Pular para o conteúdo principal

Muro de arrimo: o que é e quando construir uma parede de contenção

Muro de arrimo
Muro de arrimo
Saber o momento certo de construir um muro de arrimo é crucial para preservar a segurança do seu imóvel. Essa contenção é capaz de evitar deslizamentos de terra e dar estabilidade para a edificação.

Por desempenhar um papel tão relevante no projeto, é recomendada a contratação de profissionais qualificados que identifiquem a necessidade e saibam realizar a construção do muro de contenção.

Diante da importância desse elemento para a construção, elaboramos este artigo com as principais informações sobre o muro de arrimo.

Muro de arrimo: o que é  

O muro de arrimo é uma estrutura de contenção constituída por uma parede vertical sobre a fundação do imóvel. O seu principal objetivo é proporcionar segurança para os terrenos, pois ele consegue segurar a terra na parte mais elevada, evitando problemas como deslizes, por exemplo.

Como essa estrutura irá suportar todo o peso da terra e a água que estiver infiltrada nela, precisa ser projetada por um engenheiro qualificado. Ele vai analisar o melhor material e tipo de muro sob medida para o seu terreno, garantido a segurança da área e do projeto.

Quando construir o muro de arrimo?


De maneira geral, ele é ideal para dar mais estabilidade ao solo e há duas situações mais comuns para este esse tipo de construção. São elas:
  • Terrenos inclinados
Caso o solo de um imóvel apresente uma inclinação que é considerada perigosa, tanto aclive quanto declive, é necessário construir um muro de arrimo para haja maior sustentação na parte inclinada. Além disso, essa medida de proteção também evita que essa parte do terreno acumule água podendo causar desmoronamentos no futuro.
  • Corte no terreno
Quando é necessário aplanar o terreno, será preciso realizar um corte para abrir um espaço plano. Contudo, esse tipo de medida pode fazer com que ocorra o acúmulo de terra para outra parte do solo.

Como fazer muro de arrimo?

Aprender como fazer muro de arrimo exige conhecimento específico em construção civil e engenharia. Por isso, é recomendado que essa estrutura seja realizada com a supervisão e aval de profissionais qualificados. Confira as etapas para construção do muro de arrimo:


1.Planejamento do muro de contenção

O planejamento é a primeira etapa na hora de fazer o muro de arrimo e também deve ser feito por profissionais. Afinal, essa estrutura terá que suportar cargas pesadas de terra e água e, caso seja mal planejada, pode sofrer tombamentos.

Uma vez definido a necessidade do muro de arrimo, o profissional responsável irá elaborar o projeto da obra de acordo com as especificidades do terreno e da construção que será erguida.

2. Corte do terreno

A próxima fase é a realização do corte no terreno no platô ou da encosta. Esse procedimento deve ser feito com precisão, tanto no planejamento quando na execução, pois qualquer problema pode ocasionar deslizes de terra ainda durante a construção do muro.

3. Fundação do muro

A fundação do muro de arrimo é feita através da técnica sapata corrida, usada na construção de muros comuns. No entanto, devem ser aplicadas brocas em conjunto da sapata para fortalecer a distribuição do peso desse muro.

4. Armações das paredes

Após a fundação ser construída, são implantadas as armações de aço para o posicionamento da parede de concreto armado do muro. Em seguida, serão montadas as caixarias das paredes para que seja realizada a concretagem. Importante ressaltar que os sistemas de drenagem pluvial são implantados nessa etapa.

5. Concretagem das paredes

A última etapa de para fazer o muro de arrimo é a concretagem das paredes. Ela deve ser realizada com cuidado para que o concreto consiga preencher todos os espaços da caixaria.


E lembre-se: construir um muro de arrimo promove estabilidade e segurança para o terreno, pois evita deslizamentos e infiltrações. Por isso, antes de investir na construção desse muro, certifique-se de contratar uma equipe especializada. Ela irá elaborar um planejamento da obra de acordo com as especificidades do terreno, assim como indicar as melhores técnicas e materiais para ele. 


  • Este artigo é uma parceria com a Mavens of London
Gostou? Compartilhe e nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

10 ideias para adiantar o Natal

Quando tinha uns dez anos (faz tempo...) fiz um trabalho escolar de arte e propaganda. Minha ideia foi um Papai Noel adiantado, que vinha pela metade do ano para aproveitar um xis produto que não lembro qual era. Meu pai, como todo pai babão, super me elogiou e nunca esqueci por isso. Nem lembro a nota que tirei na escola. Naquela época, década de 60, o Natal começava em dezembro. Meados de dezembro. Quando eu iria imaginar que estava sendo profética e que talvez, daqui uns tempos, o Natal nem passe. Emende com outras festas. Agora já convive o tal de ralouin que é em outubro.



Natal me lembra luz. Um paradoxo entre verão, calor e imagens de muita neve e comidas quentes. Me lembra canela, bolachinhas alemãs que minha mãe fazia e que eu podia cortar as massinhas e ajudar a confeitar. Árvore sendo montada e presépio

Separei dez ideias que achei bem bacanas de enfeites e árvores que podem ser montadas de forma simples e vem criativa.


1- Do blog da Renata Tomagnini achei estas charmosas dob…

Como utilizar cortinas na decoração

Hoje temos postagem de convidados. O Cesar Fernandes da Tibério Construtora
vai nos falar sobre como utilizar cortinas na decoração.


Cortinas são fundamentais para diversos ambientes do seu lar. Além de transmitir uma sensação de amplitude ajudam a controlar a entrada de luz. E ainda dão um up no visual de qualquer ambiente. A decoração com cortinas pode parecer óbvia, mas é uma das formas mais práticas de renovar um ambiente.
Tamanho Para causar uma sensação de amplitude invista nas cortinas que começam pelo menos 15 cm antes da borda da janela e vão até o chão. Na verdade o tamanho vai depender muito do ambiente. Há casos em que pode-se usar todo o vão da parede. A altura que ela fica do piso da sua casa pode ser de sua escolha mas como o objetivo é dar um ar de maior extensão para a parede, recomenda-se que fique junto ao piso. Leve em conta que há tecidos que podem encolher em lavagens. As vezes é melhor fazer um pouco maiores para que não fiquem pequenas na manutenção. 
CoresNão exis…

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…