MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Meme de dezembro - Árvore de Natal

Continuando com os memes de dezembro, hoje é dia de falar em Árvore de Natal. E porque no dia 6/12? Porque era a data tradicional em que se arrumavam as árvores de Natal.







Diz a história que a tradição de enfeitar as árvores vem da Alemanha, lá pelos anos 1500. Ou seja, quase na mesma época do descobrimento do Brasil. Fala-se que Martinho Lutero teria se encantado com a neve que enfeitava as árvores e reunindo isso à tradição pagã, chegamos às nossas de hoje. Já não mais cortadas como na época de minha infância, feitas de todas as maneiras e materiais, elas ainda guardam uma magia de significar que entramos na época natalina. 

Uma das maiores emoções de pequena era ajudar a arrumar a árvore. Era tudo muito mágico, desde pegar as caixas com os enfeites guardados, ver os que tinham sobrevivido. Eram muito frageis as bolinhas...Montar a árvore (a gente chamava de Pinheirinho de Natal) era tarefa de irmã mais velha. Para mim sobrava cortar os fios de linha do ano passado e separar os novos. O algodão que imitava neve, esse eu podia colocar, depois de tudo pronto.


 Mas o mais bacana era montar o presépio! Cada ano era diferente, com água de verdade, areia, reis magos que iam se aproximando do menino na manjedoura...Agora já se diz que nem animais tinham...Será? Eu ainda fico com a imagem de minha infância.  
 Hoje as árvores já não precisam ser cortadas, nem são tão tradicionais como eram. Mas o que deve sempre permanecer é a magia do Natal. É renovar sempre a esperança.

Fonte Pinterest

Comentários

  1. Muito show! Adoro a árvore seca. Este ano vou fazer assim de novo.
    beijo, menina

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros