MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Mamma Mia !

Sábado chuvoso...o que fazer ? Pegar um cineminha logo depois do almoço, uma coisinha leve, filminho de mulher, para levantar o astral : Mamma Mia! Devo ter levado uns cinco minutos para conseguir estacionar o carro no estacionamento...Todos devem ter tido a mesma idéia que eu, ir para o refúgio de lazer da modernidade: O Shopping Center ! Aquele local seguro, cercado e com ar condicionado, onde se perde a noção do dia e noite, paraíso moderno do consumo. Teoricamente o local onde as pessoas vão desestressar...teoricamente.
Cinema bem feito, pouquíssimas pessoas, talvez pelo horário, talvez por ser um musical. Mas esses cinemas modernos pecam pelo exagero no ar condicionado, por vezes a gente congela lá dentro. E alguém deve achar que todos são surdos pelo volume em que colocam os anúncios. Será que existe alguma técnica de marketing que acredita que um som exagerado, seja nos cinemas e nos anúncios de tv, vão encantar possíveis compradores ? A mim irritam profundamente.
O filme. Nunca fui fã do ABBA, mas gostei. Estava de cabeca leve para ver esse tipo de filme. Paisagem bonita, filme simples, sem complicação, história bonitinha e TODO cantado. É meio gozado as pessoas cantarem ao invés de falarem, mas tudo bem. As músicas são conhecidas dos cinquentões (meu caso) e a memória musical é quase sempre associada a algo agradável. Meryl Streep segura o filme do começo ao fim e confesso que cheguei a chorar como uma adolescente em algumas cenas. E é bom demais ser meio piegas de vez em quando.
E na saída ...MAMMA MIA ! Mais engarrafamento. Para sair do Bourbon Country Shopping, para conseguir chegar em casa...em pleno sábado.
Cheguei a ter um sonho...de estar numa ilha grega, cantando a plenos pulmões !

Comentários

  1. Mamma Mia!

    O ar condicionado parece que está regulado em "Vento do Alaska". Aqui no cinema perto de casa também estava assim outro dia.
    É tão bom ver um filme assim que te deixa leve.
    Tô precisando fazer isso.

    Uma Linda Semana!
    Beijos

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Sua opinião é super importante para nós ! Não nos responsabilizamos pelas opiniões emitidas nos comentários. Links comerciais serão automaticamente excluídos

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros