Ideias para tornar a casa mais aconchegante no inverno

Imagem
O frio chega na região sul com a força do inverno. Os dias se tornam mais cinzas, a cerração cobre as manhãs, os gramados se cobrem de geadas. O coração se aperta pelos que nada tem. O inverno é um estágio da natureza, um resguardo para uma nova primavera, nos ciclos que marcam o mundo e as nossas vidas. O mundo se contrai e se expande. E nós com ele. Aos que tem a benção de ter uma casa, coloco abaixo algumas inspirações de como trazer mais aconchego aos lares.   Inverno É tudo o que sinto Viver É sucinto Paulo Leminski Cores e animais trazem sempre um clima de calor aos lares. Hora de colocar mantas , almofadas coloridas, materiais felpudos e muitos locais onde se deixar ficar para curtir uma série, uma música, uma sopa.     Quem vive em regiões mais frias sabe como é difícil acordar e sair debaixo das cobertas. Especialmente quando usamos edredons de penas, muitos travesseiros e deixamos nossos quartos com a cara do aconchego .   Redes no inverno? Sim e com certeza! Um canto especi

Biblioteca de Babel fica na Holanda

Eu, como boa leitora concordei quando vi a chamada da matéria: nesse lugar eu poderia morrer. Me lembro de um conto de Borges, a Biblioteca de Babel.

Essa biblioteca pública, projeto da MRVDV, situada em Spijkenissse, na Holanda,me lembrou essa descrita por Borges. Muito bem que não seja exatamente como ele descreveu, mas essa transparência e a imagem de uma montanha de livros me fascinou.



 Alguns aspectos práticos devem pecar, como a convivência dos livros com a luz, que não é lá muito recomendável. Quer saber mais sobre o projeto veja AQUI
Com cerca de 10.000 m² se pretende que seja um exemplo de eficiência energética. Além dos livros, ela ainda abriga auditório, salas de exposição, salas comerciais e de exposições.

A forma lembra um silo do local. Os livros revestem as salas internas, e as pessoas percorrem a torre como se fosse realmente uma montanha de conhecimento. Uma maneira interessante de despertar o gosto da leitura em uma região de poucos leitores.

O clima é controlado como se fosse em uma estufa, e a ventilação natural e um sistema de armazenamento subterrâneo de calor fornecem condições confortáveis ​​durante todo o ano.  




Penso que em toda a biblioteca há espíritos. Esses são os espíritos dos mortos que só despertam quando o leitor os busca. Assim, o ato estético não corresponde a um livro. Um livro é um cubo de papel, uma coisa entre coisas. O ato estético ocorre muito poucas vezes, e cada vez em situações inteiramente diferentes e sempre de modo preciso. (...) Detenhamo-nos nesta ideia: onde está a fé do leitor? Porque, para ler um livro, devemos acreditar nele? Se não acreditamos no livro, não acreditamos no prazer da leitura. (...) Acompanhamos a ficção como acontece, de alguma maneira, no sonho. 

Jorge Luís Borges, in "Camões



Fonte e fotos


Comentários

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros