é também um estado de espírito. Por isso a importância de sensibilizar, de despertar todos os sentidos. E a Arte é um poderoso caminho para isso. Adorei teus artigos, compartilhei alguns na minha página do face
    Abraços e volte sempre.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

O que seria o tal conceito no projeto de arquitetura?

Uma das coisas mais importantes para que uma edificação possa ser considerada arquitetura é ter um conceito, uma proposta. E isso só é possível se existir um programa para AQUELE problema, AQUELE cliente, AQUELE terreno. É a partir desses condicionantes que o arquiteto pode gerar uma solução que seja a mais adequada possível. Elenara Leitão - arquitetura é mais que desenho.Tenho para mim que um dos maiores desafios da profissão arquitetura seja definir com consistência um conceito e segui-lo com coerência até o resultado final. 
Mas o que seria exatamente o conceito de um projeto arquitetônico?Há quem o defina como a ideia mestra que vai nortear as decisões projetuais. Aquela ideia que surge da reflexão sobre os condicionantes estudados para muitos. Ou um insight milagroso que surge da mente do projetista e que vai gerar formas ou padrões que tragam algum significado, para outros.

Podemos ver pelas frases de arquitetos muitas de suas ideias mestras que geraram os conceitos de seus proje…