7 de mai de 2011

Mãezinha alegre e atualizada


Arrumando as coisas no escritório achei essa relíquia. Um legitimo exemplar de Casa e Jardim de julho de 1964 ! Custava a bagatela de Cr$ 300,00. E antes que achem que eu já folheava revistas de decoração em tão tenra idade (sim,eu já era nascida nessa época...), essa revista eu ganhei com uma pilha de outras de herança de um primo que trabalhava em decoração.

O projeto arquitetônico do mês já se preocupava com privacidade e a casa era voltada para o interior. Projeto dos Arquitetos David E Dácio Ottoni em Vila Paulista. O volume é bem interessante e ela tem uma faixa de ventilação na laje que se salienta 70 cm para fora e solta a cobertura.



E é claro, uma matéria sobre funcionalidade das cozinhas, uma necessidade que começava a se tornar importante já que as empregadas domésticas começavam a desaparecer (segundo a revista), levando as donas de casa a permanecerem mais tempo elaborando seus pratos para o deleite da família. Inclusive já se nota uma proposta de união da cozinha com a sala de refeições (uma tendência que vemos nos nossos dias).



E as mamães, onde ficam ? Em 1964 pelo que vemos ficavam na cozinha. Ainda bem que muita coisa mudou desde então.



4 comentários:

  1. Nossa! Que jóia rara! Adorei o post e a matéria da revista, que é bem legal para vermos como era tratada a questão dos ambientes na época.
    Bjo

    ResponderExcluir
  2. Que achado, hein, Elenara?!

    Bonito projeto, surpreende com seus ares bem contemporâneos!

    Do fundo do baú, e repare: já se vê o anglicismo "living" aparecendo na planta, no lugar de "sala"...

    Macaquitos "since" 1964!

    ResponderExcluir
  3. Mãe, não há outro nome
    mais doce, meigo e gentil;
    No entanto posso escrevê-lo
    só com três letras e um til.

    Como prova de amizade,
    de carinho e gratidão,
    teu nome, Mãe querida,
    eu trago no coração.

    Mãe, em tua homenagem
    prometo, solenemente,
    que serei sempre boazinha,
    estudiosa e obediente.

    Desconheço a Autora


    Beijos para sua mãe

    ResponderExcluir
  4. Lucile, Oscar e Nô,

    Pois é, eu gosto muito de fazer esses garimpos. O olhar sobre o passado, mesmo um tão recente como esse, sempre acaba nos fazendo refletir sobre o nosso presente.
    Abraços
    Elenara

    ResponderExcluir

Sua opinião é super importante para nós !