Pular para o conteúdo principal

Caixa de ferramentas - equipamentos e matérias devem ser utilizados com inteligência

Achei esse texto que separei no inicio da década sobre o uso das ferramentas no exercício da criatividade. E para mim ele continua muito atual    
         

Conta-se que, solicitado a fornecer um exemplo de seu trabalho ao emissário do Papa, que selecionava artistas para trabalhar a serviço da Igreja, o pintor italiano Giotto (C. 1267-1337), com um rápido movimento de pincel, traçou sobre uma folha de papel um círculo perfeito. Foi contratado. 
A maioria das pessoas e até artistas talentosos, diante da necessidade de desenhar uma circunferência com precisão, sequer ousaria fazê-la sem a ajuda de um compasso. O que não é nenhum pecado.
Ferramentas, materiais, instrumentos e acessórios existem para facilitar tarefas, poupar tempo, ampliar a capacidade de executá-las e, principalmente, proporcionar novas possibilidades. Auxiliares na materialização de idéias, é preciso conhecê-los para dirigi-los, de forma a obter exatamente aquilo que se deseja. Um processo no qual tempo e dedicação são essenciais. 
Seja a opacidade de uma tinta, a pressão do lápis no papel, a resolução de um scanner ou sensibilidade de um filme fotográfico, são a previsibilidade de resultados e a capacidade de reproduzi-los que tornam possível o seu uso. Caso contrário, seria como tentar pegar um ônibus que, a cada dia, fizesse um novo trajeto, num horário diferente. 
Mesmo que seja aparentemente difícil de conciliar com o ritmo frenético das mudanças, não existe alternativa à experiência. Através dela, aprende-se a antecipar e escolher resultados, tornando cada vez mais fácil a aprendizagem dos novos meios, além de propiciar uma visão crítica que permite identificar seu real valor. 
Fácil até demais Diante do fato de, diariamente, surgirem ferramentas que eliminam a necessidade de se produzir recursos por meio do próprio esforço, é de se esperar quem questione até a necessidade do aprendizado. 
Como a mais versátil, espetacular e inovadora ferramenta já colocada a serviço dos designers, o computador é o mais completo exemplo. Apesar de sua complexidade, a intuitividade e facilidade de uso dos softwares gráficos são o motivo de seu sucesso. Permitindo mesmo com um mínimo de  perícia técnica; obter resultados visualmente encantadores, tornam-se também sua maior ambigüidade. 
Não se deve esquecer que o domínio de qualquer ferramenta ou material é apenas uma parte no complexo conjunto de fatores envolvidos no desenvolvimento de qualquer projeto consistente de design gráfico. Nesse caso, a fotografia serve como uma ótima referência. O ato de fotografar,      aparentemente, nunca exigiu mais do que um "click", mas é muito fácil perceber a grande diferença entre as milhões de fotografias, mensalmente processadas nos laboratórios, e os trabalhos de mestres como Sebastião Salgado ou Henri Cartier-Bresson
Com o aumento vertiginoso dos meios de comunicação visual, é cada vez maior a necessidade por imagens. Infelizmente, parece que sempre haverá espaço tanto para trabalhos bons quanto para aqueles inexpressivos.
A capa de uma revista, a prateleira do supermercado, ou um site na Internet não são atestado de inovação e talento. E, às vezes, nem mesmo de qualidade. 
Pode-se preencher uma necessidade visual cumprindo uma função meramente utilitária, assim como a comida não precisa ser saborosa para matar a fome. 
Os ingredientes estão ao alcance de todos, mas a originalidade está na escolha, combinação e uso das possibilidades mais adequadas a cada trabalho. Isso que o faz e ao seu autor; únicos. Através  essa utilização criativa, coerente e personalizada, o designer sério se destaca daqueles que, comodamente, se contentam em fazer tudo sempre igual ou utilizar fórmulas e efeitos prontos. 
 Atalhos devem ser uma opção a caminhos já conhecidos. Diante de tantas possibilidades e prazos cada vez menores para avaliá-las, não é difícil se perder nesse trajeto. Só existe uma solução para evitar que o resultado de um projeto seja um amontoado esperto de efeitos bonitos: ser mais esperto do que eles. 
Tanto o computador como o martelo não são dotados de nenhuma propensão ao bom ou mau uso, e tomar uma pancada no dedo normalmente deve-se à imperícia de quem, na verdade, tinha o prego como alvo. Mesmo que seja difícil imaginar que um designer venha a se ferir pelo uso pouco criativo dos meios ao seu alcance, os efeitos que a qualidade de seus trabalhos pode causar na sua carreira são reais. Geralmente deixando marcas permanentes. 
Enxergando, em cada novo recurso, maneiras de melhorar sua produtividade e ampliar suas formas de expressão, o designer prioriza o senso de planejamento para atuar como um administrador de meios, colocando-os totalmente a serviço de suas idéias. 
Deve-se perceber que o episódio do círculo de Giotto entrou para a História não só pela precisão de sua forma nem do instrumento utilizado. Reconhecendo nesse gesto a expressão do absoluto domínio sobre o trabalho e seus instrumentos, compreende-se o real significado da palavra mestre.
     
