14 de mai de 2011

Quando as pontes falham


Eu não estou me referindo às pontes do mundo real, mas às do mundo virtual. Hoje nossa sociedade é feita de espaços, qual verdadeiras cidades, onde habitamos nossas ideias, nossas propostas, nosso mundo. E quando as pontes que nos colocam em contato com elas falham, é como se um pequeno (ou grande) colapso se abatesse sobre nós. O Blogger ficou fora do ar para manutenção. Essa ocasionou problemas pelo que entendi de seus comunicados e na volta perdi comentários, postagens e uma rota determinada. Ia falar sobre sustentabilidade de forma mais ordenada. Cadê o post que iniciaria essa proposta ? Sumiu. E como eu acreditava na redução, acabei por não fazer cópia....e foi-se o pensamento. E o outro que entraria depois dele, já foi ao ar, sem que eu pudesse arrumar isso....Cruel ironia. Num tempo de grande tecnologia, me senti com saudades do velho e bom carbono. Já externei aqui mesmo no blog minha preocupação com essa volatibilidade dos tempos modernos. Ideias, boas ideias, excelentes debates, fases da vida que são trocadas em e-mails se perdem para sempre caso as midias mudem, caso o provedor falhe. Muitos de nós já passaram por perder dados de disquetes, de computadores que se foram, pela falha de um lance qualquer que..DELETA.
Sustentabilidade ao meu ver é também ter a prática de não deletar com tanta facilidade. Resgatar memórias, reusar conhecimentos, reciclar hábitos e costumes.   

2 comentários:

  1. Eu perdi comentários, também.

    A vulnerabilidade do mundo virtual é pra se pensar, mesmo.

    Um Lindo Domingo!

    ResponderExcluir
  2. Uma ponte traz sempre uma ideia de ligação. Pontes de Hidrogênio,Pontes de Safena, Ponte de Salvação. E quando as pontes falham a gente sente aquela coisa de ficar isolado... Muito a se pensar sobre isso, querida!

    ResponderExcluir

Sua opinião é super importante para nós !