MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Quarteirão francês com toques de sustentabilidade



O escritório de arquitetura Atelier francês Tarabusi concluiu recentemente um complexo residencial em Nantes, França.  Usaram uma estrutura de madeira e concreto. Aliás a construção em concreto é bastante usada na França, me lembro de ter visto uma palestra a respeito, sobre como a tecnologia forma túnel é corriqueira nesse país. Aqui no Brasil ela não é tão usada, alguns conjuntos residenciais na década de 80 usaram esse sistema. Um ao lado da construtora onde eu estagiava e tive a sorte de acompanhar a obra da janela da minha sala. Foi um aprendizado bem interessante.
Esse conjunto observou várias características de conforto ambiental, incluindo o uso de luz e ventilação natural. Um recurso arquitetônico fácil de ser projetado e que traz grandes ganhos ao futuro gasto (ou economia) energética dos edifícios.

Houve um cuidado inclusive com os locais de estacionamento que ficam protegidos, e isolados, por uma cobertura/passarela de madeira. Um cuidadoso tratamento paisagístico, tratamento e aproveitamento de águas da chuva, trazem um caráter de sustentabilidade para esse quarteirão. 




 


Fontes:
domusweb ,
architopik

Dica : Massimo Castoldi

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros