Publicidade

Postagem em destaque

10 Lições que aprendi na faculdade de Arquitetura

Recebo algumas correspondências falando de como os leitores gostaram dessa ou de outra postagem aqui do blog. E sempre fico super feliz! É ...

2011/02/23

Museu Fryderyc Chopin - interatividade em prédio histórico

Hoje participei do almoço Clio onde o pianista Tiago Halewicz nos contou sobre sua experiência ao visitar um dos mais interessantes museus de Varsóvia que foi reinaugurado em 2010 nas comemorações do  bicentenário de Fryderyk Chopin. A gastronomia ficou a cargo dos chefs Leonardo Magni e Liliana Andriola.
Cardápio

Entrada
Fios de repolho com cenoura caramelada, creme azedo e caviar

Prato principal
Mil folhas de pato e cogumelos ao perfume de mangerona e molho de natas

Sobremesa
Torta de queijo fresco com calda de frutas vermelhas

Enquanto degustávamos esse excelente menu fomos brindados com uma visita a um museu, ultramoderno em termos de interatividade, localizado em um palácio. O antigo palacete Ostrogski foi reformado por um escritório de arquitetura italiano  e recebeu uma série de equipamentos audiovisuais que o tornam acessível a todas as faixas etárias e tipos de público.
É possível fazer uma viagem pelo mundo do compositor de maneira autônoma e de acordo com o interesse do visitante. Um cartão inteligente serve como ingresso e chave para imensas possibilidades visuais e sonoras
Graças a diversos monitores, projetores e caixas de som, "o visitante pode seguir um itinerário adaptado aos seus próprios interesses e capacidades de percepção", explicou à AFP a curadora do museu, Alicja Knast.
O visitante ativa diferentes elementos da exposição graças a um mapa inteligente que serve como ingresso e chave, abrindo as paisagens visuais e sonoras a sua escolha. As crianças tem sala especial munida com telas táteis.
O site do museu é www.chopin.museum.
Fonte




Eu fiquei particularmente fascinada pelas possibilidades de interação que a intervenção arquitetônica proporcionou. Salas abrem possibilidades ao contato do cartão entrada, mostram vídeos, apresentações sobre vidros onde sombras tocam piano, e permitem que essas informações sejam armazenadas para que numa posterior visita se saiba o que já se viu.

Fonte

Comentários
3 Comentários

3 Opiniões:

an?????? nada entendi... me desculpe, mas há coisas que nos fogem de nossa realidade. Isso é fato? conte-me com suas palavras.

Eu não vi ao vivo, mas o palestrante sim. E o que mostrou e contou também me deixou sem fala. Queria um museu assim aqui. Beijos

Publicidade

Twitter Delicious Facebook Digg Stumbleupon Favorites More