11 de set de 2018

13 ideias para quem mora em espaços pequenos

Aproveitar pequenos espaços com macetes que os façam crescer e comportar tudo o que precisamos neles é um coringa a ser explorado nesses casos.

Nem sempre são soluções caras, as vezes uma divisória, um armário bem posicionado. Em outras talvez seja preciso realmente um projeto especial que tire partido de uma marcenaria feita especialmente para ele.

Vale se debruçar sobre cada necessidade e por isso reuni 13 ideias para que sirvam de inspiração para quem está arquitetando uma morada em locais bem pequenos. 

1- Entrada : Quanto mais fluidas as paredes, melhor. Se for possível derrubar paredes, as divisórias podem servir de meio armário e garantirem a luminosidade com vidro ou algum outro material que garanta a transparência.   
 2- Bancadas móveis: um grande auxiliar em cozinhas pequenas. Vale a pena pensar e gastar com este tipo de móvel que pode ajudar bastante nas tarefas domésticas.
3- Marcenaria especial: Todos já vimos exemplos de "apertamentos" com projetos milagrosos que criam espaços do nada. Aqui no blog já mostrei vários deles AQUI.

4- TV giratória: Um recurso clássico para aproveitar o mesmo eletrodoméstico de maneira rápida e eficiente. 
 5- Bancada com múltiplos usos: Um efeito bastante interessante para apartamentos com pé direito mais alto. A cama elevada permitiu criar uma bancada que abriga a cozinha quando aberta.
 6- Painel atrás da cama ou sofá: um estrado estreito pode fazer as vezes de mesa de cabeceira e ainda abrigar tomadas. Pode ser feita em mdf ou gesso acartonado.
 7- Estante divisória: Um recurso muito usado para dividir ambientes sem tirar a luminosidade. Pode-se comprar estantes prontas por preços bastante atraentes. É um recurso bom em apartamentos alugados.
 8- Nichos bem localizados: Nas cozinhas e banheiros são auxiliares para guardar muitas coisas, ocupando espaços que ficariam quase inúteis.  
 9- Cortinas divisórias: Outro recurso bem em conta para dividir ambientes.
 10- Aproveitamento de todos os espaços: Literalmente. Inclusive ao redor de portas.
 11- Corredor biblioteca: Além de aproveitar corredores para guardar os livros, pode-se fazer divisórias para formar minúsculos quartos.
 12- Versatilidade de usos: Projetar para que o mesmo espaço possa ter mais de um uso. Imaginar que o espaço seja como um barco ou mesmo um motor home onde os móveis se transformam com o correr das horas e das necessidades.
13- Divisórias móveis (literalmente): Fazer das divisórias não apenas portas, mas portas que comportem objetos. 

Fontes das imagens: Pinterest, Casa Claudia, Simples Decoração e Decorfacil

Nos siga também nas redes sociais