Alex Lutkus é ilustrador.

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Transparência e estrutura em madeira na nova loja da Apple na Tailândia

Uma grande árvore em madeira cercada por um fechamento em vidro é a aparência da maior loja da Apple na Tailândia. Projetada pelo renomado estúdio de Foster + Partners foi inaugurada em julho de 2020, em plena pandemia.

Batizada de Apple Central World, a loja tem um diâmetro de 25 metros e sua forma foi gerada por uma curva de Bezier 360 °, uma curva paramétrica usada em computação gráfica. Veja AQUI mais detalhes de como foi feito.

Todos sabemos que a Apple segue o conceito de se diferenciar em inovação e as suas lojas representam esse modo de se posicionar no mercado. Na nova loja asiática são usados 1461 perfis de carvalho branco europeu no revestimento da coluna de suporte do telhado. 


A aparência interna é de um grande tronco que sustenta a copa de madeira em balaço. Uma escada de aço inoxidável serve de conexão para os andares. O prédio tem um fechamento totalmente envidraçado o que permite a visão da cidade e a transparência externa para quem vê o prédio que se mostra e convida ao…

Buhais Geology Park, inspiração em ouriços de 65 milhões de anos

O Buhais Geology Park é um local de magnífica importância pré-histórica e geológica, localizado nos Emirados Árabes Unidos. Há evidências científicas de que foi um mar cerca de 65 milhões de anos atrás. Para expor as coleções de fósseis marinhos e outros objetos relevantes da eras da Pedra, Bronze e Ferro, o escritório Hopkins Architects projetou cinco interessantes espaços circulares, interconectados e que servem para acomodar não apenas as áreas de exposição, mas também várias instalações para visitantes, entre elas um teatro e um café. 


Segundo o site dos arquitetos, a inspiração para a forma dos espaços de exposição foram os ouriços fossilizados. Para não causar muitos danos ao meio ambiente, as edificações "foram projetados como estruturas de concreto pré-fabricado e apenas tocam levemente o solo em discos de fundação de concreto armado in-situ."



As estruturas de concreto são revestidas com painéis de aço coloridos para se adequarem à paisagem. Estes painéis, que dão a ap…

Wave House, debruçada na encosta como ondas no mar

Por onde se olha só se vê "cachotinhos" na Arquitetura. Emoldurados com vários materiais, porta gigantesca, uma que outra mudança, mas na forma quase tudo igual. Cansa, né. Talvez por isso esse projeto todo personalizado tenha me chamado a atenção. É único. Não obedece muitas fórmulas, aproveita uma vista maravilhosa no Rio de Janeiro e se debruça sobre o mar como ondas, a sua inspiração. Projeto de Mareines Arquitetura e Patalano Arquitetura

Um terreno estreito e magnifico, um projeto que aproveita a vista e usa a complexidade da cobertura de vigas curvas de madeira laminada para proteção contra o sol. Pilares de aço galvanizado suportam as vigas. 


Os espaços internos se estendem por quatro pavimentos, belamente decorados e unidos por escadas e elevador, quase todos privilegiando a vista sobre o mar e garantindo a privacidade dos moradores.


Gosto das soluções arquitetônicas que realmente se debruçam sobre o programa, sobre o terrenos e os condicionantes e vai além da receita d…