Pular para o conteúdo principal

Arquitetando algumas cozinhas inusitadas

O inusitado. Talvez seja para alguns e outros o achem absolutamente normal. Outros ainda apenas reflitam no "e por quê, não?" 

O que não é usual, foge do conceito narciso do bom gosto da moda vigente ou do tradicional considerado elegante, por vezes nos faz pensar. Outras rir. Outras ainda amar. 

O inusitado pode ser um toque, uma cor ou várias a mais ou ainda um detalhe que não se esperaria encontrar por ali. No caso de cozinhas onde a praticidade encontra guarida como um dos requisitos primeiros, abusar de outras alternativas mais lúdicas pode parecer uma escolha mais ousada. Ou não.





O cinza tão corriqueiro dos nossos dias pode vir com um toque todo jocoso quando mistura estampas em adesivagem e coloca um lustre completamente maravilhoso e chamativo para compor o espaço! Escândalo puro!
 Móveis mais econômicos podem ganhar um ar mais jovem se forem em cores bem marcantes que combinam com a estampa da geladeira. Notem que os acessórios como lustres guardam um tom branco bem neutro. 
Móveis em madeira mais tradicionais podem ser combinados com cadeiras coloridas que compõem com um lustre bem tropical. 
 Detalhes de móveis podem fazer toda a diferença se não se quiser ousar demais. Particularmente gosto muito dessa linha de mobiliário que remete à herança afetiva. 
 Outro exemplo, mais contemporâneo, de como usar cor em uma parede cinza, fazendo da cristaleira uma composição mais fluída e abrigando a geladeira adesivada que forma um conjunto bem divertido. 
Paredes com tijolos lembram um estilo industrial, mas aqui repaginado com móveis em tons contrastantes que alegram e dinamizam o espaço da cozinha em tudo normal, mas inusitada. 
Em espaços pequenos em que a cozinha é integrada ao estar também podemos ter brincadeiras e usar cor marcante. Note que um tom predomina para não ficar cansativo.
Pequenos locais podem ser versáteis e abrigar variadas funções. Uma bancada móvel se torna uma prática mesa de comer. E tudo usando detalhes de cor e sinalização cheia de bossa.
 Cozinhas em imóvel alugado podem ser revitalizadas com pequenos detalhes. O armário, se existente, pode ser adesivado ou pintado. E prateleiras podem ter detalhes alegres e cheios de vida.
 A combinação que não tem erro do preto e branco pode ficar muito mais inusitada se contar com uma estampa diferente. A adesivagem é sempre um coringa e não tem um preço proibitivo.
E finalmente um pequeno detalhe como um painel colorido pode unir praticidade e um grande toque de diversão a um ambiente muito sem cor.

Pense em sair um pouco da rotina e fazer detalhes divertidos em seus ambientes. Vai fazer bem para a mente porque humor é fundamental na vida!

Fonte das imagens AQUI 

Gostou? Compartilhe em suas redes sociais
Nos siga também nos outros canais


Twitter Flipboard Facebook Instagram Pinterest
snapchat: arqsteinleitao

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

Ideias de como usar nichos para decorar seus espaços

Aproveitando nichos para decorar sua casa ou seu escritório. 

Veja algumas ideias interessantes de como fazer desde pequenos detalhes que enfeitam até aproveitamento de vãos que guardam objetos e auxiliam na organização.

Simplicidade:A elegância mora nos detalhes e na síntese. Um rasgo bem usado, sem maiores excessos, apenas salientado pelo uso de cor e pequeno detalhe em madeira. Atentem para a iluminação nas laterais e em como o rodapé acompanha o rasgo.

Gavetas e detalhes que fazem diferença na cozinha

Organizar. Sempre um desafio na hora de planejar móveis e espaços. E um dos locais onde mais precisamos de locais coringas para guardar coisas são nas nossas cozinhas. 
Haja gavetas, nichos, cantinhos que podem ser aproveitados para os mais diversos usos. Separei algumas ideias para inspiração Aproveitando rodapés: Muitos colegas tem optado por fazer os rodapés de armários de cozinha em alvenaria e revestir a frente com pedras ou cerâmicas. É uma solução pratica principalmente pela limpeza e umidade. Mas se sobrar espaço e a opção for usar rodapés, eles podem ser usados para guardar várias coisas. (Confesso que não sei se são o melhor local para guardar vinhos, mas quem sabe...)   Porta trecos e panos de prato: Eles são super práticos porque aproveitam espaços pequenos e estreitos e guardam aquelas coisas meio feias quando ficam à vista. Não recomendo guardar panos de prato úmidos. E esse porta facas abaixo, ao lado do fogão, é super prático!  
Outro exemplo de aproveitamento de canto par…

10 ideias de almofadas e afins para gateiros

Festas....fiquei aqui arquitetando postagens bem suaves e lindas para esses momentos. Hoje resolvi brindá-los com 10 adoráveis ideias para almofadas, pesos de porta, mobiles e outras utilidades para amantes de gatos.

Nós, os gateiros, somos uma população em ascensão no mundo. Esses seres peludos, cheios de personalidade e amor próprio nos arrebatam. Adoramos mimá-los. E eles adoram que a gente os mime....uma parceria perfeita

1- Petit Pois e gatos. Uma dupla perfeita. Ambos sempre elegantes e cheios de charme! 
2- Mobile. Adoro! Mesmo já crescida, acho que não precisam ser só adorno de quartos infantis (meu lado criança, fazer o que????). Esse aí de cima, por exemplo, achei um mimo. 
3- Quem não ia querer entrar nessa casa tão felinamente convidativa??? Quero um para a minha porta! 
4- Patchwork e gatos!!! Tudo a ver também. lembra borralho, fogo, casa da vó e tudo isso lembra aconchego. E nada mais aconchegante que a figura de um gato, pachorrento, deitado ao pé do fogo. (Gateiros enten…

Interno I - escada como elemento formal destacado

A escada como elemento formal de ligação entre os dois andares desta reforma que o escritório do arquiteto italiano Alfredo Vanotti executou chama a atenção pela beleza e fluidez.Feita em ferro e pintada em branco ela não apenas é ponto focal, como serve de divisória para os espaços de estar e cozinha.
O espaço amplo servia de escritório e agora abriga área social no térreo e dormitório com banheiro no piso superior. Tudo isso em um estilo enxuto e ao mesmo tempo aconchegante.Coerente com a proposta do arquiteto de que a sua arquitetura deve falar por si mesma.
Nos siga também nas redes sociais
TwitterFlipboardFacebookInstagramPinterest