Estúdio com 30m2 tem construção econômica e resultado belo

Imagem
O  BAAQ  é um escritório de arquitetura mexicano que desenvolveu este projeto para um estúdio de descanso, o Chiapas Studio. Os requisitos eram economia na construção e manutenção. O resultado ficou muito interessante.  Com cerca de 30 m2 a construção aproveita a ventilação natural e como a região tem verões quentes, aproveitam a grande cobertura em bambu para criar uma varanda coberta para ser usada nos dias quentes. Para os dias frios, a parte inferior, com paredes de painéis de cimento e poliestireno de alta densidade, abriga como sala de estar.

Móveis inteligentes

Fonte: Pinterest
Móveis inteligentes seriam aqueles que fazem maravilhas. De cada cantinho sai uma nova utilidade e eles são mais do que percebemos em um primeiro momento.

Exigem muito planejamento, excelentes profissionais e materiais, e sim, custam caro. Vejam esses exemplos abaixo (dica do Flávio Garcia). Essa escrivaninha toda poderosa -The Roentgens' Berlin Secretary Cabinet é uma dessas peças muito elaboradas e que foi construída manualmente por um artesão artista e conhecedor do ramo. Ela tem detalhes que nos encantam até hoje - e um dos que mais gostei foi a fechadura escondida no adorno. Há mais exemplos no site do Metropolitan Museum of Art




Esse outro exemplo abaixo é do século 18th, uma mesa francesa com vários mecanismos mecânicos que a tornam extremamente versátil.



Mas hoje, seriam possíveis esses móveis? Lógico, mas mesmo naquele tempo em que foram construídos não eram usuais e deviam, como hoje, custar muito caro. Eram - e são - obras de arte. O que seriam então hoje móveis inteligentes?  Os que são versáteis e ocupam pouco espaço, se transformam conforme a necessidade, reaproveitam materiais ou não gastam em demasia em sua confecção.

Mas quando a gente olha essas noticias de móveis planejados fechando e deixando um monte de clientes e funcionários na mão, dá um aperto no coração (e no bolso). Para nós, indicadores de fornecedores, é ainda mais angustiante. Uma das coisas básicas de trabalhar nessa área é a formação de sólidas parcerias. Eu procuro trabalhar com pessoas e empresas de confiança, mas também passo por percalços quando essa confiança é quebrada. Estou agora tentando resolver esse problema de uma cliente que não pode ser prejudicada. Talvez móveis inteligentes, hoje, sejam aqueles que são entregues no prazo e funcionam a contento. Mais do que nunca a confiança é ingrediente básico do bom resultado final.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros