MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Verona, Julieta e Castelo

Aproveitei o fim de semana para ver (finalmente) Cartas para Julieta. Ando em tempo de filmes românticos e leves. E esse, além de ter tudo isso, ainda me levou de volta à Verona. Essa simpática cidade no norte da Itália onde estive em 1990, num feriado da Pasqueta. Que é o dia posterior ao da Páscoa e é feriado por lá. Verona estava enfeitada e cheia de gente bonita nas ruas. Me lembro bem do anfiteatro romano e sim, da Casa de Julieta. Não sei se a história de deixar cartas no muro é real ou se uma liberdade do filme, mas o ambiente é muito romântico e as inscrições na parede, com mensagens de todo o mundo lhe dão um clima de magia. Adorei o filme, é lógico. Me deixou com vontade de viver um grande amor na Itália...oppsss...

Photos © David Lawson 


Photos © David Lawson

Mas também de pesquisar o que mais se pode ver e encantar os olhos por lá. E eis que encontrei esse Museu Cívico, o Castelvecchio Museu, localizada no castelo medieval de mesmo nome. Projeto de restauro do Arquiteto Carlo Scarpa, um dos mais conceituados da Itália. Seu estilo é visível nos mínimos detalhes. O museu exibe uma coleção de escultura, estátuas, pinturas, armas antigas, cerâmicas e alguns sinos antigos.

Photos © David Lawson
Photos © David Lawson

Photos © David Lawson



Comentários

  1. Que arquitetura heim? Amei a escada em angulos! Que bom compartilhar com voce o filme Cartas a Julieta, e a viagem a Verona. A gente é bem romãntica mesmo.. Beijos

    ResponderExcluir
  2. Verdade. Mas também quem não é romântica na Itália ???? Que paisagens lindas, que história meiga. Cada vez mais vou gostando de comédias românticas. Deve ser a idade.
    Beijos

    ResponderExcluir
  3. Querida, em novembro de 2010 eu comentei essa postagem. Cá estou novamente, pois coincidentemente, assisti novamente no TELECINE neste sábado, Cartas a Julieta... e de novo chorei. Acho até que + até, do que há 2 anos. Já que não teremos uma historia de Julietas, choremos com as dos filmes... Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros