MG08 habitação flexível

Imagem
Habitar uma casa movimenta uma série de sonhos e emoções. Possuir uma casa evoca ancestrais desejos de segurança. Mas nem sempre as necessidades permanecem as mesmas. As situações de fora e de dentro se modificam e pedem espaços que sejam flexíveis. A Maria Guerrero, também conhecida como MG08 em Madri, projetada pelo Studio Burr , foi pensada para ser uma habitação que possa ser transformada de acordo com essas novas necessidades dos moradores.   María Guerrero é uma casa que nasceu dividida em duas. Para poderem arcar com os custos de aquisição e construção, os habitantes deste empreendimento iniciam a sua vida neste espaço ocupando metade da casa e alugando a outra metade como habitação independente. Apesar da narrativa interessante, me pareceu muito com essas casas geminadas onde se coloca uma parede no meio, que pode ser removível se houver interesse em unir os espaços. Algo que já vem sendo usado e que, com um nome interessante, chama mais a atenção.  Segundo o site dos arquiteto

Criando um Santuário para a Cura - um projeto para quem tem alergias

A + HOUSE, uma pequena casa às margens de um lago espetacular no Canadá, feita para pessoas com sensibilidade ambiental e com uma abordagem sustentável e bonita, é projeto do escritório Superkül. Foi publicado pelo cliente no Home for Health com o título de "Criando um Santuário para a Cura". 
Segundo o site dos arquitetos, a "+ HOUSE está embutido em uma variedade de materiais e métodos complexos e sensíveis à saúde. Construídas com blocos cimentícios inertes que inibem o crescimento de fungos e moldes, as paredes são revestidas com um reboco de argila natural que não requer acabamento de pintura. Um selante à base de soja foi usado para os pisos e balcões de concreto, e tecidos não tratados de seda e cânhamo foram usados ​​para as cortinas...Um telhado verde, vidros triplos com espelho térmico, sombreamento solar, ventilação passiva e iluminação natural e um sistema geotérmico são apenas algumas das características deste projeto com certificação LEED Gold."

O projeto privilegiou materiais adequados ao clima e produzidos no local, amplos espaços envidraçados e arejados fazem da casa um santuário para quem tem hipersensibilidade à materiais artificiais.

fotos: Shai Gil

Nos siga também nas redes sociais

Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

10 ideias de almofadas e afins para gateiros