MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Buscando respostas no passado



Estava lendo essa matéria sobre a busca de tecnologias no passado, especificamente o concreto romano

"O concreto romano, fabricado há mais de 2.000 anos, continua sustentando estruturas, sem sinal de deterioração, enquanto o concreto moderno mostra sinais claros de degradação apenas 50 anos depois de sua fabricação.

Segundo a equipe, o segredo está em um composto altamente estável, conhecido como silicato hidratado de cálcio e alumínio. É esse composto que dá liga ao concreto romano, que foi usado para construir algumas das estruturas mais duráveis do mundo ocidental. O processo de fabricação do concreto romano também era muito menos danoso ao meio ambiente do que o atual."


Impossível não pensar em quanto perdemos na nossa vida atual ao olhar sempre para frente e não debruçar um olhar crítico, analítico e pesquisador sobre soluções do passado. Na Arquitetura antiga são inúmeros os prédios que são exemplos de adaptação ao meio, de sustentabilidade, de tecnologia bem aplicada. Veja AQUI um desses exemplos. Um dos componentes que eles tinham em vantagem sobre nós era o tempo. O tempo hoje nos atrapalha em sua sofreguidão, nos faz menos reflexivos. As respostas são para ontem, as questões são sempre novas, a experiência é delegada a um segundo plano em função da inovação. 

Olhar a história nos faz descobrir que as soluções podem já ter sido descobertas e testadas. Olhar a história nos faz ter um pouco de humildade de ver que somos parte de um processo bem maior do que sonha nossa vaidade do momento. Nem sempre inventamos a roda. Alguém pode ter feito isso antes e olhar a sua experiência algumas vezes nos faz errar menos no presente. 

Curta no Facebook  Assine no Flipboard 

Comentários

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros